0

Novo Legislativo codoense não gera nenhuma expectativa positiva para o futuro

Poucos são os eleitores que acompanham ao longo dos quatro anos o desempenho dos vereadores. Em Codó, já é corriqueiro a mobilização da grande massa de manobra para as galerias quando há votações de matérias polêmicas e às vezes os presentes nem sabe ao certo  o que está sendo discutido.

A atual safra de eleitos não me trás muita expectativa, acontece que um Legislativo sem oposição forte, acaba tornando uma legislatura fraca e impotente no tocante à fiscalização do Executivo Municipal e quando o presidente da casa é eleito através de uma costura de acordos, aí meus amigos é que a coisa fica mais previsível do que muitos imaginam.

Nosso posicionamento do processo eleitoral de 2016, permanece o mesmo, muitas irregularidades e campanhas desleais acabaram coadunando com a eleição de muitos fanfarrões do dinheiro público, e é bom enfatizar que alguns nomes ecoam longe no que tange à idoneidade moral, e vejam só que alguns deles pregarão transparência ao longo de seus mandatos.

A própria legislação nos fala que “os poderes são independestes e harmônicos entre si”, porém, percebemos que ainda falta muito para encontrarmos vereadores leais à população com honra, estamos acostumados a ver um legislativo muito mais preocupado em realizar os desejos de um prefeito do que cumprir seu fiel papel.

E como no Brasil a justiça é refém do próprio sistema político, não podemos esperar nada mais e nada menos de que um trabalho sem novidades, pois se a justiça fosse realmente feita metade dos vereadores eleitos não seriam empossados.

Bezerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *