Youssef diz acreditar que Planalto sabia do esquema de financiamento de campanha

O doleiro Alberto Youssef disse nesta segunda-feira (11), em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, que o Palácio do Planalto sabia do esquema de financiamento de campanha investigado na Operação Lava Jato. Ele admitiu não ter provas disso e deixou claro que chegou a essa conclusão ao analisar alguns fatos relacionados ao uso político do esquema de lavagem de dinheiro da Petrobras.

Um desses episódios teria sido um “racha” sobre dinheiro ocorrido entre os líderes do PP – o partido para o qual operava o pagamento do dinheiro desviado da Petrobras – em 2011 ou 2012.

CPI da Petrobras em Curitiba - Alberto Youssef

Youssef admitiu não ter provas; disse que essa era uma conclusão ao analisar os fatos relacionados ao uso político do esquema de lavagem de dinheiro da Petrobras.

 De acordo com Youssef, Paulo Roberto Costa (ex-diretor de Abastecimento da Petrobras) disse a ele que “o Palácio do Planalto” é que iria designar o novo “interlocutor” do partido. O líder do PP, na época, era o deputado Nelson Meurer (PR).

Segundo o doleiro, para resolver o impasse interno no partido, o Palácio do Planalto, com a participação de Paulo Roberto Costa, escolheu o deputado Arthur Lira (PP-AL) para substituir Meurer. Youssef disse que a troca de líderes foi feita por intermédio da então ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e do ex-secretário-geral da Presidência da República Gilberto Carvalho.

O outro fato que o levou a acreditar que “o Palácio do Planalto” sabia de tudo foi o pedido, feito pelo então ministro das Comunicações Paulo Bernardo, de repasse de R$ 1 milhão para a campanha da senadora Gleisi Hoffmann.

Ele disse isso ao ser questionado por um dos sub-relatores da CPI, deputado Bruno Covas (PSDB-SP).

Dinheiro para o PT
Youssef, em depoimento à CPI da Petrobras, disse que fez repasses ao PT a pedido do então diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Porém, ele negou depoimento do próprio Paulo Roberto Costa a respeito de suposto pedido feito pelo ex-ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Pallocci, de repasse de R$ 2 milhões para a campanha de Dilma Rousseff em 2010.

“Não conheço o ex-ministro e nunca conversei com qualquer assessor dele. Se alguém operacionalizou esse repasse, não fui eu”, disse.

Contudo, ele disse ter entregue mais de R$ 800 mil ao PT. O dinheiro foi pago pela empresa Toshiba. “Eu fui contratado pela Toshiba para fazer esse pagamento”, explicou.

Cerca de R$ 400 mil, segundo ele, foram entregues pessoalmente por ele a Marice Corrêa de Lima, cunhada do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. “Mas eu nunca conversei com o Vaccari a respeito disso”, disse.
A segundo parte, em espécie, teria sido entregue no diretório do PT em São Paulo por um funcionário do doleiro, Rafael Ângulo, e por um diretor da Toshiba chamado Piva.

Segundo Youssef, o dinheiro destinado ao PT somou cerca de R$ 800 mil de um total de R$ 1,4 milhão. A maior parte foi destinada ao PT, e o restante para o PP.

A ida de Marice, a cunhada de Vaccari, ao escritório dele teria sido intermediada por Piva. “Ele me pediu para marcar dia e hora para ela ir lá e que ela iria entrar pela garagem. E assim foi feito”, disse.

 

Polícia do México encontra onze bolsas com restos humanos

mexico-corpos-G

Imagem ilustrativa

Um total de 11 bolsas com restos humanos foram encontradas na madrugada desta segunda-feira na Cidade do México, informaram fontes oficiais que investigam o crime.
As autoridades não determinaram quantos cadáveres haviam dentro das bolsas, enquanto vários meios de comunicação indicaram se tratar de duas pessoas.
A descoberta macabra, incomum na capital mexicana, ocorreu na área aduaneira de uma zona ferroviária de Azcapotzalco (norte da capital).
Na madrugada, a polícia relatou “a descoberta de 11 sacos (…) que apresentavam manchas de sangue e alguns estavam amarrados”, informou o ministério da Segurança Pública da Cidade do México à AFP por e-mail.
Já uma fonte da procuradoria confirmou à AFP que restos humanos foram encontrados nos sacos.
“Iniciamos uma investigação preliminar juntamente com a Procuradoria-Geral”, indicou a fonte, que pediu anonimato.
Segundo o jornal El Universal, os sacos continham os corpos de dois homens tatuados. Um agente de segurança teria visto “alguém em um táxi jogar os sacos” entre os vãos dos vagões de dois trens, segundo o jornal.
Os pistoleiros de cartéis de drogas no México muitas vezes assassinam e esquartejam suas vítimas, deixando seus restos em valas comuns. Tais eventos são comuns no campo, mas raramente ocorrem na capital.

Cabo Campos prestigia atividades do Bombeiro Mirim em Ribamar

                                                          

O deputado Cabo Campos (PP), na tarde do último sábado (9), prestigiou a cerimônia de lançamento do Projeto Bombeiro Mirim, em São José de Ribamar. Com o intuito de oferecer uma complementação educacional direcionada para jovens que residem em regiões socialmente vulneráveis, elevando a valorização da cidadania e autoestima,  o Projeto foi lançado na cidade.

“Sou um entusiasta desse projeto, pois proporciona oportunidade para nossa juventude. Dando uma ocupação sadia aos adolescentes e jovens, instruindo-os sobre valores essenciais, evita-se que fiquem nas ruas e caminhem para a marginalidade”, frisou Cabo Campos.

O evento contou ainda com a festa em homenagem às mães. Para Campos essa é essa é um dia onde não se pode ser esquecido. “Dia das mães é todo dia, todo dia devemos comemorar essa data, expressando nosso carinho, respeito e amor por essas pessoas fundamentais em nossas vidas”. Perdi minha mãe muito cedo, mas dou graças a Deus que Ele me deu mais duas outras. “Vamos valorizá-las sempre”, disse.

Tiveram presentes no evento, o secretário de Estado da Segurança, Jefferson Portela,  o comandantes geral, coronel Célio Robertoe, o adjunto do CBMMA, coronel Joabe Pereira, o chefe da coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil e de Programas Sociais, o tenente-coronel Izac Matos, o comandante da 1ª Companhia Independente de Bombeiros, o capitão Sandro Amorim, oficiais, praças e a comunidade local.

SOBRE O PROJETO

Em Ribamar, o Bombeiro Mirim atende a 120 jovens com idades entre 10 e 16 anos. Em todo o Maranhão são cerca de cinco mil beneficiados. A iniciativa consiste em oferecer uma complementação educacional, voltada para jovens que residem em regiões socialmente vulneráveis, promovendo atividades de orientação vocacional, desenvolvimento da personalidade, valorização da cidadania e autoestima.

Assecom do Deputado.

Em audiência pública, Paulo Roberto Costa afirma: “repassei entre 1 a 2 milhões e Lobão quando ele era Ministro!”

trioO ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, afirmou que que repassou propinas que variaram entre R$ 1 milhão e R$ 2 milhões ao senador Edison Lobão (PMDB-MA), na época em que ele era ministro de Minas e Energia. O ex-diretor disse ainda que o dinheiro também tinha como destinatária a então governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB). A declaração de Costa foi dada em resposta à deputada Eliziane Gama (PPS-MA), durante audiência pública realizada pela CPI da Petrobras da Câmara dos Deputados.

“Como se deram estas conversas com o então ministro Edison Lobão e com a governadora Roseana Sarney? Qual o conteúdo destes encontros? Constou neste debate também o pagamento de propinas para a refinaria de Premium?”, perguntou Gama, durante a oitiva.

Paulo Roberto Costa respondeu que a solicitação dos recursos foi feita sem intermediários.

“Fui numa reunião com o ministro Edison Lobão e ele me pediu recursos para ele e para a então governadora Roseana Sarney. Este pedido foi feito pelo ministro Lobão. Não sei se foi um milhão ou dois milhões, mas está na minha delação”, disse Costa.

No pedido de investigação solicitado pelo Procuradoria Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ex-ministro de Minas e Energia, consta trecho da delação de Paulo Roberto Costa que afirmou que metade da propina repassada pelo ex-diretor iria para a campanha eleitoral de Roseana, de 2010, e o restante para o próprio Lobão.

Já a Premium I foi uma refinaria que seria erguida no município maranhense de Bacabeira, cujo projeto se iniciou na gestão do então presidente Lula, mas foi abortado no início de 2015 ainda na fase de terraplanagem. Custou R$ 2 bilhões apenas na fase conceitual e de estruturação do terreno para receber o canteiro de obras.

José Sarney

Eliziane Gama também quis saber detalhes sobre uma afirmação feita no início do depoimento de Paulo Roberto Costa à CPI de que as indicações políticas para cargos da diretoria da Petrobras teriam se iniciado em 1985, início do governo de José Sarney.

“Teria sido José Sarney, na década de 80, o grande estreante, aquele que criou todas as condições favoráveis para este esquema de corrupção bilionário que estamos vendo hoje na Petrobras?”, indagou a parlamentar do PPS.

Paulo Roberto Costa contou que foi no governo de José Sarney que começaram as indicações políticas para as diretorias da Petrobras, mas não soube informar se o esquema de irregularidades em contratos já vigorava à época.

Eliziane Gama perguntou ainda ao ex-diretor da estatal se ele poderia detalhar aquilo que Costa classificou de “sistema podre”, que levou a Petrobras a atual situação financeira.

“Quem está comandando este sistema de desvio de recursos?”, acrescentou a deputada.

O ex-diretor disse que tinha contato com pessoas e representantes de partidos, mas que não havia um comando no esquema de corrupção na estatal. Costa citou o PP, PMDB e PT como beneficiários da corrupção, enquanto ele esteve na diretoria de Abastecimento da Petrobras.

PEC Bengala vai trazer economia de 20 bilhões, afirma Renan

bengala
O Congresso Nacional promulgou nesta quinta-feira (7) a  Proposta de Emenda Constitucional 457/05, conhecida como “PEC da Bengala”, que eleva de 70 para 75 anos a idade para a aposentadoria compulsória de ministros de tribunais superiores e do TCU (Tribunal de Contas da União). Estima-se que a medida evitará, nos próximos anos, o afastamento de pelo menos 20 ministros, entre eles, cinco ministros do STF (Supremo Tribunal Federal).

A PEC foi aprovada na Câmara dos Deputados na última terça (5). Como já havia sido aprovada pelo Senado, ela seguiu diretamente para a promulgação, pois, por ser uma PEC, não precisa da sanção presidencial. A cerimônia de promulgação foi comandada pelo presidente do Congresso Nacional e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e contou com a presença dos presidentes da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do STF, Ricardo Lewandowski.

Renan disse que promulgação da PEC da Bengala não teve motivações políticas. “Os profetas não saberiam o nome do presidente da República de 2015 em função da dinâmica do processo político-legislativo (…) A própria reforma política tramita nas duas Casas do Congresso Nacional há doze anos. Se for aprovado qualquer item, não falta quem ache que se trate de algo contra alguém”, afirmou durante discurso.

A declaração foi entendida como uma resposta ao Palácio do Planalto, que era contra a medida.

O senador aproveitou para alfinetar novamente o governo, desta vez, criticando a proposta de ajuste fiscal. “A aposentadoria compulsória aos 70 anos ficou anacrônica e ela própria está sendo aposentada. Além de evitar o desperdiçar de cérebros, a proposta implica em uma economia estimada de R$ 20 bilhões em cinco anos. Enquanto o Executivo castiga trabalhadores em busca de R$ 18 bilhões [valor aproximado da economia com o ajuste], o Congresso dá sua contribuição ao ajuste impropriamente denominado de fiscal”.

Dilma “perde” indicações

Desde que assumiu a Presidência, Dilma Rousseff (PT) já indicou cinco ministros, entre eles o advogado Luiz Edson Fachin, que ainda precisa ser submetido à sabatina na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado para ter sua indicação aprovada. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicou oito, e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) indicou três. Agora, a presidente petista só poderá fazer novas indicações ao STF se algum ministro ou ministra deixar o cargo por vontade própria antes dos 75 anos.

Os ministros Marco Aurélio Mello e Celso de Mello se manifestaram a favor da PEC, mas pediram que a nova regra para a aposentadoria compulsória seja ampliada para servidores do Poder Legislativo e Executivo.

QualificaçãoProfissional – Curso de espanhol para professores

espanhol

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que estão abertas, até 13 de maio, as inscrições para o Curso de Espanhol para professores brasileiros, oferecido pela Universidade Internacional Menéndez Pelayo, na Espanha. As inscrições podem ser realizadas em: Inscrições!.

Podem participar do curso professores de espanhol em exercício em centros de ensino das redes públicas e particulares; professores graduados em espanhol que não estão em sala de aula e estudantes que estejam cursando o último período de Letras-Espanhol ou equivalente.

O Ministério de Educação da Espanha (MECD) será responsável pelo alojamento, manutenção, atividade acadêmica e materiais didáticos e não financiará bilhetes de passagens aéreas aos participantes.


Fonte: Ascom/Seduc

Ex- ministro Gastão deixa o PMDB e migrará para o PROS

download
O ex-deputado federal Gastão Vieira (foto) poderia ser um dos nomes de proa do PMDB para ser eventual candidato a prefeito de São Luís, no pleito de 2016. No entanto, o nobre ex-parlamentar preferiu se desligar da linha de frente do partido ao qual por muitos anos se elegeu a cargos públicos importantes.
Com a queda do grupo Sarney, a perda na disputa pelo Senado, em 2014, e a ascensão político-partidária do grupo aliado ao governador Flávio Dino (PCdoB), Gastão Vieira preferiu migrar, deixando o PMDB pelo Partido Republicano da Ordem Social (PROS).
Na última quinta-feira, 7, o ex-ministro do Turismo anunciou, oficialmente, seu desligamento do PMDB, olhando apenas pelo retrovisor da política seus 30 anos de militância na legenda.
“Tenho o apreço, o respeito e a consideração de todos os membros do PMDB nacional e manterei na minha lembrança o trabalho construído junto daqueles que chegaram ao comando do Estado, de Prefeituras e diversos postos da administração pública no Maranhão”, acrescentou.
Fonte: Blog do Mário Carvalho

Comovente – Assistente de palco desabafa após esquecimento da toda poderosa GLOBO

Após ficar de fora da comemoração dos 50 anos da Rede Globo, o ex-funcionário da emissora, Russo, postou no dia 29/4 um vídeo em protesto por ter sido “esquecido” da festa.

Russo demonstrou revolta por não ser lembrado pela emissora
De acordo com o Diário de Pernambuco, o ex-assistente de palco de Chacrinha, Xuxa, Angélica e Luciano Huck ironizou sua ausência. “Lembrando que 45 anos me dediquei a vocês! E vivo estou. Obrigado por mais uma vez terem se esquecido de mim”, disse.

Quando foi dispensado da emissora, em março do ano passado, Russo mostrou-se bastante emocionado com a demissão. “Não posso mais ir ao Projac. Meu coração fica triste. Gosto muito de trabalhar”, afirmou.
Assista ao vídeo:

Mais uma agência eletrônica é explodida no interior do MA

banco_matinha

Aproximadamente 12 homens fortemente armados explodiram uma agência do Banco do Brasil na cidade Matinha, por volta de 1h45 da madrugada desta sexta-feira (8).

Durante a ação, eles renderam um grupo de pessoas num bar, usaram-lhes como reféns e roubaram o dinheiro de caixas eletrônicos após as explosões.

Os criminosos ainda fizeram vários disparos com armas de grosso calibre.

Para fugir, utilizaram motocicletas e uma caminhonete por uma estrada que se interliga a outras vicinais e levam a Pedro do Rosário, Pinheiro, Zé Doca ou São Bento, o que dificultou a perseguição.