0

Sonho realizado – Policiais do 17° BPM recuperam motocicleta roubada e entrega a proprietária

moto recuperada

Maria Madalena Saldanha – No Pátio do 17° BPM recebendo sua moto após ação da PM

Parecia impossível, mas o sonho de dona Madalena de encontrar sua motocicleta que havia sido roubada há 14 meses na cidade de Codó foi realizado. “Comprei minha moto e em pouco tempo ela foi roubada”, disse a proprietária ao ver seu patrimônio no pátio do quartel da PM.

No dia anterior (21/02), policiais militares do Serviço Reservado da PM de Codó, receberam uma denúncia de que na Zona Rural de Codó havia uma localidade próximo à Boa Vista do Procópio, onde por lá teria algumas motos com indícios de roubo. Imediatamente, foi realizado o monitoramento da área e e na tarde do dia 21/02 uma Operação foi montada para tentar localizar as motos irregulares.

Ao chegar na localidade, foram encontradas cinco motocicletas e um veículo, este último, com Mandado de Busca e Apreensão, já as motocicletas haviam duas com os chassis adulterados e as demais com registro de roubo ou furto, dentre essas a motocicleta POP de dona Madalena.

De acordo com o Comandante do 17° BPM, Ten Cel Jurandy, as ações voltadas para o combate a essa prática criminosa deverão ser intensificadas com rondas também na Zona Rural de Codó e coloca o serviço de denúncias à disposição da população através do Whatts Denúncias (99) 999771540.

0

Vereador baixa nível com palavrão em plenário durante sessão, e por coisas piores ninguém foi caçado

Uma tempestade num copo com água, assim podemos definir a repercussão da “porra” soltada em pleno pronunciamento na última sessão da Câmara Municipal de Codó.

Mostrando-se descontrolado, e talvez confundindo o local de trabalho, o vereador Delegado Rômulo, achando que estava na função de delegado no cumprimento de um “Mandado Judicial”, pronunciou, uma palavra que em alguns contextos não tenha um sentido tão pesado, quanto o do momento de uma Sessão Legislativa, onde a quantidade de ouvidos centrados no que estava em debate, nem tenham captado o contexto.

Acostumados com pronunciamentos recheados de erros de concordâncias e quebras de protocolos, as sessões na Câmara Municipal de Codó nos trás situações inusitadas, engraçadas e até ridículas. Cenas de desrespeito ao pudor, da ética e da responsabilidade marcaram ao longo dos tempos aquela Augusta casa num palco de circo, teatro e até roud. Quem por exemplo, não lembra das cenas de pancadaria em que vereadores foram aos tapas?

Pois é, agora uma “porra” dita em um local que deveria ser de debate de idéias e de elaboração de políticas educacionais e de segurança, por exemplo, acabou sendo transformado num ambiente hostil e de guerra.

A pergunta que fica, é a seguinte:

Será que algum vereador terá coragem de votar a favor de um pedido de cassação de um colega, por conta de um palavrão?

Bom meus amigos, isso pode ser apenas fogo de palha, mas serve para mostrar por um lado que, coisas piores já aconteceram naquela casa, inclusive práticas criminosas de desvio de recursos, porém, nenhum deles teve a coragem de abrir a boca e rasgar o verbo em favor da ética e da honestidade, para trazer à tona o lado podre da política de lá.

Quem não lembra dos funcionários fantasmas? Isso também não seria quebra de decoro?

 

0

Secretário Estadual de Meio Ambiente visita obra do Parque Ambiental e promete solução dos problemas imediatamente

macelo coelho

No início da tarde de ontem, o Secretário Estadual de Meio Ambiente, Marcelo Coelho esteve em Codó para intermediar uma negociação com os moradores da Trizidela que estão sofrendo com as consequências  das chuvas da má execução da obra do polêmico “Parque Ambiental”. Ao chegar no local, o secretário foi hostilizado pelos manifestantes e não resolveu ir logo para o diálogo, foi primeiramente vistoriar os estragos para dar uma resposta à altura das reivindicações.

Acompanhado de assessores e alguns vereadores oportunistas, que não tiveram coragem de comparecer logo no início das manifestações, Coelho esteve respondendo aos questionamentos dos moradores e dos membros da imprensa local. Mesmo sendo o representante oficial do governo do estado, o secretário não trouxe muita segurança se de fato os problemas dos alagamentos serão resolvidos.

De imediato, o secretário não culpou a empresa que realiza a obra por utilizar manilhas inadequadas para escoar a água das chuvas, tão pouco assumiu a responsabilidade de acabar uma fonte natural de captação de água do local, mesmo que em pequena escala, haja vista que desobedecer  ciclo natural da água pode ser perigoso, ainda mais da forma como está sendo realizado o serviço, com aterramento.

Para confortar os moradores, Marcelo Coelho garantiu que os reparos iniciarão imediatamente, mas não se sabe ao certo se de fato os problemas serão solucionados, o que podemos adiantar é que não é preciso ter passado de quatro a seis anos sentados numa cadeira na faculdade de engenharia ambiental, para saber que aquilo anda longe de ser uma obra ambiental e que os moradores podem preparar os tijolos para suspender seus móveis dentro de casa, pois as chuvas apenas começaram a cair em nossa cidade.

 

0

Inscrições para primeira edição do Novo Fies já estão abertas; prazo vai até 28 de fevereiro

Candidatos ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o primeiro semestre de 2018 já podem fazer suas inscrições, exclusivamente pela internet, a partir desta segunda-feira, 19. O prazo vai até as 23h59 de 28 de fevereiro. No total, serão ofertadas 310 mil vagas, sendo 155 mil para os primeiros seis meses do ano.

O Novo Fies, sancionado em 7 de dezembro de 2017 pelo presidente Michel Temer, é um modelo de financiamento estudantil moderno, que divide o programa em diferentes modalidades, oferecendo condições a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. Do total de vagas ofertadas, 100 mil terão juros zero para os estudantes que comprovarem uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

As outras duas modalidades, chamadas de P-Fies, destinam-se a estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos. Para atender a essa parcela de candidatos, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

A principal mudança no programa é a transparência nas informações. E mais: os candidatos incluídos na situação das vagas com juro zero começarão a pagar as prestações respeitando o seu limite de renda. Dessa forma, os encargos diminuem consideravelmente. O estudante agora terá a possibilidade de pagar o financiamento respeitando sua condição de vida.

Seleção – Para poder concorrer a uma vaga, o estudante deverá cumprir por antecipação os seguintes requisitos: ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no site do Fies Seleção. Em caso de pré-seleção em uma das vagas disponíveis para financiamento, o estudante deverá complementar informações da sua inscrição e, posteriormente, fechar a contratação do financiamento.

Poderão ser financiados os cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) ofertados pelas instituições de ensino superior participantes do Fies. Também poderão participar do programa os cursos que, ainda não avaliados pelo Sinaes, estejam autorizados para funcionamento pelo cadastro do MEC. Durante o curso, o estudante deverá ter rendimento para ser aprovado em todas as matérias.

Resultados – O resultado será publicado em 5 de março, em chamada única. No caso dos estudantes inscritos pelo P-Fies, a relação de selecionados sairá em 12 de março. Com exceção do P-Fies, os candidatos não convocados poderão manifestar interesse por lista de espera entre 6 e 30 de março.

Obtenha outras informações no hotsite do programa

Acesse o Fies Seleção

Fonte: MEC

0

Enquanto em Codó o governo destrói as lagoas, escolas podem participar da “V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA)”

Atenção Gestores mobilizem suas escolas para participar de uma ação tão nobre que é a V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente – V CNIJMA, cujo tema é “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando das Águas”. Sua escola está convidada ao desafio de estudar sobre o tema e elaborar um projeto de ação, envolvendo estudantes, profissionais da educação e toda a comunidade escolar para dialogar, refletir e agir.

O prazo para a realização da Conferência na escola, quando a comunidade escolar deverá escolher um único projeto de ação, é dia 31 de março de 2018 e o prazo para registrar esse processo no site do MEC é dia 03 de abril de 2018!

0

PAZ EM CASA | Semana vai concentrar julgamento de casos de violência contra a mulher

m_19022018_0943

Diversas comarcas do Maranhão participam, no período de 5 a 9 de março, da Semana da Justiça pela Paz em Casa, programa nacional instituído pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que objetiva concentrar esforços para impulsionar processos que envolvem casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres.

No Maranhão, a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça (CEMULHER/TJMA), presidida pela desembargadora Ângela Salazar, é responsável pela coordenação do Programa. Entre as unidades participantes estão a 1ª e 2ª Varas de Combate à Violência Doméstica e Familiar de São Luís, além de outras do interior que possuem essa competência.

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, solicitou aos juízes de todo o Estado o levantamento sobre a quantidade de processos agendados para audiências preliminares, audiências de instrução, concessão de medidas protetivas de urgência à ofendida, sessões do Tribunal do Júri, assim como outros atos processuais que envolvam a matéria, como casos de feminicídios e outras ações que serão realizadas nas comarcas durante a Semana.

O corregedor reforça a importância da atenção especial dos juízes do Estado, no sentido de participarem da união de esforços, que terá um resultado importante na garantia dos direitos das mulheres em situação de violência. “É fundamental o engajamento de juízes e servidores nesse tipo de campanha, com grande relevância social”, frisou.

PROGRAMA – A Campanha Justiça pela Paz em Casa foi criada em 2015 como um esforço concentrado de julgamento de casos de violência doméstica e familiar contra as mulheres realizado pelos vinte e sete tribunais de justiça.

Na última edição, ocorrida em todo o país entre os dias 20 e 24 de novembro de 2017, quase 18 mil processos referentes à violência doméstica contra a mulher tiveram andamento. O número representa 2% dos processos em tramitação na Justiça brasileira, que somam 900 mil causas sobre esse tipo de violência. No período, houve a concessão de 6,4 mil medidas protetivas e o julgamento de 11 mil processos.
As semanas marcam, respectivamente, três datas importantes de sensibilização pela igualdade de gênero: o Dia Internacional da Mulher (8 de março); a data de sanção da Lei n. 11.340/2006 (7 de agosto); e o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres (25 de novembro).

Este ano, as Semanas acontecem de 5 a 9 de março; de 20 a 24 de agosto; e de 26 a 30 de novembro.

Fonte: Assessoria de Comunicação do TJMA

0

Sem a reforma da previdência, Temer apresenta Plano B com quinze projetos para área econômica

Impossibilitados de votar a proposta para a Previdência, ministros e líderes da base anunciam quinze projetos para a área econômica

michel-temer-rodrigo-maia-conferencia-brasilia-05

Com a suspensão da reforma da Previdência, o governo anunciou nesta segunda-feira uma pauta alternativa para a área econômica. Ministros e líderes governistas no Congresso apresentaram quinze projetos considerados importantes para o país do ponto de vista fiscal.

A proposta de mudança nas aposentadorias teve sua votação suspensa por causa da intervenção no Rio de Janeiro, prevista para durar até o fim do ano. A Constituição impede mudanças em seu texto durante períodos de intervenção federal – a reforma da Previdência foi enviada via proposta de emenda constitucional.

Entre os projetos que passaram a ser considerados prioritários pelo governo estão a simplificação tributária (reforma do PIS/Cofins); o marco legal de licitações e contratos; o programa de recuperação e melhoria empresarial das estatais; a privatização da Eletrobras e a nova lei de finanças públicas.

Governo

De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, a decisão foi tomada pelo presidente Michel Temer após constatada a impossibilidade de tramitação da reforma durante a intervenção no Rio. “À luz das ponderações, tivemos de concluir que não se poderia iniciar a discussão que tínhamos programado para hoje, da reforma da Previdência”, afirmou. “Diante disso, o presidente solicitou, e tanto os líderes quanto os presidentes do Senado e da Câmara elencaram, o que poderia ser uma pauta micro e macroeconômica, para nós passarmos imediatamente a trabalhá-las.”

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o pacote de medidas pode ser mais eficaz no curto prazo que a própria reforma previdenciária. “A Previdência é a proposta mais fundamental, mas tem efeito cumulativo. Essas medidas equacionam solução de curto prazo do Brasil”, disse Meirelles.

De acordo com o senador Romero Jucá (MDB-RR), os presidentes da Câmara e do Senado farão um “esforço concentrado” a partir do mês que vem para tramitar todos os temas da pauta prioritária, a pouco mais de dez meses para o fim do governo. “Esses quinze pontos definem uma prioridade política e econômica. A reforma não pode ser votada, mas existem pontos que vão melhorar o ambiente fiscal, de negócios, que dará condições para o país responder ao que diz respeito às transformações”, acrescentou o senador, líder do governo na Casa.

Confira abaixo os quinze projetos da nova pauta do governo:

1. Reforma do PIS/Cofins – Simplificação tributária

2. Autonomia do Banco Central

3. Marco legal de licitações e contratos – projeto de lei (PL) 6814

4. Nova lei de finanças públicas – PL 295

5. Regulamentação do teto remuneratório – PL 6726

6. Desestatização da Eletrobras – PL 9463

7. Reforço das Agências Reguladoras – PL 6621

8. Depósitos voluntários no Banco Central – PL 9248

9. Redução da desoneração da folha – PL 8456

10. Programa de recuperação e melhoria empresarial das estatais – PL 9215

11. Cadastro positivo – PLP 441

12. Duplicata eletrônica – PL 9327

13. Distrato – PLS 774

14. Atualização da Lei Geral de Telecomunicações

15. Extinção do Fundo Soberano

(Com Agência Brasil)

0

Moradores da Trizidela protestam contra construção de Parque Ambiental

thumbnail_IMG-20180219-WA0093

Um grupo de moradores do conjunto de bairros que compõe a Trizidela, realizaram nesta manhã de segunda feira uma manifestação contra a realização da obra de construção do Parque Ambiental da Trizidela, obra do governo do estado em parceria com a prefeitura de Codó.

De acordo com o grupo, a manifestação se deu em função dos prejuízos causados pela obra, como alagamento de casas e comércios daquela região, a principal via de acesso ao bairro foi bloqueada, em seguida o muro de contensão da obra foi derrubado pelos manifestantes.

IMG-20180219-WA0103

De fato, a obra é irregular desde a sua formalização até a sua execução. O local onde está sendo construído o “Parque Ambiental”, na verdade é justamente onde toda a água das chuvas ficavam armazenadas até ser dado o destino de escoamento e infiltração no solo.

A intensão inicial é de alertar os responsáveis pelo serviço pera que se tome medidas imediatas para resolver a situação dos alagamentos que ocorrem em decorrência de pequenas chuvas.  Caso nada seja feito, o próximo passo será a intervenção da população para parar o serviço.

0

Ele voltou! O Blog do Bezerra retorna com o mesmo estilo trazendo a notícia sem maquiagem

bezerra

Estamos retornando às atividades! No período em que estivemos ausentes nas postagens, muita coisa aconteceu em nossa cidade, mas nossas manifestações nas redes sociais tiveram repercussões ainda maiores do ponto de vista pessoal do titular deste Blog.

Com muito orgulho, tivemos a grata felicidade em ver aqueles leitores anônimos pelas ruas cobrando o nosso retorno o quanto antes, pois nosso posicionamento passou a ser respeitado pela postura ética e de não levantar bandeira partidária e nem paixão por lado A ou B da política local em nossas postagens.

O Blog do Bezerra não vende textos ou publicações, nem mesmo sai fazendo ameaças e tentando extorquir autoridades e pessoas públicas.

Nosso compromisso é com aqueles que veem  em nossas postagens algo diferente em sua estrutura escrita e com uma linha racional  de ideias, de forma a oferecer um outro lado daquilo que antes do nosso Blog, era considerado padrão em quase todos os outros blogs existentes, ou seja, antes do Blog do Bezerra, bastava acessar um, que já tínhamos a ideia do que tinha sido escrito e publicado nos demais, ressalvadas   algumas particularidades.  Portanto, fiquem a vontade para denunciar, criticar, repudiar, respeitar e até sugerir nossa pauta.

Aqui, a notícia só tem um lado, o da informação sem paixão e sem maquiagem! Obrigado a todos!