0

Racha na OAB/MA: Presidente da Ordem instala câmera de vigilância em sala de diretor

Postagem Fernando Pinto

O atual presidente da seccional maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MA), Thiago Diaz, vai ter que se explicar sobre uma denúncia de ato de perseguição e violação de privacidade dentro da própria Ordem.

A acusação contra Diaz veio à tona com ofício expedido pelo secretário-geral da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA/MA), Fernando Antonio Pinto Silva Júnior, solicitando esclarecimentos sobre a instalação de câmeras de vigilância em sua sala.

Para Fernando Pinto, “o procedimento é invasivo, inconsequente e temerário” já que viola a privacidade do secretário-geral.

No ofício, divulgado por Fernando Pinto em seu perfil pessoal no Facebook, o secretário questiona as motivações por trás do estranho esquema de vigilância. “Como é sabido tais câmeras são instaladas em áreas de recepção e corredores e nunca em salas reservadas. Qual o verdadeiro propósito de tal vigilância?”, indaga.

Clima tenso

Além de classificar a medida como “descabida, extemporânea e violadora”, Fernando Antonio Pinto Silva Júnior adverte que a câmera foi instalada sem que houvesse reunião prévia da diretoria sobre o caso. O secretário ressalta ainda que “não há mais democracia e nem reuniões há muito tempo” na OAB/MA, e que a gestão Thiago Diaz “se ‘destaca’ apenas por fatos desta natureza”.

 “Solicito imediatas informações acerca de qual empresa instalou este sistema, o custo total deste negócio, a cópia do contrato realizado e as notas fiscais eletrônicas geradas”, reivindica.

O secretário-geral da CAA/MA Fernando Antonio Pinto Silva Júnior tomou posse no cargo na chapa encabeçada por Diaz. Para muitos, o autoritarismo e o desejo de poder de Thiago Diaz culminou no esfacelou do seu grupo.

O clima anda tão tenso na OAB/MA que no próximo mês de novembro Thiago Diaz vai tentar a reeleição tendo como um dos adversários o vice-presidente da instituição e hoje inimigo, Pedro Alencar, aliado fiel nas eleições de 2015.

Bezerra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *