Unidade de saúde da Rua Marcos Rocha será remanejado e trará transtorno a usuários

20150317_170745_resized_2

Fui procurado por moradores do bairro São José, na Trizidela onde os mesmos relataram que o prefeito Zito Rolim, remanejará a Unidade de Saúde Básica Pedro Celestino Luz, localizado na Rua Marcos Rocha, para o Residencial da Trizidela, Unidade esta que está em construção e está programado para ser inaugurado no dia 16/04, dia em que se comemora o aniversário de emancipação política da cidade de Codó. De fato, tanto usuários como funcionários ainda estão receosos que de fato isto ocorra, pois, se for concretizado, o prefeito estará dando um tiro no pé, pois, vai de encontro à política de criação das Unidade de Saúde que é a descentralização.

As Unidades Básicas de Saúde (UBS) são o local prioritário de atuação das equipes de Atenção Básica (eAB). Desse modo, desenvolve-se uma Atenção Básica à Saúde com alto grau de descentralização e profunda capilaridade no território nacional, o que a deixa sempre mais próxima ao cotidiano das pessoas.

De olho no potencial desta rede, o Governo Federal, em parceria com estados e municípios, está desenvolvendo o Programa de Qualificação da Infraestrutura das Unidades Básicas de Saúde – Requalifica UBS

Saiba mais sobre os fundamentos e diretrizes da Atenção Básica através da Política Nacional de Atenção Básica.

Diante do exposto não consigo entender o que passa pela cabeça de um gestor, que no momento que se tem a oportunidade de expandir um serviço tão essencial à população, como o acesso à saúde, se faz o inverso.

Não adianta ficar com raiva, segundo levantamos, o atendimento que é realizado hoje na Unidade Básica Pedro Celestino passará a ser oferecido no Posto Borborema, na Praça Almirante Tamandaré, que hoje atende um bairro com uma densidade demográfica alta, longas filas diariamente já faz parte  da rotina daquele Posto e os funcionários do Posto da Trizidela, parte dele será removido para a Unidade que será inaugurada no Residencial. Isso ainda vai render muita polêmica.

Educação padrão MEC? Alguém precisa acordar! Estamos matando o sonho dos nossos jovens.

Enquanto o prefeito de Codó permanece com seu projeto de construir ou reformar 18 escolas na Zona Rural do município, na Zona Urbana continuamos com os mesmos problemas que denunciamos aqui em matéria publicada no dia 24/02/2015, https://www.blogdobezerra.com.br/e-hora-de-decretar-falencia-da-educacao-de-codo-e-comecar-do-zero/  , onde mostramos uma fossa estourada no interior de uma escola pública municipal. Parece que o prefeito fez pouco caso, no dia seguinte, três equipes visitaram a Unidade Integrada Municipal Governador Archer, localizada na Trizidela, dando a entender que o problema seria resolvido, em seguida dois trabalhadores passaram cinco dias tentando fazer algum trabalho que resultou na imagem abaixo:

FOSSA2

Hoje a fossa continua estourada e colocando em risco a saúde de todos que ali estudam e trabalham

Infelizmente, a U.I. M. Gov. Archer não tem sua estrutura nos padrões do MEC, inclusive, sem recursos financeiros pois, estão bloqueados por conta de pendências na prestação de contas, o corpo docente juntos com a direção levam no corpo e na raça, encontrando formulas milagrosas para fazer educação. Nem mesmo um projeto pode ser desenvolvido para dar oportunidade de transformação dos alunos em cidadão críticos e atuantes.

Nem vou entrar no mérito do quadro docente das outras escolas, onde, grande parte ainda têm pendências de alguns professores, não vou aqui falar também das estruturas físicas que faltam desabar em cima dos alunos.

Segundo a falácia do prefeito e sua equipe de secretários, a educação do município vai bem. Não sei qual a referência adotada para classificar uma escola em Padrão MEC, no último final de semana, foi publicado em um conceituado Blog da cidade, a inauguração de uma escola pública na Região da Trizidela (Zona Rural), U. I. M Santa Catarina, de acordo com o teor da matéria, mais uma Padrão MEC. Só a frente da escola, com apenas duas janelas, já nos dá uma noção da dimensão do prédio e de fundo nem se fala.

modelo

Escola Padrão MEC com quadro de giz

santa catarina

Blog do Acélio – Fotógrafo Nilton Messias

 

 

 

 

 

 

 

Se formos levar em consideração, que uma escola tem de possuir, além das salas de aula, no mínimo uma, uma secretaria ou diretoria ( digamos que nesta escola as duas funcionem juntas), banheiros com sanitários, uma cantina, e olha que não vou nem questionar o laboratório de informática e multimeios, espaço para lazer, etc, não dá pra imaginar que tenha tudo neste cubículo, isto não chega a ser nem uma maquete de uma escola.

Vou parar por aqui. Ainda estamos anos luz de atraso e retrocesso, pois, esta gestão está fadada ao fracasso e não tem nem respaldo para discutir sobre Padrão MEC de educação.

São Luis – Professores terão salários reajustados em 13,01%

holanda

O prefeito Edivaldo garantiu nesta sexta-feira (20) o reajuste de 13,01% para os profissionais do magistério da rede municipal. O reajuste será retroativo ao mês de fevereiro e será implantado na folha de abril, com previsão de pagamento dos retroativos no mesmo mês.

“Nossa administração tem feito todos os esforços no sentido de assegurar a reposição necessária à categoria do magistério municipal, considerando o caráter essencial do professor no contexto educacional. Nosso gesto é, sobretudo, em respeito aos profissionais e de valorização do servidor para garantir melhor educação dos nossos alunos”, disse o prefeito Edivaldo.

Com a iniciativa, que beneficia mais de cinco mil professores, a Prefeitura repassa integralmente à classe de professores o reajuste divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) para a Lei do Piso Nacional dos Professores da Educação Básica e mantém acima do piso os vencimentos dos educadores.

Para o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho a medida representa a preocupação do prefeito Edivaldo com a valorização do servidor público e com a área da Educação.

“Agradeço todo o trabalho dos educadores e educadoras da rede municipal em prol das nossas crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Que em 2015 tenhamos um ano de tranquilidade e de produtividade, que vai nos permitir dar continuidade ao trabalho de requalificação estrutural das escolas”, disse Geraldo Castro.

O percentual de reajuste, que representa quase o dobro da inflação registrada em 2014, foi concedido após análise da equipe econômica da Prefeitura de São Luís, que realizou estudos de viabilidade visando garantir condições concretas para a implantação do aumento. Desde o início da gestão Edivaldo, a classe do magistério já acumula reajuste de 28,43%.

Em Bacabal clima tenso durante a visita de Comissão de deputados estaduais em vistoria de obras

Uma visita da Comissão de Obras da Assembléia Legislativa do Maranhão, composta pelos Deputados Roberto Costa, Rigo Teles e Carlinhos Florêncio, e ainda do Secretário de Estado da Saúde Marcos Pacheco, realizada no último dia – 19/03 (quinta-feira), pra início de conversa não houve consenso entre qual seria o itinerário percorrido pelos membros da Comissão cujo objetivo principal seria a problemática causada na cidade pelos péssimos serviços prestados pela empresa responsável pela obra de implantação da rede de esgotamento sanitário de Bacabal e a lentidão na conclusão da reconstrução do Hospital Regional Laura Vasconcelos e do HEMOMAR. Para complicar ainda mais, houve em plena via pública, um intenso bate-boca entre Roberto Costa, Carlinhos Florêncio e o vereador Florêncio Neto (PHS).

A discussão foi presenciada pelas demais autoridades e a própria população, e ainda registrada por toda a imprensa, sendo exaustivamente exibida nos canais locais de televisão. O vereador Florêncio Neto- PHS de Bacabal, começou a seguir o deputado em via pública, atacando-o com palavras agressivas e o responsabilizado pelo caus que a cidade enfrenta, e em virtude de Roberto Costa ter sido apoiado pelo atual prefeito Zé Alberto e hoje, segundo o vereador, o Deputado “está cuspindo no prato que um dia comeu”!

O fato é que o caso repercutiu no cenário político estadual de forma muito negativa e existem outras formas de protestos, e não é desta forma que se resolvem os problemas da cidade, esta é uma briga que já dura alguns anos e vai perdurar além de 2016. Florêncio Neto, se intitula hoje como sendo o único vereador de oposição em Bacabal e percebo que ele já busca seu lugar ao sol, uma promoção pessoal para as próximas eleições como pretenso candidato a prefeito, pode escrever que assino embaixo.

 

O que poderia servir de pontapé inicial para uma mudança de cenário acabou indo por água abaixo em decorrência de desentendimentos entre os três deputados estaduais que têm suas bases eleitorais em Bacabal. Roberto Costa (PMDB), Carlinhos Florêncio (PHS) e Rigo Teles (PV) não conseguiram se entender na hora de definir o itinerário que os membros da comissão deveriam seguir durante a vistoria,

Oportunidades – Aeronáutica oferece 142 vagas para nível técnico

aero2

A partir da próxima quarta-feira (25/03) estarão abertas as inscrições para os concursos ao Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento (EAGS-B 1-2/2016) e ao Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento – Modalidade Especial “B” (EAGS-ME-B 2016).

Este ano são oferecidas 142 vagas: 82 para o EASG-B e 60 para o EAGS-ME-B. O candidato poderá fazer sua inscrição somente pela internet, no endereço www.eear.aer.mil.br, até às 15 horas do dia 21 de abril de 2015 (horário de Brasília-DF). A taxa é de R$ 60,00 e a prova escrita está marcada para o dia 31 de maio.

Os concursos são compostos de provas escritas (língua portuguesa e conhecimentos especializados); inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico; prova prática da especialidade; e validação documental.

O candidato não pode ter menos de 17 anos e nem completar 25 anos de idade até 31 de dezembro de 2016, de acordo com a Lei 12.464/2011. Além disso, deve comprovar a conclusão do ensino médio e de curso técnico de nível médio na especialidade a que concorre.

O EAGS-B tem a duração aproximada de 21 semanas, já o EAGS- Modalidade Especial “B” dura um ano. Ambos abrangem instruções nos campos militar e técnico-especializado e são ministrados na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá (SP).

Após a conclusão dos estágios, com aproveitamento, o aluno será promovido à graduação de Terceiro-Sargento (3S) com remuneração bruta aproximada de R$ 3.300,00. Para mais informações acesse o www.fab.mil.br/concursos ou o site da EEAR www.eear.aer.mil.br.

Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento (EAGS-B):

ESPECIALIDADES DO QSS
VAGAS POR ESPECIALIDADE
TURMA 1/2015
TURMA 2/2015
SAD – Administração
35
SEL – Eletricidade
25
SPV – Pavimentação
4
STP – Topografia
4
SOB – Obras
7
7
TOTAL POR TURMA
11
71
TOTAL
82

 Estágio de Adaptação à Graduação de Sargento (Modalidade Especial “B”:

ESPECIALIDADES DO QSS
VAGAS POR ESPECIALIDADE
SIN – SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
15
SEF – ENFERMAGEM
15
BET – ELETRÔNICA
30
TOTAL
60

LOCALIDADES PARA REALIZAÇÃO DAS PROVAS: Belém (PA), Recife (PE), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (BH), São Paulo (SP), São José dos Campos (SP), Campo Grande (MS), Canoas (RS), Curitiba (PR), Brasília (DF), Manaus (AM) e Porto Velho (RO).

Acompanhe aqui os editais:

EAGS-B 1-2/2016

EAGS-ME-B/2016 

Veja fotos das várias áreas de atuação dos sargentos especialistas.

Conheça um pouco mais sobre a EEAR, no vídeo abaixo:

Fonte: www.fab.mil.br/

Você lembra desses deputados? Sabem o que eles vêm fazendo por Codó?

DEPUTADOSAo longo dos anos, temos acompanhado a evolução política dos nossos eleitores, em 2014, como forma desse amadurecimento foi a resposta aos políticos que durante muitos anos estiveram na Assembleia Legislativa do Maranhão e pouco fizeram pela cidade de Codó, como exemplo o ex-deputado Camilo Figueiredo que após infinitos mandatos, favoreceu muito mais outras cidades do que Codó. Das poucas ações parlamentares  de Camilo Figueiredo ao longo de sua vida na AL se resumiu ao período em que seu pai ( Biné Figueiredo) era prefeito de 2005-2008.

Na legislatura atual, cerca de 10 (dez) deputados tiveram expressiva votação, porém, cinco deles foram destaques e já tiveram ações parlamentares na Assembléia. Infelizmente nossa cidade está abandonada por grande parte deles, a principal justificativa é a de que ainda é cedo e a dificuldade financeira fez com que o foco de muitas políticas públicas se tornem inviável.

Ao que sabemos, cada um deputado eleito tem se preocupado apenas com suas bases eleitorais, nos pronunciamentos em sessões os parlamentares têm tido a preocupação de explorar, denunciar e tentado resolver os problemas de suas cidades.

E a nossa?

Esquecimento, aliás, o compromisso que a maioria deles tiveram não foi com a população codoense, e sim, com seus cabos eleitorais. Cada deputado eleito pagou seu preço às pessoas responsáveis por sua campanha, com isso, ficamos reféns de oportunistas que por aqui passaram. Infelizmente, não podemos cobrar nada dos cabos eleitorais, eles não nos representa em nada. Se aproximam dos eleitores apenas nas campanhas.

A exceção tem sido um deputado que tinha tudo para dar as costas para a cidade de Codó, simplesmente pelo fato de não ter tido uma votação pomposa e ter montado uma estrutura para cerca de 10.000 votos, o que não aconteceu. César Henrique dos Santos Pires, codoense que ainda não caiu nos braços do povo, mesmo tendo tido uma atuação superior a muitos colegas daquela casa legislativa, não sei se o fato de ter tido o apoio de um grupo empresarial da cidade, que no meu ponto de vista, tem uma recusa política do codoense, e isso possa estar prejudicando o deputado.

Cesar Pires é um deputado respeitado pelos colegas mesmo tendo sido eleito pela coligação que apoiou o candidato Edinho Lobão e sido líder do governo na gestão de Roseana Sarney, hoje o governador Flávio Dino e seu secretariado reconhece e respeita o experiente deputado.

Ações pontuais desde o início da gestão de Flávio Dino,  como a articulação política para recuperação da MA que liga o Km 17 até Coroatá, à fiscalização de obras e serviços realizadas pelo governo do estado na cidade e na região, ao contrário dos outros deputados que até agora não mostraram ao que vieram.

Outro destaque, é a relação do deputado César Pires  com chefe do Executivo Municipal codoense Zito Rolim, que já foi favorecido com emendas destinadas pelo deputado.

Esperamos que o panorama e a relação dos outros deputados mude e que eles não possam vir a Codó cooptar a população e em seguida cair fora, pois a cada quatro anos o ciclo se repete e a resposta aos oportunistas pode ser dada novamente.

Câmara formaliza ações contra Cid Gomes

O procurador da Câmara, Cláudio Cajado (DEM-BA), deu entrada nesta quinta-feira (19), na Justiça Federal de Brasília, com uma ação de reparação por danos morais contra o ex-ministro da Educação Cid Gomes (Pros-CE).

Cajado também protocolou uma representação, dirigida ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na qual pede que Cid seja acionado judicialmente por três condutas ilícitas.

A primeira por ato que, no entendimento da Câmara, configura crime de responsabilidade (artigo 50 da Constituição Federal): ao deixar de cumprir norma legal expressa no momento em que saiu antecipadamente do Plenário da Câmara dos Deputados, antes de responder a todas as perguntas dos parlamentares inscritos.

A segunda conduta irregular, conforme a representação, por condescendência criminosa (artigo 20 do Código Penal). Se tinha ciência de fatos irregulares, cometidos por eventuais deputados achacadores, caberia a Cid representar ao Ministério Público a esse respeito, sob pena de auto-incriminar-se por omissão.

Ainda na representação, o procurador da Câmara acusa Cid Gomes de ter ferido o artigo 11 da Lei de Improbidade ao faltar com o cumprimento dos princípios de lealdade e honestidade. No documento, ele recomenda que o juiz determine o valor de eventual indenização e que ela seja convertida ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A Procuradoria da Câmara é o órgão encarregado de defender a instituição em demandas judiciais.

Duro Golpe – STF nega equiparação salarial de procuradores e delegados no Maranhão

stf

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou seguimento (julgou inviável) à Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 328, ajuizada pela Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal (Anape) contra dispositivos da Lei 4.983/1989, do Estado do Maranhão, que estabelece isonomia remuneratória entre as carreiras de procurador do estado e delegado de polícia. A entidade também questionava decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) que assegurou aos delegados o direito à equiparação.
A lei questionada pela Anape estabelece equiparação remuneratória entre diversas carreiras jurídicas, incluindo a de procurador do estado e delegados de polícia. Contudo, após a Emenda Constitucional (EC) 19/1998, que deu nova redação ao artigo 37, inciso XIII, da Constituição Federal e vedou expressamente qualquer tipo de isonomia ou equiparação salarial entre servidores públicos, a remuneração dos delegados deixou de obedecer às regras da lei estadual. Entretanto, decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), em ação ajuizada pela Associação dos Delegados de Polícia dos Maranhão (Adepol), determinou o retorno do pagamento de vencimentos em valores equiparados aos dos procuradores.
Em sua decisão, o ministro Marco Aurélio ressaltou que no caso não há pertinência temática, ao observar a ilegitimidade ativa da Anape. O relator lembrou que no julgamento da ADPF 97, em 21 de agosto de 2014, ele votou pela ausência de interesse de agir por parte da mesma associação quanto à norma disciplinadora da remuneração dos delegados de polícia do Estado do Pará.
“Consoante afirmei na oportunidade, não vislumbro em que ponto os interesses da categoria profissional congregada pela associação estariam sendo alcançados por lei que versa a remuneração de categoria diversa”, salientou o ministro. Segundo ele, apesar do entendimento contrário da maioria dos ministros, “continuo convencido não se fazer presente a pertinência temática, que nada mais é do que um interesse jurídico”.
A Anape apresentou recurso (agravo regimental) contra a decisão que negou seguimento à ADPF.

Ginásio Carlos Fernando – Maior ginásio da cidade está fechado por tempo indeterminado

carlos fer

Há menos de um ano após a sua inauguração, o Ginásio Carlos Fernando, localizado no Bairro Primavera está fechado por tempo INDETERMINADO para um trabalho de reposição das placas do piso daquela praça desportiva que estão descolando. Infelizmente alguns secretários municipais não tratam a coisa pública de forma coerente, respeitosa e democrática. O ginásio está fechado e não há sequer uma placa informando o inicio e o término da reforma, isto chama-se publicidade, apenas um pedaço de papel, já desgastado em função do vento e da chuva com os dizeres “fechado por tempo indeterminado”.

Bem aqui ao nosso lado no mapa, a cidade de Caxias, tem tido um padrão em excelência no tratamento do esporte amador e estudantil, independente de quem seja o gestor municipal, as últimas quatro gestões têm tido a preocupação na preservação, manutenção e expansão na construção de praças esportivas para a juventude, em todos os grandes bairros da cidade há um campo de futebol ou um ginásio poliesportivo. IMG-20150317-WA0034_resized

Já aqui em Codó, a segunda grande praça desportiva da cidade está fechada por tempo INDETERMINADO para a reposição de um piso ( a primeira é o Estádio Municipal René Bayma).

Estamos num momento onde as escolas deveriam ter acesso aos locais públicos, pois estão na fase de preparação de seus atletas para o maior evento esportivo-estudantil do estado que é a etapa municipal dos Jogos Escolares Maranhenses  JEMs 2015, e o espaço referência está fechado. E não adianta alguém vir com a justificativa de que o Ginásio Deolindo Rodrigues está à disposição das escolas, isso é pensar pequeno, é mesquinharia.

Falta de manutenção

Em todo espaço físico, se não houver uma equipe para realização de constantes reparos, a tendencia é que a degradação aconteça com maior grau, e é o que aconteceu com o Ginásio Poliesportivo Carlos Fernando, poucos meses após sua inauguração, as placas do piso já haviam começado a se soltar, em média vinte ou trinta placas estariam ameaçadas de desprenderem do solo.

Consultamos um engenheiro especialista na construção de quadras e ginásios, ele me disse que: “o material utilizado no Ginásio do Conjunto Primavera, não obedeceu ao padrão de qualidade, tanto das placas, quanto da marca da cola”.

Finalizando

Não sabemos ao certo quando o Ginásio Carlos Fernando será reaberto. Recebi uma denúncia e vamos apurar e se for contatado, vamos denunciar e se em poucos dias a praça não for reaberta vamos acionar o Ministério Público, pois o patrimônio público não deve ser utilizado ao bel prazer de interesse particular.

 

PROJOVEM – Atenção jovens que estão fora da escola – Dica importante pra você

projovem

A Prefeitura Municipal de Codó, vem intensificando as chamadas em programas de televisão, rádio e agora mais uma ferramenta, através do Blog do Bezerra.

Você que está com a idade entre 18 a 28 anos e ainda não concluiu o Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), e saibam ler e escrever, está sendo oferecido a oportunidade de conclusão desta  escolaridade através do programa do Governo Federal, executado pelas prefeituras municipais através das Secretarias de Educação, o ” PROJOVEM URBANO” , onde são oferecidos cursos onde o aluno terminará o ensino fundamental  integrado com um curso de iniciação profissional, além de ter direito a uma bolsa-auxílio no valor de R$ 100,00 (cem reais).

Então se você se enquadra nos requisitos acima, clique na imagem à esquerda e vejam mais detalhes e caso conheça alguém que esteja nestas condições informe-o sobre esta oportunidade, não perca tempo.