0

Justiça Eleitoral – Prefeito de Codó e vice têm mandatos cassados

zito

A Justiça Eleitoral do Maranhão cassou, no último dia 26, o mandato do prefeito e do vice -prefeito de Codó, José Rolim Filho(PV) e Guilherme Cepas Archer (PMDB), respectivamente, por captação ilícita de sufrágio – a famosa compra de votos  e por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2012.

Em sua decisão, a juíza Gisele Ribeiro Rondon, da 7ª Zona Eleitoral do município, julgou procedente a Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) – posteriormente convertidos em Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME) – ajuizado pela coligação partidária “A vontade do povo”, e cassou os diplomas de Zito Rolim e Guilherme Archer, decretando ainda a perda dos mandatos eletivos da dupla, além de declará-los inelegíveis para os próximos oito anos, e condená-los a  pagarem multa de 20 mil UFIRs.

Em razão de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral ter também declarado nulos os votos obtidos, respectivamente, pelos candidatos a prefeito e vice-prefeito Francisco Nagib Buzar de Oliveira e José Francisco Lima Neres, atingindo dessa forma mais de 50% (cinquenta por cento) dos votos válidos, a magistrada determinou que o TRE-MA marque data para a realização de nova eleição para prefeito de Codó.

Ainda na decisão que cassou os mandatos de Zito Rolim e Guilherme Archer, a titular da 7ª Zona Eleitoral de Codó sugeriu que o presidente da Câmara de Vereadores do município, vereador Chiquinho do SAAE, é o único legitimado a, interinamente, assumir a chefia do Poder Executivo municipal até a realização do novo pleito.

Fonte: www.waldemarter.com.br

Bezerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *