0

Rafael Leitoa avalia positivamente reunião com o secretário Jefferson Portela, em Timon

Assecom/ Dep. Rafael Leitoa

Rafael Leitoa avalia positivamente reunião com o secretário Jefferson Portela, em Timon

Prefeito Luciano apresenta ao Jefferson Portela e Rafael Leitoa, sistema de monitoramento de vídeo, como reforço na segurança em Timon | foto:Nonato Castro/ Assessoria

Na manhã da última sexta-feira (25), quem participou da reunião no auditório do Centro de Treinamento Professor Wall Ferraz, em Timon, viu de perto o empenho do deputado Rafael Leitoa (PDT) na busca por melhorias na segurança pública da cidade.

No evento, que contou com a presença do secretário de Segurança, Jefferson Portela e assessores, dos promotores de Justiça, Fernando Antônio, Eduardo Borges e Antônio Borges, Polícia Militar e Civil, 13 delegados, Guarda Municipal, secretários municipais, vereadores e população.

Na reunião, o deputado Rafael Leitoa relembrou ações de seu mandado, junto ao governo do estado e Secretaria de Segurança. Lembrou ainda que o contexto daquele encontro se iniciou ainda na Audiência Pública realizada pela Câmara de Vereadores de Timon e nas constantes reuniões com o Secretário Jefferson Portela, desde quando o secretário assumiu.

Sobre a necessidade da reunião, Rafael Leitoa ressaltou que o poder público necessita sentir de perto os anseios e pautas da população. “Como resultado deste encontro, vamos pautar positivamente, com propostas palpáveis, que possam ser executadas e que possamos apresentar à cidade de Timon”, reforçou o deputado.

Ao lembrar que a segurança pública de Timon é um problema de todos, independentemente de coloração partidária, Rafael Leitoa foi muito aplaudido. Em relação ao abandono social, o deputado informou que é impossível falar em abandono sem citar o CAIC e a falta de conclusão do Centro Profissionalizante, pelo governo de Roseana Sarney.

“Gostaríamos de construir um polo da UEMA em Timon, infelizmente ainda não conseguimos. A ausência do governo do estado, durante os mandatos da ex-governadora, em muito prejudicou nossa cidade, mas nosso trabalho como parlamentar tem como meta tornar permanente as ações do Governo do Estado na cidade.  Como prova, somando ao secretário Jefferson, já passam de vinte secretários do governo Flávio Dino em vista à Timon. Isso demonstra uma atenção especial do Governador Flávio Dino com o nosso município”, afirmou Rafael Leitoa.

EDUCAÇÃO

Rafael confirmou ainda a reforma do CAIC como escola de tempo integral, com o projeto já entregue pela Prefeitura de Timon e aprovado pelo Governo do Estado, assim como a escola profissionalizante que está em fase de conclusão.

O deputado lembrou de uma reunião com a secretária Áurea Prazeres, onde ela confirmou a reforma de algumas escolas estaduais em Timon, como a Unidade Escolar Ana Bernardes, recentemente interditada pelo Corpo de Bombeiros, e a Escola do Jacira.

 “Com a instalação dessas escolas, nós vamos retornar o lado social em Timon, abandonadas pelo antigo governo do estado, para que a gente não possa, nem precise construir presídios em Timon.  Chega, não dá mais”, comemorou o deputado.

SEGURANÇA

O anúncio da criação da Delegacia de Narcóticos e a instalação de um Núcleo Regional de inteligência, reivindicações do deputado Rafael Leitoa, foi feito pelo secretário Jefferson Portela. Assim como o envio de 21 policiais para aumentar o contingente policial em Timon.  Para completar, foram entregues 10 motos doadas à PM pela prefeitura de Timon, para auxiliar no combate ao crime na cidade.

Quanto a remoção de policiais de Timon, o deputado informou que no ano de 2015 isso não aconteceu, o ocorrido foi a convocação para uma operação em São Luís. Preocupado com a saída desses policiais, Rafael lembrou que fez várias intervenções junto ao governador de Flávio Dino, porém a ida dos policiais se fazia urgente e necessária.

“Nós recebemos uma fronha para cobrir uma cama king size”, assim comparou o quantitativo de policiais que fazem o patrulhamento em Timon. O deputado alertou que os homens destacados para o presídio de Pedrinhas em 2014, ainda no governo passado, num momento de tensão, foram para pacificar o presídio, não havendo mais essa necessidade nos dias atuais.

Para finalizar, Rafael Leitoa atendeu o pedido dos excedentes do concurso da Polícia Militar de 2012, presentes no evento, e pediu ao Secretário o dobro de convocados para Timon. “O senhor, Secretário Jefferson, afirmou que vai fazer uma nova convocação da PM, peço ao senhor, Secretário, que puxe um pouco mais homens para a polícia Militar de Timon”, reforçou Rafael Leitoa.

0

Inscrições para Seletivo de alunos terminam na quarta, dia 30

banner_site_index-02-01As inscrições para o Processo Seletivo do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) se encerram no dia 30 de setembro, quarta-feira.  A taxa custa R$ 20,00 (vinte reais). O prazo para pagamento é dia 1º de outubro, nas agências ou caixas eletrônicos do Banco do Brasil. A instituição oferece 4.320 vagas para ingresso nos cursos da Educação Profissional Técnica de Nível Médio, em 2016.

Inscrições – Quem deseja concorrer a uma vaga poderá realizar a inscrição on-line no site do IFMA (http://portal.ifma.edu.br/seletivo-unificado/). O interessado deverá preencher o formulário eletrônico e indicar a cidade de realização da prova, o campus em que deseja estudar, a forma de educação (Integrada, Concomitante ou Subsequente ao Ensino Médio); o curso a que deseja concorrer e se pretende se inscrever através do sistema de cotas.  Também é possível efetuar a inscrição presencialmente, nos endereços indicados no edital. Os documentos necessários são CPF e RG do candidato.

Cursos – São 31 cursos, distribuídos em 16 cidades – Alcântara, Açailândia, Bacabal, Barra do Corda, Buriticupu, Barreirinhas, Codó, Caxias, Imperatriz, Pinheiro, Santa Inês, São Luís, São João dos Patos, São Raimundo das Mangabeiras, Timon e Zé Doca. Em São Luís, há vagas em três unidades – Centro Histórico, Maracanã e Monte Castelo.

São oferecidas três formas de cursos técnicos, nos 18 campi. Na forma integrada, o aluno tem a oportunidade de cursar no IFMA ao mesmo tempo o ensino médio e a habilitação técnica. Na Concomitante, o estudante faz o curso técnico no IFMA e cursa o Ensino Médio em outra instituição de ensino. Já a forma Subsequente é destinada às pessoas que já concluíram ou estejam concluindo o ensino médio e pretendem obter uma formação profissional.

Sobre as provas – As provas terão 40 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa e 20 de Matemática. O conteúdo programático que será cobrado na prova encontra-se disponível no edital. A avaliação será aplicada no dia 29 de novembro de 2015.

1

Ex- prefeita de Bom Jardim passa a noite no Complexo de Pedrinhas

Ex-prefeita Lidiane Leite, de Bom Jardim, MA (Foto: De Jesus/ O Estado)

Foto do G1/Maranhão

Diferentemente do que todos esperavam, com a presentação da ex-prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite que estava com a prisão preventiva decretada  e se apresentou junto com três advogados, na sede da Superintendência da Polícia Federal no início da tarde desta segunda, no bairro da Cohama, em São Luís as coisas pudessem ser facilitadas, porém os advogados de defesa foram surpreendidos com a mudança do roteiro traçado para onde a ex-prefeita pudesse ficar quando se apresentasse.

Lidiane Leite deveria ficar detida no Comando Geral do Corpo de Bombeiros em São Luís, mas a justiça através da juíza Ana Maria Almeida Vieira, da 1ª Vara de Execuções Criminais de São Luís (VEP), Lidiane não ficará mais no Comando do Corpo de Bombeiros, a magistrada  alegou que o local não pode abrigar pessoas do sexo feminino. Lidiane deverá  ficar mesmo é no Complexo de Pedrinhas, pelo menos nesta primeira noite.
Em nota, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap) informou que a juíza Ana Maria Almeida Vieira, titular da 1ª Vara de Execuções Penais de São Luís e Corregedora dos Presídios, determinou o recambiamento imediato da presa civil, Lidiane Leite da Silva, para a Penitenciária Feminina, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Na decisão, a magistrada considerou à Sejap que a carceragem do quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) é destinada somente a presos militares masculinos.
0

Dilma diz na ONU que Brasil não possui problemas estruturais e tem como superar dificuldades

Photo

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira, em discurso na Assembleia-Geral da ONU, que o Brasil atravessa problemas conjunturais, e não estruturais, e tem condições de superar as dificuldades, pois a economia é mais forte do que há alguns anos.

Primeira chefe de Estado a discursar na 70ª Assembleia-Geral, Dilma dedicou parte de sua fala à política de ajuste fiscal adotada pelo governo para equilibrar as contas públicas, que, segunda ela, vai garantir a retomada do crescimento.

“Propusemos cortes drásticos de despesas e redefinimos nossas receitas. Todas essas iniciativas visam reorganizar o quadro fiscal, reduzir a inflação, para consolidar a estabilidade macroeconômica, aumentar a confiança na economia e garantir a retomada do crescimento com distribuição de renda”, disse na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

Em meio a um quadro de recessão econômica e crise política, Dilma disse que o país tem condições de superar as dificuldades atuais, pois conta com uma economia “mais forte, sólida e resiliente do que há alguns anos”. Segundo a presidente, o Brasil não tem problemas estruturais graves, mas sim conjunturais.

Dilma, no entanto, afirmou que a política econômica que vinha sendo adotada no país se esgotou por fatores internos e externos.

“Por seis anos, adotamos um amplo conjunto de medidas reduzindo impostos, ampliando o crédito, reforçando o investimento e o consumo das famílias. Esse esforço chegou a um limite tanto por razões fiscais internas como por aquelas relacionadas ao quadro externo”, disse

Dilma também fez menção em seu pronunciamento ao combate à corrupção, dizendo que não é tolerada pelo governo nem a sociedade, e defendeu as conquistas democráticas no país.

“Queremos um país em que os governantes se comportem rigorosamente segundo suas atribuições, sem ceder a excessos. Em que os juízes julguem com liberdade e imparcialidade, sem pressões de qualquer natureza e desligados de paixões político-partidárias, jamais transigindo com a presunção da inocência de quaisquer cidadãos”, afirmou.

Fonte: Agência Reuters

 

0

PM prende acusado de assaltos, arrombamentos e até suspeito de práticas de homicídios

IMG-20150927-WA0075_resized

André Silva dos Santos – 27 anos

A Polícia Militar de Codó prendeu neste domingo, André Silva dos Santos, 27 anos, morador do Bairro São Raimundo. Apesar da pouca idade, André já tem uma ficha longa no mundo do crime, são atribuídos a ele crimes  que vão desde arrombamentos a residências e comércios, assaltos a mão armada, roubos de motos até à prática de homicídios aqui em Codó como também em Caldas Novas-GO.

Na foto acima, André pousa de coitadinho, parece até um ser inofensivo, mas, quem foi vítima dele sabe o quão violento é, e de posse de arma de fogo, agride, humilha e até mata quem ousa ameaçá-lo. Se as investigações forem a fundo vão descobrir que este homem tem envolvimento com alguns homicídios na cidade, principalmente os ocorridos na Trizidela nos últimos anos.

FORAGIDO

IMG-20150927-WA0078_resized

Come Milho, comparsa do André em ações criminosas em Codó- ainda encontra-se foragido

Outro que está na mira da polícia é o elemento conhecido pela alcunha de “Come Milho”, comparsa de André, tem envolvimento nos mesmos crimes e na maioria deles, os dois agiam juntos. Neste final de semana “Come Milho”, praticou um ato de violência sexual contra uma mulher no Bairro São Raimundo, o criminoso aproveitou o momento em que a vítima tentava entrar em casa.

“Come Milho”, para quem não sabe, mantinha laços estreitíssimos com Francisco das Chagas Fontes Luz, que no dia 21/06 deste ano, foi assassinado a tiros numa emboscada na zona rural da cidade de Coelho Neto.

Net_Chaguinha_Oliveira_20131208

Chagas – Morto em Coelho Neto em junho

Chagas, era suspeito de tráfico de drogas nas cidades de Codó, Timon e Coelho Neto, além de ter praticado homicídios em Codó, contra ele pesava várias acusações de crimes de ameaça e homicídios, Chagas era uma pessoa fria e foi uma pessoa que comprou briga contra os ciganos de Codó e era temido por muitas pessoas, Chagas gozava de prestígio entre empresários, políticos e policiais da cidade, nunca foi preso em Codó, porque quando saia mandados contra ele, as informações vazavam de forma misteriosa e ele fugia.

A prisão de “Come Milho”, ocorrerá em questão de tempo, basta agora que a população ajude na prisão deste monstro que vem aterrorizando o bairro da Trizidela e que os crimes praticados por eles possam ser elucidados.

0

Homem é morto pelo ex-enteado no bairro Codó Novo

IMG-20150927-WA0068_resized

Imagem cedida pelo repórter policial Sena Freitas

Por volta das 9h deste domingo, a polícia e SAMU foram acionados para atender uma solicitação de populares da Rua São Miguel, bairro Codó Novo, dando conta de que um homem havia sido vítima de arma branca (facão), com um golpe nas costas. De acordo com informações levantadas pelo repórter policial Sena Freitas e enviadas ao Blog do Bezerra, trata – se de Wilame Pereira da Silva, 32 anos, morador do Distrito Km 17 que veio passar o final de semana com familiares.

O principal suspeito de ter praticado o crime é um ex enteado da vítima identificado apenas por Douglas, que após desferir o golpe mortal fugiu e até agora não foi localizado pela polícia. Um provável motivo que tenha ocasionado o crime tenha sido por conta da vítima estar querendo vender uma casa que pertence também à mãe do criminoso e isso vinha gerando sérias discussões entre os dois.

Não mostraremos as imagens da vítima já sem vida, pois, as cenas são fortes e podem causar comoção ao leitor.

 

 

 

0

Superlua e eclipse fazem espetáculo em dose dupla no céu

Leandro Couri/EM/D.A.Press

Um dos principais e mais belos eventos astronômicos do ano acontece na noite deste domingo (27). Nele, é possível observar um eclipse total da Lua (quando ela fica totalmente encoberta pela sombra da Terra), junto com uma Superlua (momento em que o satélite está o mais próximo possível do planeta). Essa coincidência é relativamente rara – a última foi em 1982 e irá acontecer novamente apenas em 2032, de acordo com a Nasa.

Durante o eclipse total, a Lua adquire uma cor entre o alaranjado e o vermelho, o que dá ao evento o nome informal de “Lua de Sangue”. O tom surge no satélite porque quando a radiação do Sol passa pela atmosfera terrestre, ela é filtrada e ganha a cor vermelha – é o mesmo fenômeno que ocorre durante o pôr do Sol.

Visível em toda a América do Sul, partes da América do Norte, Europa, Ásia e África, o eclipse também pode ser observado em todos os Estados do Brasil.

0

Corte no orçamento prejudicam projetos e segurança

HD_2011052016322219.05.11.aula_inaugural_planteq___virginia_do_erre__18_
A execução de projetos estratégicos do Exército brasileiro está ameaçada por causa dos cortes orçamentários, alerta o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas. Segundo ele, o que mais preocupa é o Sistema Integrado de Monitoramento das Fronteiras (Sisfron). Planejado para ser implantado ao longo de dez anos, os investimentos começaram há dois anos, mas dos R$ 10 bilhões previstos, apenas 7,2% foram aplicados até agora.
O Sisfron vai monitorar quase 17 mil quilômetros (Km) de fronteiras, 27% do território nacional e quando estiver em pleno funcionamento não ficará restrito às Forças Armadas. A ferramenta desenvolvida para coibir especialmente o tráfico de drogas e armas, por meio de um sistema de inteligência de comando e controle e integração de operações, também estará à disposição da Polícia Federal, secretarias de Segurança Pública dos estados, Força Nacional de Segurança Pública, além de órgãos ambientais, de vigilância sanitária e de defesa indígena.
“Temos 17 mil quilômetros de fronteiras com países produtores de cocaína e maconha. A Polícia Federal estima que 80% da criminalidade urbana está ligada direta ou indiretamente à droga. Aqueles arrastões que nós vimos no Rio de Janeiro, no último fim de semana, aqueles meninos que estão ali furtando um celular ou alguma outra coisa, com certeza é para trocar por droga. Temos que pensar seriamente nessa questão do narcotráfico. É um problema seríssimo, que está sem visibilidade. Estão descoordenados os órgãos federais que têm responsabilidade sobre isso”, disse o general Villas Bôas, ao participar de uma audiência na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado na última quinta-feira (24).
Além do Sisfron, outros projetos estão atrasados. O de defesa cibernética deveria ter ficado pronto no ano passado, mas agora tem previsão para 2017.“Para vocês terem uma ideia, na Copa do Mundo foram neutralizados 756 ataques cibernéticos contra os sistemas que estavam sendo utilizados diretamente. No Brasil, ocorre, mais ou menos, 1,6 milhão de ataques a sistema cibernético por ano; 51% são contra sites do governo. Temos aí 25 empresas envolvidas, vamos proporcionar segurança de rede, visando proporcionar a capacitação para setores cibernéticos e visando, principalmente, a segurança das infraestruturas críticas. O setor elétrico, por exemplo, vocês imaginam um blecaute no país provocado por um ataque ao sistema elétrico?”, disse o militar.
Os projetos que fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Defesa também foram afetados. O Sistema Proteger, com um deficit de R$ 200 milhões, é um deles, disse o general. Ele é uma espécie de Sisfron para todo o território nacional, de proteção de infraestruturas estratégicas.
Apesar das dificuldades, o comandante do Exército destacou que ministro da Defesa, Jaques Wagner, tem se esforçado para reduzir o impacto desses cortes sobre a pasta e que tem demostrado muita sensibilidade às questões que envolvem a área.“A solução para isso foge à esfera do Ministério da Defesa, está acima disso. Se me perguntarem qual seria a solução, diria que estamos no limite. Se tirarmos um real desses projetos as empresas vão ter que descontinuar os projetos. Então, a solução me parece que foge, extrapola, a questão financeiro-orçamentária. Há que se buscar [uma alternativa]. Não foi dado calote porque os contratos vêm sendo renegociados. E acho que temos que partir para novas renegociações”, admitiu o general Villas Bôas.
Ele acrescentou que as renegociações, para que haja novos créditos, novos financiamentos, precisam envolver outras esferas, além do governo, como as empresas e federações, como a da Indústria de São Paulo ( Fiesp). “Talvez na área fiscal se possa renegociar isso, fazer algumas renegociações para que as empresas não percam essa capacidade [ de execução dos projetos], mas acho que estamos vivendo uma ameaça, sim, de nós perdermos todo esse capital que conseguimos”, afirmou.
Correio Brasiliense
0

Marta Suplicy agora é PMDB e disse que Temer vai reunificar o país

correio braziliense
A senadora da República, Marta Suplicy, filiou-se neste sábado (26/9) ao PMDB em cerimônia no Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Tuca). O evento contou com liderança nacionais do partido como o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (RJ), o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), e do presidente da República em exercício, Michel Temer.
“O PMDB soube devolver a nós o que há de mais valioso na vida, a liberdade, o direito de ir e vir, de mudar de ideia. Isso já foi mencionado, e foi uma das coisas que eu mais gostei do PMDB. Eu senti que eu caibo por causa disso, é um partido amplo”, disse a senadora em seu discurso.
Marta falou também falou sobre a sua saída do PT, em abril. Segundo ela, a relação com o partido era conflituosa e sem perspectiva de melhora. “Vocês sabem que tem algumas decisões na vida que são muito difíceis, não são fáceis de serem tomadas. Mas eu sempre tive como norma que diante de relações conflituosas sem a menor perspectiva de melhora, e que ferem os nossos princípios, o melhor caminho a se tomar, por mais doído que seja, é o do rompimento”, disse.
A senadora disse que decidiu ingressar no PMDB após uma conversa com Michel Temer, a quem Marta chamou de líder conciliador. No seu discurso ela criticou a corrupção e disse que Temer poderá reunificar o país.
“A gente quer um Brasil livre da corrupção, livre das mentiras, livre daqueles que usam a política como meio de obter vantagens pessoais. Afinal, estou no PMDB do Doutor Ulysses, que democratizou o país. E no PMDB do doutor Michel, que vai reunificar o país”.
Marta disse ainda que manterá o foco da sua atuação nas pautas sobre as mulheres e os desassistidos. E pediu apoio ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha, para a aprovação do projeto de lei de cotas para mulheres no Legislativo. “Passou no Senado mas, sem a cooperação do presidente da Câmara, nós não conseguiremos”.
A senadora Marta Suplicy deixou o PT em abril deste ano, onde estava desde 1981. Nesse período, foi deputada federal prefeita de São Paulo, ministra do Turismo, durante o segundo mandato do governo Lula, e ministra da Cultura na gestão da presidenta Dilma Rousseff.