0

A política distorcida da “Educação Nucleada” da cidade de Codó

escola-codo

Antes de mais nada, precisamos alertar os leitores sobre a forma como está sendo divulgada a questão da “Educação Nucleada” na cidade de Codó. Estamos acompanhando a política educacional realizada na cidade, cuja responsabilidade é do Secretário de Educação, Ciência e Tecnologia do município e com o aval do prefeito.

Ao adotar essa política de remanejamento de alunos, levando-os para locais distantes de suas casas, talvez não seja ainda a forma correta de tentar melhorar a qualidade da educação municipal.

 Nas cidades onde foi implantada o sistema de “Nucleação Escolar”, percebeu se que, só aconteceu a melhoria, onde, não apenas houve o fechamento e remanejamento dos estudantes para escolas melhores, mas também ocorreu a revolução na forma de sistematizar o ensino.

Em Codó, ainda não temos um referencial para avaliar melhorias, pois o processo é lento, e os resultados só poderão ser obtidos a médio ou  longo prazo.

Com a ajuda do Ministério Público, o Executivo recebeu o aval para fechar as escolas de taipa, principalmente aquelas que  possuíam as salas multisseriadas (várias séries ensinadas em um mesmo espaço, e na maioria das vezes por apenas um professor), onde os espaços eram inadequados para o processo de ensino-aprendizagem, as escolas não possuíam banheiros divididos por gênero, nem mesmo merenda compatível com as idades dos estudantes.

Essa era a educação dos últimos ex-prefeitos de Codó, não considero que essa seja a saída para combater o analfabetismo na zona rural. Sem qualificar professores, equipar as escolas, oferecer algo diferente do usual, sem haver o enfrentamento dos vícios da cobiça e do interesse em tirar proveito da desgraça alheia.  De nada vai adiantar torrar dinheiro público, pois virou moda tratar o dinheiro da educação como um patrimônio de poucos.

Para a reflexão, vocês sabem de quem é a maioria dos ônibus que realizam o transporte escolar na Zona Rural de Codó? Pois é, nada mais nada menos do que o homem mais fiel do atual prefeito de Codó, alguém ainda tem dúvida de quem estamos falando?

Pois é, tirar estudantes de um local para outro apenas, de nada adiantará. Vamos dar um exemplo do que está acontecendo em algumas comunidades, há escolas que receberam vários alunos fruto da “Nucleação”, alunos esses que por natureza têm dificuldades de aprendizagem e em muitos casos, analfabetos funcionais, já nas séries finais do Ensino Fundamental, sendo apenas remanejados de um local ruim para outro de mesmo nível, ou seja com nada a oferecer.

Parece que continuaremos na mesma!

Bezerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *