0

Moto Club perde em casa e é desclassificado pelo Imperatriz que segue na Série D

índice

Sob os olhos de quase 5 mil torcedores que compareceram ao Estádio Castelão em São Luis, o Moto Club foi surpreendido e eliminado do Campeonato Brasileiro – Série D pela equipe maranhense do Imperatriz. O resultado foi praticamente definido ainda no primeiro tempo, quando saíram cinco gols.

A equipe rubro negra tinha de tomar a iniciativa do jogo, pois havia perdido a partida de ida em Imperatriz  pelo placar de 2 X 1. Ciente do que tinha de fazer, o técnico motense Luis Miguel escalou um time ofensivo que acabou sucumbindo ao esquema tático do Imperatriz, time este comandado pelo ex técnico do Moto, Marcinho Guerreiro. Marcinho estava no Moto Club há quase 14 meses e conhecia como ninguém de quase todas as fragilidades do rival.

Logo aos 18 minutos do primeiro tempo, o placar foi aberto pelo Papão do Norte com Ramon, que aproveitou um cruzamento de Diego Renan; imediatamente o Cavalo de Aço empatou logo aos 20 minutos com Cloves, que após a saída de bola recebeu a bola no início da grande área e chutou na saída do goleiro Rodrigo Ramos. Iniciou daí a reação do Imperatriz, que daí pra frente foi mais eficiente até fechar o placar marcando quatro gols.

Curiosidades do confronto

A partida entre o Moto e Imperatriz, marcou o reencontro entre as equipes que decidiram o Campeonato Maranhense de 2018, onde o Moto foi campeão, ganhando as duas partidas. Marcinho Guerreiro, atualmente no Imperatriz, estava até o início da Série D na equipe motense, deixando o cargo e dividindo opiniões entre os próprios conselheiros do clube.

Marcinho é o responsável pelo atual plantel rubro negro, sabendo portanto quais as deficiências do Moto, inclusive carregou o ex time mesmo com salários atrasados. O treinador do Imperatriz não declarou mágoa do ex clube, mas que ficou bem nítido no semblante do treinador durante a partida.

O Imperatriz segue na luta por uma vaga na Série C no ano que vem, já o Moto Club fechará as portas para o segundo semestre e com certeza terá dificuldades para sanar a folha de pagamento dos jogadores e comissão técnica, já que o clube não gera receitas com outras atividades.

Escalações:

  • O Moto

    Rodrigo Ramos; Diego Renan, Betão, Ramon e Chico Bala; Sandro Bacabal, Doda e Everlan; Márcio Diogo, Ricardo Maranhão e Val Barreto. No banco de reservas, o treinador conta com Solando, Wesley, Pedro Junior, Rafael Santos, Vitor Salvador, Diego Batata, Rayro, Naoh, Shailison, Jadelson Azul e Luis Felipe. Técnico Luis Miguel

  • Imperatriz

    Jean; Gabriel Paulinho, André Penalva, Michael e Renan; Cloves, Daniel Barros e Eloir; Jefferson Kanu, Kaká e Junior Chicão. No banco de reservas, o treinador conta com Gustavo, Lucas, Anderson, Adauto, Tibiri, Wanderley, Zé Neto, Gabriel Caju, Morango, Michel, Lucas Campos e Wesley. Técnico Marcinho Guerreiro

Bezerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *