0

Justiça Eleitoral – Prefeito de Codó e vice têm mandatos cassados

zito

A Justiça Eleitoral do Maranhão cassou, no último dia 26, o mandato do prefeito e do vice -prefeito de Codó, José Rolim Filho(PV) e Guilherme Cepas Archer (PMDB), respectivamente, por captação ilícita de sufrágio – a famosa compra de votos  e por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2012.

Em sua decisão, a juíza Gisele Ribeiro Rondon, da 7ª Zona Eleitoral do município, julgou procedente a Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) – posteriormente convertidos em Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) – ajuizado pela coligação partidária “A vontade do povo”, e cassou os diplomas de Zito Rolim e Guilherme Archer, decretando ainda a perda dos mandatos eletivos da dupla, além de declará-los inelegíveis para os próximos oito anos, e condená-los a  pagarem multa de 20 mil UFIRs.

Em razão de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral ter também declarado nulos os votos obtidos, respectivamente, pelos candidatos a prefeito e vice-prefeito Francisco Nagib Buzar de Oliveira e José Francisco Lima Neres, atingindo dessa forma mais de 50% (cinquenta por cento) dos votos válidos, a magistrada determinou que o TRE-MA marque data para a realização de nova eleição para prefeito de Codó.

Ainda na decisão que cassou os mandatos de Zito Rolim e Guilherme Archer, a titular da 7ª Zona Eleitoral de Codó sugeriu que o presidente da Câmara de Vereadores do município, vereador Chiquinho do SAAE, é o único legitimado a, interinamente, assumir a chefia do Poder Executivo municipal até a realização do novo pleito.

Fonte: www.waldemarter.com.br

0

Democracia e Cidadania – Estudantes e professores mudam nomes de escolas com nomes de ditadores

Foto-1-Lauro-Vasconcelos-Escolas-estaduais-iniciam-processo-de-mudança-de-nomes

No dia em que o golpe militar brasileiro completou 51 anos, o Governo do Maranhão modifica a nomenclatura de todas as escolas que homenageavam personalidades que constam no Relatório Final da Comissão da Verdade como responsáveis por crimes de tortura durante o regime ditatorial.

As escolas que tiveram nomes modificados passaram por processo democrático de escolha dos novos nomes.

Escolas estaduais iniciam processo de mudança de nomes. A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) identificou 10 escolas em nove municípios maranhenses que possuíam nomes dos ex-presidentes do Brasil que governaram no período do regime militar. Através de um processo democrático de escolha, a comunidade escolar votou nos nomes que substituiriam as nomenclaturas originais. As modificações foram publicadas no Diário Oficial desta terça-feira (31). Participaram da escolha dos nomes profissionais da educação, estudantes, funcionários das escolas e as comunidades do entorno das unidades.

O governador Flávio Dino explica que, a partir da identificação de torturadores pelo Relatório da Comissão Nacional da Verdade, não é razoável que prédios públicos continuem a homenageá-los. “O relatório aponta graves infrações aos direitos humanos cometidos durante esse período e nomeia os responsáveis por esses crimes. O Estado do Maranhão não mais homenageará os responsáveis por crimes contra a humanidade”, disse o governador, que defendeu os princípios do Estado Democrático de Direito alcançados pelo Brasil após o período ditatorial.

Todo o processo de mudança ocorreu com base no Decreto Nº 30.618 de 02 de janeiro de 2015, que veda a secretários de Estado, a dirigentes de entidades da Administração indireta e a quaisquer agentes que exerçam cargos de direção, chefia, e assessoramento no âmbito do Poder Executivo, atribuir ou propor a atribuição de nome de pessoa viva a bem público, de qualquer natureza, pertencente ou sob gestão do Estado do Maranhão ou das pessoas jurídicas da Administração Estadual indireta.

No decreto, a vedação é estendida também a nomes de pessoas, ainda que falecidas, que tenham constado no Relatório Final da Comissão da Verdade de que trata a Lei Nº 12.528 de 18 de novembro de 2011, como responsáveis por crimes cometidos durante a ditadura militar.

Conheça os novos nomes

Na capital São Luís:

A escola estadual que se chamava Marechal Castelo Branco passará a ser chamada de Unidade Jackson Lago.

Em Imperatriz:

O antigo Centro de Ensino Castelo Branco terá como novo nome CE Vinícius de Moraes.

Com o mesmo nome havia também unidades de ensino nos municípios de Caxias, Fortaleza dos Nogueiras e Governador Newton Bello que passarão a se chamar Professora Suely Reis, CE Vera Lúcia dos Santos Carvalho e CE Antônio Macêdo de Almeida, respectivamente.

Em Timbiras, a antiga escola que levava o nome do ex-presidente Emílio Garrastazu Médici passará a ser chamada CE Paulo Freire – mesmo nome escolhido pela população de Loreto que substituirá o nome da escola CE Presidente Médici por CE Paulo Freire.

Escolha

O processo para essa substituição foi conduzido por uma ‘Comissão de Mudança dos Nomes’ composta por representantes do Conselho Estadual de Educação (CEE), da Supervisão de Inspeção Escolar (SIE), da Supervisão de Gestão Escolar (SUAGE), Superintendência de Educação Básica (SUEB) e da Superintendência de Assunto Jurídicos (SUPEJUR).

O decreto dispõe que os nomes substitutivos devem representar personalidades que tenham contribuído com a construção da identidade educacional municipal, estadual ou federal e ter reputação ilibada conforme a Lei da Ficha Limpa. A Comissão de Mudança apresentou, para cada escola, três nomes substitutivos entre os quais a comunidade escolar escolheu aquele publicado no Diário Oficial do Poder Executivo do Maranhão.

No município de Loreto, estudantes das 2ª e 3ª séries do Ensino Médio organizaram inclusive um júri simulado para acompanhar a modificação. “Além dos 60 alunos dessas séries e demais estudantes da escola, a comunidade também deu sua contribuição através do júri. Os alunos realizaram com muita empolgação estudos, pesquisas e entrevistas a ex-diretores e pessoas da comunidade para embasar o debate”, explicou Crizálida Coelho Martins.

Fonte: www.waldemarter.com.br

0

Operação da Polícia Civil com o MPMA prende ex-prefeita de Dom Pedro

carros_apreendidos

Ex-gestora é suspeita de participar de quadrilha de agiotagem

Como resultado da parceria entre a Polícia Civil e o Ministério Público do Maranhão, por meio do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), foi executada na manhã desta terça-feira, 31, a Operação Imperador, que prendeu a ex-prefeita de Dom Pedro, Arlene Barros, por suspeita de envolvimento com uma quadrilha de agiotagem.

Presa-a-ex-prefeita-de-Dom-Pedro-Arlene-Barros.-e1427842892218

Além da prisão da ex-prefeita, os agentes da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) deram cumprimento a três mandados de execução coercitiva (cumpridos em São Luís, Codó e Dom Pedro). Também foram apreendidos nas residências de Arlene Barros e de familiares seis veículos, entre os quais uma BMW, documentos e cheques.

A investigação dá continuidade ao trabalho de combate à agiotagem desencadeado depois da morte do jornalista Décio Sá, em abril de 2012, que apura a participação de prefeitos e outros agentes públicos. No total, 42 prefeituras maranhenses estariam envolvidas nas irregularidades.

Para o secretário de Segurança Pública, Jeferson Portela, a união das instituições é fundamental no enfrentamento das quadrilhas que saqueiam as administrações e promovem o desvio dos recursos públicos que seriam destinados à saúde, merenda escolar, segurança pública. “Estamos inaugurando uma rotina de trabalho que vai desbaratar essas quadrilhas que são sofisticadas e movimentam uma verdadeira engenharia criminosa”, revelou.

EMPRESAS LARANJAS

De acordo com o delegado Roberto Fortes, da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), o filho da ex-prefeita de Dom Pedro, Eduardo Barros Costa, conhecido como Imperador, é considerado o principal operador do esquema.

Ele montou durante a gestão da mãe (2009 a 2012) 10 empresas laranjas que seriam responsáveis pelo fornecimento de merenda escolar, medicamentos e aluguel de máquinas pesadas e veículos. Eduardo Imperador também teve mandado de prisão expedido pela justiça.

Redação: José Luís Diniz (COM-MPMA)

0

Maranhão Basquete vence Sport Club do Recife e está na semifinal da LBF

materia_lbf_BNFB_grande

O Sport está fora da próxima fase da Liga de Basquete Feminino, mas não por falta de esforço das jogadoras. As rubro-negras brigaram até o fim, em uma partida mu

ito acirrada contra o Maranhão, que terminou com o placar de 72 a 67 para as maranhenses. A fase de quartas-de-final é disputada em melhor de três. O primeiro confronto entre as equipes aconteceu no dia 22, na Ilha do Retiro, e terminou com vitória rubro-negra (95×81). No segundo jogo, realizado no sábado (28), em São Luís-MA, a vitória classificaria o Sport pra as semifinais. A partida foi acirrada mais uma vez, mas o desfecho teve resultado melhor para as adversárias (71×68).

Com uma vitória para cada equipe, a decisão ficou para a noite desta segunda-feira (30). Novamente no Ginásio Castelinho, em São Luís, Sport e Maranhão entraram em quadra para brigar por uma vaga na fase semifinal da Liga de Basquete Feminino. E as equipes lutaram de igual para igual. O empate esteve no placar durante a maior parte do jogo. O primeiro período terminou empatado em 20 a 20, deixando claro que a classificação seria defininida nos detalhes. A parcial do segundo quarto reforçou a tese. O Sport marcou 15 pontos, enquanto o Maranhão fez 14, indo para o intervalo com o placar em 34 a 35. O aperto continuou no terceiro período. Novamente as equipes marcaram a mesma quantidade de pontos, cada uma fez 17 e o placar geral apontava 51 a 52 ao fim da terceira etapa. Dessa forma, a decisão ficou para o quarto final e por apenas cinco pontos de vantagem, o Maranhão levou a melhor.

O treinador Rildo Accioly lamentou a desclassificação, mas destacou o bom desempenho de suas comandadas, que em momento algum desistiram de brigar pela vaga. “Fizemos um jogo duro e equilibrado, mas os detalhes de uma partida fazem a diferença. Estou satisfeito com o desempenho e o empenho das atletas, todo mundo fez o máximo que pôde para representar bem o Sport”, contou.

Maranhão 20 x 20 Sport – 1Q
Maranhão 14 x 15 Sport – 2Q
Maranhão 17 x 17 Sport – 3Q
Maranhão 21 x 15 Sport – 4Q
Final: Maranhão 72 x 67 Sport.

Cestinhas:
Maranhão: Graziane, 20 pontos.
Sport: Omotola, 19 pontos.

Rebotes:
Maranhão: Graziane, 9 rebotes.
Sport: Omotola, 10 rebotes.

Assistências:
Maranhão: Ega, 4 assistências.
Sport: Wheeler, 6 assistências.

0

A imagem da semana reflete o novo momento que o trânsito de Coroatá está vivendo

Foto-bike

A imagem da semana

A cidade de Coroatá-MA, está vivendo um novo momento de sua história, há quase um mês a cidade respira um trânsito menos violento e mais humanizado. Ainda falta muito, mas um grande passo foi dado para esse feito. Um trabalho iniciado pela Polícia Militar, sob o comando do Capitão Ricardo, que retornou ao posto que ocupava há quase seis anos. Naquela época nada era feito para tentar mudar o panorama em que vivia o trânsito, muitos acidentes e mortes eram registrados e o que tínhamos era a ausência total dos órgãos fiscalizadores.

Hoje, com um trabalho em parceria com os Agentes de Trânsito e da Guarda Municipal, a PM vem intensificando a fiscalização e conscientizando a população em regularizar seus veículos e pilotar motos com o uso dos capacetes, tanto o condutor quanto o carona. “Essa tem sido a rotina do nosso trabalho, agora, é claro que, estes resultados não seriam alcançados se não fosse a educação da população coroataense”, frisou o Capitão Ricardo.

“Ainda há muito oque fazer, vamos dar nossa parcela de contribuição para a organização do trânsito da cidade de Coroatá” disse também o Comandante da Guarda Municipal, Ronathan Benvindo.

Cenas como estas abaixo, são mais raras de se ver em Coroatá:

20150210_095047-1_resized

20150210_095145_resized

Como reflexo e forma de manisfestar o momento em que vive o trânsito da cidade hoje, ao qual não podemos identificar quem é, e nem onde reside o cidadão que foi flagrado pelo celular de um pedestre, utilizando um capacete, quando estava andando de bicicleta nas imediações do bairro Tresidela, muito engraçado. Parabéns pela criatividade.

0

Trânsito nas cidades – Senadores discutem tema no Senado

paim

O senador Paulo Paim (PT-RS) disse que é preocupante a violência no trânsito que mata todos os anos 40 mil brasileiros nas vias e rodovias do país.

Ele citou especialistas da área que defendem mais investimentos em educação e também no fortalecimento da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para que a instituição tenha mais condições de fiscalizar e punir motoristas alcoolizados, imprudentes e imperitos.

O tema foi discutido em audiência pública realizada nesta segunda-feira (30) na Comissão de Direitos Humanos, com a presença de especialistas do setor.

Paim disse que, conforme as Nações Unidas, o termo acidente não é a melhor palavra para definir acontecimentos no trânsito que resultam em vítimas. Esses eventos, disse o senador, são episódios de violência, pois acidente significa algo imprevisto e inevitável, o que, segundo frisou, não ocorre na maioria das mortes no trânsito.

Paim também chamou à responsabilidade o setor público, que não investe num trânsito mais civilizado:

— Duplicação e melhoria de vias deve ser uma prioridade, mas não é só isso. É preciso educação no trânsito, é preciso não ficar somente a depender dos veículos sobre rodas. Tem que voltar a investir no sistema ferroviário, nos metrôs, no uso de bicicletas com estrutura, ou seja, com faixa específica para aqueles que andam de bicicleta — disse o senador.

Fonte: Agência Senado

0

DIREITO E JUSTIÇA – PT é contra a redução da maioridade penal

497733-970x600-1-medium

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados encerrou nesta segunda-feira (30) a discussão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93, do ex-deputado Benedito Domingos, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. O texto deve ir a votação nesta terça-feira (31). Há 38 propostas apensadas, que propõem reduções ainda maiores, para 14 e 12 anos, por exemplo.

A sessão extraordinária para analisar a redução da maioridade penal está marcada para amanhã depois da reunião ordinária da CCJ, agendada para as 10 horas. “Não colocaremos em votação hoje, não dará tempo. Não quero enganar ninguém”, disse o presidente do colegiado, deputado Arthur Lira (PP-AL). Segundo ele, não deve haver mais discussão do tema, apenas a votação.

Debate

                                                              Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados
                 Reunião Extraordinária para discutir o PEC 171/93, imputabilidade penal do maior de dezesseis anos. Dep. Lincoln Portela (PR - MG)
          Para Lincoln Portela, prisão de menores de 18 anos não transformaria cadeia em “universidade do crime”.

Mais de 60 deputados participaram da reunião desta segunda sobre a redução da maioridade penal. Alguns falaram contra a medida; outros defenderam a mudança na Constituição. Manifestantes dos dois lados também estiveram presentes no encontro – dezenas de outros, a maioria contrários à proposta, ficaram do lado de fora do plenário 1, devido à limitação de espaço.

Para o líder do PSC, deputado Andre Moura (SE), o Brasil é um dos poucos países do mundo que relutam em reduzir a maioridade penal. “Os adolescentes das décadas de 70 e 80 até poderiam falar que não têm consciência de seus atos. Hoje em dia, não. Não podemos mais esperar.”

O deputado Lincoln Portela (PR-MG) afirmou que a inclusão de menores de 18 em cadeias não criaria uma “universidade do crime”, como argumentaram parlamentares contra a redução. “Não pensem que os apenados querem os menores lá dentro, porque eles têm medo deles [dos adolescentes], que têm sangue nos olhos.”

Por sua vez, o deputado Laudivio Carvalho (PMDB-MG) disse que, em mais de 20 anos como repórter de programas policiais, em cerca de 80% dos crimes narrados por ele havia menores de 18 anos envolvidos. “Ninguém aqui quer ser vingador. O povo quer viver em um País menos desigual, em que o agressor é protegido e o cidadão de bem fica preso em casa.”

O deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF) adiantou que vai votar pela admissibilidade da proposta. “Entendo não ser cláusula pétrea, mas um marco temporal da imputabilidade na legislação brasileira”, comentou.

Mandado de segurança

Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados
                       Reunião Extraordinária para discutir o PEC 171/93, imputabilidade penal do maior de dezesseis anos. Dep. Alessandro Molon (PT - RJ)
   Já Alessandro Molon, contrário à PEC, diz que Supremo deve impedir análise do texto caso seja aprovado na CCJ.
Já o deputado Alessandro Molon (PT-RJ) afirmou que, caso a PEC tenha a constitucionalidade admitida, deverá haver um mandado de segurança para impedir sua análise por comissão especial. “Se esta PEC avançar, ela pode e deve ser trancada por um mandado de segurança do Supremo Tribunal Federal. O Poder Legislativo não tem o direito de aprovar essa PEC”, declarou. Menos de 1% dos crimes contra a vida foram cometidos por menores de 18 anos, de acordo com dados do Ministério da Justiça de 2011 citados por Molon.

Conforme o deputado Ivan Valente (Psol-SP), é necessário discutir a eficácia da redução da maioridade penal. “Quem vai provar que isso vai diminuir a violência? Onde foi feita [a redução] não houve isso [a diminuição da violência].” Ele destacou que os casos chocantes de mortes cometidas por adolescentes são exceções e não podem se tornar regra.

“Teremos presídios de ladrões de bicicleta, de aviõezinhos do tráfico, de meninas que são prostituídas nas estradas por um prato de comida. Isso é muito grave, senhores deputados”, acrescentou a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), contrária à PEC.

O deputado Orlando Silva (PCdoB-RJ) argumentou que a matéria deve ser discutida com serenidade e tranquilidade. “Incomoda-me a manipulação com a dor de famílias vítimas de atos brutais. Não é razoável manipular o sentimento e a dor das famílias e violar o direito de crianças e jovens.”

Solução intermediária
O deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) defendeu uma solução que classificou como intermediária: mudar o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA – Lei 8.609/90) para ampliar o tempo de internação do jovem infrator. “Parece-me mais inteligente, mais razoável.”

Já tramita na Câmara projeto (PL 5454/13), da ex-deputada Andreia Zito, que aumenta de três para o oito anos o tempo máximo de internação de menores de 18 anos que cometerem atos infracionais equivalentes a crimes hediondos.

Íntegra da proposta:

 

0

Último dia para as escolas públicas serem inscritas na 11ª Edição da Olimpíada Brasileira de Matemática

cartaz_2015

As inscrições para a 11ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) terminam nesta terça-feira (31) para todas as escolas públicas do Brasil. No Maranhão, o desafio é ampliar o número de escolas inscritas e melhorar ainda mais os resultados das edições anteriores. No ano passado 15 escolas do Sistema Estadual de ensino foram premiadas na OBMEP.

Para fazer as inscrições e acessar o regulamento, basta entrar no site http://www.obmep.org.br/.  Até agora, mais de 290 escolas da rede estadual de ensino, no Maranhão, já se inscreveram. A Olimpíada é uma oportunidade de melhorar o aprendizado de alunos e professores.

A 11ª OBMEP premiará 6.500 alunos com medalhas (500 medalhas de ouro, 1.500 medalhas de prata e 4.500 medalhas de bronze) e cerca de 46.200 com menções honrosas.  Mas, o grande prêmio para os medalhistas da OBMEP é participar do Programa de Iniciação Científica Jr.

Realizado por meio de encontros mensais, em cerca de 80 polos espalhados pelo país, e de fóruns virtuais, o programa tem como objetivo principal despertar nos alunos o gosto pela matemática e pela ciência em geral. Os participantes recebem uma bolsa do CNPq, apoio logístico (para as aulas presenciais) e material didático. Além dos estudantes, a OBMEP também premia professores, escolas e secretarias de educação de municípios que se destacarem em virtude do desempenho dos seus alunos.

Na próxima semana todo o material de estudo para alunos e professores estará disponível no site da Seduc. Para estudar, os participantes também podem contar com o auxílio do portal da matemática da OBMEP que oferece vídeo-aulas gratuitas. O conteúdo reúne material direcionado às disciplinas do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Além disso, o portal oferece apostilas e dicas.

As provas da primeira fase serão aplicadas no dia 2 de junho e a data limite para as escolas enviarem os cartões de resposta dos alunos classificados para a segunda fase será em 12 de junho. No dia 12 de agosto serão divulgados os classificados para a segunda fase e o local para a realização das provas. As escolas terão o prazo de 12 agosto a 11 de setembro para indicarem os professores dos alunos classificados. A divulgação do resultado final ocorre em 27 de novembro.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é uma promoção do Ministério da Ciência e Tecnologia e do Ministério da Educação, e realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e das Secretarias de Educação estaduais e do Distrito Federal. O objetivo é incentivar o ensino de matemática e descobrir talentos entre estudantes das escolas públicas brasileiras.

Olimpíada Brasileira de Astronomia

Também termina nesta terça-feira (31) as inscrições para a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) organizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira (www.sab-astro.org.br) em parceria com a Agência Espacial Brasileira (www.aeb.gov.br).

A OBA é aberta à participação de escolas públicas e privadas, urbanas e rurais. Não há exigência de número mínimo ou máximo de alunos, os mesmos devem preferencialmente participar de foram voluntária. Podem participar da OBA alunos do primeiro ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio. Os detalhes para inscrição estão no site www.aeb.gov.br , no link cadastro de escolas.

Fonte: oimparcial.online

0

Oportunidade – Concursos abertos em todo país, diversas áreas

concursos publicos_0

Pelo menos 94 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (30) e reúnem 19.067 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 27.500,17 no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, no Pará e Amapá.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem inscrições para 1.207 vagas nesta segunda são os seguintes: Marinha Mercante, Prefeitura de Dolcinópolis (SP), Prefeitura de Raposos (MG), Prefeitura de Santa Helena de Goiás (GO), Prefeitura de Santa Luzia (PB), Prefeitura de Trindade (GO), Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Brotas (SP) e Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Veja tabela:

 

Instituição/Órgão Prazo
 
Vagas Salário máximo Escolaridade Local de trabalho Edital
Aeronáutica 21/04/15 142 não informado níveil médio/ técnico Guaratinguetá veja edital
Câmara Municipal de Caruaru (PE) 16/04/15 50 e cadastro R$ 1.976,27 níveis médio e superior Caruaru (PE) veja edital
Câmara Municipal de Itabuna (BA) 05/04/15 45 R$ 4.600 todos os níveis Itabuna (BA) veja edital
Câmara Municipal de Olinda 02/04/15 23 R$ 1.400 nível médio/ técnico Olinda veja edital
Câmara Municipal Palhoça (SC) 04/05/15 12 R$ 1900,08 todos os níveis Palhoça (SC) veja edital
Conselho Federal de Administração 22/04/15 855 R$ 5.168,20 todos os níveis Brasília veja edital
Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Norte 08/04/15 5 R$ 2.073,09 níveis médio e superior Rio Grande do Norte veja edital
Conselho Regional de Farmácia do Amazonas 09/04/15 19 R$ 5.727,22 todos os níveis Amazonas veja edital
Conselho Regional de Odontologia do Rio Grande do Sul 30/03/15 2 e cadastro R$ 3.820,61 níveis médio e superior Rio Grande do Sul veja edital
Conselho Regional de Psicologia da 4ª Região 04/05/15 1.004 R$ 4.288,01 níveis médio/ técnico e superior Minas Gerais veja edital
Conselho Regional de Química da 12ª Região 13/04/15 não informado R$ 4.069,59 níveis médio e superior Goiás e Distrito Federal veja edital
Conselho Regional de Serviço Social da 13º Região 26/04/15 9 R$ 3.720 níveis médio e superior Paraíba veja edital
Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro 30/04/15 300 R$ 2.826,70 nível médio Rio de Janeiro veja edital
Defensoria Pública do Pará 02/04/15 18 R$ 15.663,55 nível superior Pará veja edital
Defensoria Pública de Rondônia 30/03/15 106  R$ 4.260 níveis médio/ técnico e superior Rondônia veja edital
Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Maranhão (Detran-MA) 05/04/15 220 R$ 4.400 nível superior Maranhão veja edital
Eletrobras Distribuição Piauí 17/05/15 345 R$ 4.524,71 todos os níveis Piauí veja edital
Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) 09/04/15 para UFSCar16/04/15 para UFPEL29/04/15 para UFJF 2.366 R$ 8.252,10 níveis médio e superior Juiz de Fora (MG), Pelotas (RS) e São Carlos (SP) veja edital
Empresa Municipal de Obras Públicas e Serviços de Divinópolis (MG) 06/04/15 114 R$ 1.222,40 nível fundamental Divinópolis (MG) veja edital
Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde (Feaes) 22/04/15 142 R$ 11.664 níveis médio e superior Curitiba veja edital
Instituto Federal Catarinense 24/04/15 200 R$ 9.012,50 nível superior Santa Catarina veja edital
Instituto Municipal de Trânsito e Transporte de Itacoatiara (AM) 30/03/15 34 R$ 880 níveis fundamental e médio Itacoatiara (AM) veja edital
Marinha 30/03/15 1.860 R$ 1.587 nível fundamental Rio de Janeiro, Brasília, Rio Grande do Sul, Belém, Mato Grosso do Sul, Manaus, Natal, Salvador veja edital
Marinha Mercante 29/04/15 80 não informado nível superior Rio de Janeiro e Belém veja edital
Ministério Público do Rio Grande do Sul 09/04/15 cadastro de reserva R$ 10.243,67 nível superior Rio Grande do Sul veja edital
Ministério Público de São Paulo 31/03/15 80 não informado nível superior em direito São Paulo veja edital
Polícia Civil do Distrito Federal 10/04/15 417 R$ 15.370,64 nível superior Distrito Federal veja edital
Polícia Militar de Santa Catarina 31/03/15 658 R$ 4.143,87 nível superior Santa Catarina veja edital
Prefeitura de Alpestre (RS) 03/04/15 59 R$ 6.328,52 todos os níveis Alpestre (RS) veja edital
Prefeitura de Alta Floresta do Oeste (RO) 06/04/15 85 R$ 7.267,77 todos os níveis Alta Floresta do Oeste (RO) veja edital
Prefeitura de Araguaína (TO) 19/04/15 40 R$ 1.621,05 nível médio Araguaína (TO) veja edital
Prefeitura de Araújos (MG) 08/04/15 96 R$ 7.433,54 todos os níveis Araújos (MG) veja edital
Prefeitura de Baependi (MG) 02/04/15 60 R$ 1.777,37 todos os níveis Baependi (MG) veja edital
Prefeitura de Belo Horizonte 02/04/15 731 R$ 7.768,34 níveis médio e superior Belo Horizonte veja edital
Prefeitura de Birigui (SP) 03/04/15 294 R$ 13.140 todos os níveis Birigui (SP) veja edital
Prefeitura de Cacimbinhas (AL) 23/04/15 153 R$ 1.500 todos os níveis Cacimbinhas (AL) veja edital
Prefeitura de Campinas (SP) 31/03/15 43 R$ 2.362,64 nível médio Campinas (SP) veja edital
Prefeitura de Canoas (RS) (1) 06/04/15 62 R$ 10.741,50 nível superior Canoas (RS) veja edital
Prefeitura de Canoas (RS) (2) 01/04/15 98 R$ 2.864,40 nível médio/ técnico Canoas (RS) veja edital
Prefeitura de Canoas (RS) (3) 05/04/15 30 R$ 2.864,40 nível médio Canoas (RS) veja edital
Prefeitura de Canoas (RS) (4) 13/04/15 10 R$ 10.741,50 nível superior Canoas (RS) veja edital
Prefeitura de Carandaí (MG) 16/04/15 64 R$ 4.231,71 todos os níveis Carandaí (MG) veja edital
Prefeitura de Colombo (PR) 01/04/15 131 R$ 1.014 nível fundamental Colombo (PR) veja edital
Prefeitura de Coronel Fabriciano (MG) 16/04/15 211 R$ 1.827,81 todos os níveis Coronel Fabriciano (MG) veja edital
Prefeitura de Cruzília (MG) 31/03/15 122 e cadastro R$ 4.599,32 todos os níveis Cruzília (MG) veja edital
Prefeitura de Dolcinópolis (SP) 13/04/15 49 R$ 6.308,97 todos os níveis Dolcinópolis (SP) veja edital
Prefeitura de Gaspar (SC) 07/04/15 91 R$ 4.640,46 todos os níveis Gaspar (SC) veja edital
Prefeitura de Grajaú (MA) 05/04/15 250 R$ 788 níveis médio e superior Grajaú (MA) veja edital
Prefeitura de Hortolândia (SP) 10/04/15 29 R$ 1.022,67 nível fundamental Hortolândia (SP) veja edital
Prefeitura de Iacanga (SP) 30/03/15 33 R$ 3.997,67 todos os níveis Iacanga (SP) veja edital
Prefeitura de Itacoatira (AM) 30/03/15 34 R$ 880 níveis fundamental e médio Itacoatira (AM) veja edital
Prefeitura de Itaperuçu (PR) 14/04/15 175 R$ 5.606,50 todos os níveis Itaperuçu (PR) veja edital
Prefeitura de Itapevi (SP) 06/04/15 96 R$ 5.951,26 todos os níveis Itapevi (SP) veja edital
Prefeitura de Itupiranga (PA) 17/04/15 386 R$ 1.890 todos os níveis Itupiranga (PA) veja edital
Prefeitura de Juatuba (MG) 16/04/15 83 R$ 2.769,57 níveis fundamental e médio/ técnico Juatuba (MG) veja edital
Prefeitura de Lagoinha (SP) 12/04/15 25 e cadastro R$ 7.368,18 todos os níveis Lagoinha (SP) veja edital
Prefeitura de Luiziana (PR) 01/04/15 23 R$ 4.826,53 todos os níveis Luiziana (PR) veja edital
Prefeitura de Mineiros (GO) 10/04/15 1.013 R$ 8.504 todos os níveis Mineiros (GO) veja edital
Prefeitura de Ministro Andreazza (RO) 09/04/15 39 R$ 6.000 todos os níveis Ministro Andreazza (RO) veja edital
Prefeitura de Nova Resende (MG) 31/03/15 43 R$ 6.955 todos os níveis Nova Resende (MG) veja edital
Prefeitura de Paula Freitas (PR) 12/04/15 60 R$ 2.568,47 todos os níveis Paula Freitas (PR) veja edital
Prefeitura de Piracicaba (SP) 31/03/15 50 R$ 2.241,60 níveis médio e superior Piracicaba (SP) veja edital
Prefeitura de Ponte Alta do Tocantis (TO) 31/03/15 207 R$ 8.000 todos os níveis Ponte Alta do Tocantis (TO) veja edital
Prefeitura de Raposos (MG) 29/04/15 252 R$ 1.792,42 todos os níveis Raposos (MG) veja edital
Prefeitura de Saloá (PE) 30/03/15 134 R$ 3.000 todos os níveis Saloá (PE) veja edital
Prefeitura de Santa Branca (SP) 05/04/15 174 R$ 3.500 todos os níveis Santa Branca (SP) veja edital
Prefeitura de Santa Cecília do Sul (RS) 12/04/15 20 R$ 9.900 todos os níveis Santa Cecília do Sul (RS) veja edital
Prefeitura de Santa Helena de Goiás (GO) 16/04/15 352 R$ 4.334 todos os níveis Santa Helena de Goiás (GO) veja edital
Prefeitura de Santa Luzia (PB) 19/04/15 205 R$ 1.582,16 todos os níveis Santa Luzia (PB) veja edital
Prefeitura de Santa Terezinha (MT) 07/04/15 56 R$ 13 mil todos os níveis Santa Terezinha (MT) veja edital
Prefeitura de Santana do Paraíso (MG) 16/04/15 75 R$ 10.450,01 todos os níveis Santana do Paraíso (MG) veja edital
Prefeitura de São Bento do Sapucaí (SP) 31/03/15 24 R$ 3.800 todos os níveis São Bento do Sapucaí (SP) veja edital
Prefeitura de São Francisco da Glória (MG) 02/04/15 70 R$ 6.145,17 todos os níveis São Francisco da Glória (MG) veja edital
Prefeitura de São José dos Campos (SP) 07/04/15 60 R$ 5.303,19 todos os níveis São José dos Campos (SP) veja edital
Prefeitura de São Paulo de Olivença (AM) 12/04/15 623 R$ 2.121 todos os níveis São Paulo de Olivença (AM) veja edital
Prefeitura de São Tiago (MG) 24/04/15 166 R$ 3.166,31 todos os níveis São Tiago (MG) veja edital
Prefeitura de Sapiranga (RS) 09/04/15 77 R$ 8.774,99 todos os níveis Sapiranga (RS) veja edital
Prefeitura de Senador Amaral (MG) 15/04/15 96 R$ 3.485,96 todos os níveis Senador Amaral (MG) veja edital
Prefeitura de Três Pontas (MG) 26/04/15 263 R$ 10.500 todos os níveis Três Pontas (MG) veja edital
Prefeitura de Trindade (GO) 18/04/15 28 R$ 1.014 nível médio Trindade (GO) veja edital
Previdência Social de Dourados (MS) 08/04/15 8 R$ 3.878,02 médio e superior Dourados (MS) veja edital
Secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Goiás 30/03/15 1.805 R$ 1.308,44 nível superior Goiás veja edital
Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Brotas (SP) 09/04/15 13 R$ 4.097,83 todos os níveis Brotas (SP) veja edital
Serviço Municipal Autônomo de Água e Esgoto de São José do Rio Preto (SP) 13/04/15 120 R$ 4.580,06 níveis médio e superior São José do Rio Preto (SP) veja edital
Serviço Municipal de Saneamento Ambiental Águas de Sarandi (PR) 06/04/15 61 e cadastro R$ 4.080,20 todos os níveis Sarandi (PR) veja edital
Terminais Aéreos de Maringá – SBMG S/A 09/04/15 7 R$ 4.188,23 níveis médio/ técnico e superior Maringá (PR) veja edital
Tribunal de Contas de Sergipe (TCE-SE) 15/04/15 25 R$ 3.101,08 nível superior Sergipe veja edital
Tribunal Regional Federal da 1ª Região 28/04/15 228 R$ 23.997,19 nível superior em direito Brasília veja edital
Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região 30/03/15 1 R$ 27.500,17 nível superior em direito Pará e Amapá veja edital
Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) 12/04/15 43 R$ 3.666,54 todos os níveis Mato Grosso do Sul veja edital

Fonte: g1.com

0

Chikungunya, novo vírus transmitido pelo Aedes, é ameaça real para Codó e Região

aedes_aegypti
Sem uma política de saúde preventiva eficiente as cidades da Região dos Cocais estão com seus hospitais lotados com crianças, adultos e muitos idosos com uma doença nova para os brasileiros, estamos falando do chikungunya, uma doença viral que, num primeiro momento o paciente não pode se automedicar pois a doença e seus sintomas são muito parecidos com a DENGUE e o melhor mesmo é procurar um posto de saúde mais próximo de sua casa. Originário da Tanzânia e amplamente disseminado entre países africanos e asiáticos, o vírus chikungunya fez as primeiras vítimas em solo caribenho e acendeu o sinal de alerta ao longo de toda a América do Sul. Muito parecida com a dengue – inclusive o vetor de transmissão, o mosquito Aedes aegypti, é o mesmo –, a doença também acarreta febre, dor de cabeça e fadiga. A grande diferença está nas dores articulares, que podem acompanhar o paciente por meses. Nos casos mais agudos, essas dores se assemelham à artrite reumatoide e em situações extremas podem levar a deformidades. Essa foi a primeira vez que o vírus foi transmitido no hemisfério ocidental de forma autóctone, ou seja, já contaminou os mosquitos locais.

Conheca-a-febre-chikungunya

Os casos registrados anteriormente foram todos importados por meio de turistas picados em países onde a doença é endêmica (veja quadro). Inclusive, no Brasil foram identificadas, em 2010, três situações como essa. Na época, os viajantes já chegaram infectados vindos da Indonésia e da Índia. Até então não havia nenhuma identificação de contágio dentro do continente americano. Diante da proximidade e das condições favoráveis, especialistas já cogitam a possibilidade de propagação para a América Central e do Sul. “Acho que em cinco anos no máximo ele estará aqui. Mas pode ser antes”, admite o infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein Artur Timerman, umas das principais autoridades no assunto.

Ciente do risco, o Ministério da Saúde (MS) anunciou a implantação do sistema de vigilância e monitoramento da febre do chikungunya no país. Entre as ações adotadas, o órgão emitiu comunicado às secretarias estaduais e municipais de Saúde, alertando sobre as características e sintomas da doença. Segundo informações da Secretaria de Vigilância em Saúde, do MS, um manual está sendo preparado para distribuição entre os profissionais da área. O material trará detalhamento completo das ações que devem ser adotadas com foco na prevenção e controle da doença.

“Uma equipe de médicos foi enviada à ilha de Martinica para atualização clínica no manejo de pacientes, que servirá para capacitação dos profissionais da área de assistência no Brasil”, antecipou a secretaria. As medidas não param por aí. Laboratórios centrais de saúde pública (Lacen) das secretarias estaduais de Saúde vão ser capacitados com técnicas de diagnóstico para servirem de apoio às ações de vigilância, controle e assistência.

GRANDES EVENTOS  
Pedro Vasconcelos, chefe da seção de Arbovirologia e Febres Hemorrágicas do Instituto Evandro Chagas (IEC), único no Brasil preparado para realizar o diagnóstico da doença, informou que uma equipe de profissionais já foi treinada e outra já está sendo formada. Tudo para que, assim que o vírus entrar no país, as ações de contenção sejam colocadas em prática. “O risco de o vírus se disseminar existe. A chance aumenta com eventos, inclusive de áreas onde o vírus já está circulando”, observa Pedro. O especialista lembra que os tipos 1, 2 e 3 do vírus da dengue entraram no país pelo Rio de Janeiro, logo depois do período de carnaval, o que também aumenta o alerta.

PRODUÇÃO DE ANTÍGENO
O Instituto Evandro Chagas é o único laboratório da América Latina a possuir o vírus Chikungunya para produção de antígeno e anticorpos utilizados no diagnóstico da patologia. “Foi firmado um acordo entre o governo brasileiro e dos Estados Unidos para que recebêssemos esse material e pudéssemos realizar a produção local. Desta forma, não dependemos do fornecimento externo”, observa Pedro Vasconcelos. O vírus chegou no Brasil em 2002 e desde então o antígeno e os anticorpos estão sendo elaborados. “Hoje a quantidade que temos vem sendo usada para treinamento. Vamos enviar material para alguns poucos laboratórios que são referência regional, mas a distribuição mais intensa ocorrerá à medida em que os casos forem confirmados”, afirma. A Fundação Ezequiel Dias (Funed), em Minas Gerais, estaria entre os laboratórios candidatos.

Cuidados para afastar o inseto incluem repelente e roupas As ilhas caribenhas estão no topo da lista dos destinos turísticos mais desejados entre os brasileiros. Por isso, vale um alerta para quem pretende visitar regiões onde já foram confirmados casos da febre do chikungunya. “O uso de repelente adequado e roupas são as principais formas de evitar o contágio. Para as praias do Caribe é difícil a adesão a essas medidas de controle, mas os viajantes precisam ficar atentos”, orienta o infectologista responsável pelo checape do viajante do Laboratório Fleury Medicina e Saúde, Jessé Alves. Sem vacina, assim como a dengue, a única forma de impedir a transmissão do vírus é evitando a picada do mosquito. Telas nas janelas, ar-condicionado e mosquiteiro compõem a ação preventiva.

Na praia, o repelente deve ser usado sempre depois do protetor solar. “Dê preferência a produtos que tenham a menor quantidade possível de perfume. Aliás, os cheiros, principalmente florais, devem ser evitados, já que podem atrair os mosquitos”, lembra Jessé. Depois do mergulho, o produto deve ser reaplicado. “O ideal é buscar um repelente com concentração alta da substância ativa. Complexo B e até pílula de alho, que muitos acreditam proteger, são grandes mitos”, alerta o infectologista.

DOR PARECIDA COM REUMATISMO

A fase de incubação do vírus (entre a picada e os primeiros sintomas) pode ser de dois a 12 dias, mas o mais comum é que os primeiros sinais de contágio surjam ainda na primeira semana, a partir de terceiro dia de contágio. Em uma semana, grande parte dos pacientes já apresenta melhoria do quadro, mas não são raros os casos que evoluem e podem prolongar as dores nas articulações. “A complicação da artrite se torna o maior problema. Em casos mais graves, as dores articulares se assemelham ao reumatismo e podem persistir por meses”, afirma o infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein Artur Timerman. Apesar do agravante, a doença dificilmente evolui para óbito, ao contrário da dengue.

Também não apresenta um tratamento específico que atualmente consiste em atacar os sintomas. “É sintomático, para abaixar a febre e reduzir a dor”, reconhece o infectologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz Stefan Cunha Ujvari. Segundo o especialista, durante a fase de infecção, em que a pessoa apresenta o sintoma de febre, aumentam as chances de contágio do mosquito que venha a picar o paciente. “Basta que uma pessoa esteja contaminada e que um mosquito a pique para que a doença inicie seu processo de propagação. Caso como esse aconteceu na Itália, quando apenas um turista voltou contaminado e, depois dele, surgiram vários outros casos”, afirma Stefan.

1952
ano em que o vírus foi registrado pela primeira vez na Tanzânia

1951
casos registrados nas ilhas caribenhas desde a confirmação das primeiras vítimas

morte confirmada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na ilha Saint Martin