Policiais Militares são baleados e barreira em Governador Eugênio Barros

Violência contra policiais continua na capital e no interior do Maranhão. São muitos casos seguidos que a polícia com pequeno efetivo que tem, não dar para atender todas ocorrências ao mesmo tempo.

Na terça-feira(5 de maio) por exemplo, tiveram ações criminosas em várias partes do Estado, assalto no banco de Esperantinópolis com vários reféns, incêndio de uma camionete e tiroteio. Em Santa Inês, resgataram um detento do Hospital.
Em Imperatriz, assalto audacioso em um frigorífico, funcionários foram colocados dentro de um congelador, todos ameaçados pelos bandidos.
Não deu nem para esclarecer os fatos anteriores, novos acontecimentos no caminho dos investigadores da Policia Civil e integrantes da PM. No município de Governador Eugênio Barros, dois policiais militares foram baleados por bandidos, os soldados Tiago e James.
Pelas informações, os PM’s que não correm risco de morte deram entrada no hospital Socorrão da cidade de Presidente  Dutra. Os militares teriam sido vítimas de disparos de fuzil.
Os bandidos fugiram em um carro aberto tipo pick up em direção ao Povoado Baú, até agora nenhuma pista dos criminosos. Fotografias mostram a viatura que os soldados estavam, o veículo da Polucia Militar também foi  alvo dos tiros.

 

Sessão na Câmara é interrompida após manifestantes jogarem cédulas no plenário com rostos de Dilma e Lula

dinheiro

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), esvaziou as galerias do plenário na noite desta quarta-feira depois que manifestantes jogaram cédulas falsas de dólares com os rostos da presidente Dilma Rousseff, do ex-presidente Lula e do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. A sessão precisou ser interrompida.

As galerias do plenário estavam lotadas de manifestantes ligados à Força Sindical, à Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Ao serem retirados, manifestantes gritaram palavras de ordem contra o PT e a presidente da República.

As galerias do plenário estavam lotadas de manifestantes ligados à Força Sindical, à Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Ao serem retirados, manifestantes gritaram palavras de ordem contra o PT e a presidente da República.

CABO Campos apresenta proposta de lei que regulamenta o Programa “BOMBEIRO MIRIM”

campos (2)O deputado Cabo Campos (PP) apresentou Projeto de Lei que dispõe sobre a regulamentação do Programa ‘Bombeiro Mirim’ nas unidades do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Maranhão. A proposta, já aprovada pelo plenário, encontra-se na pauta para o recebimento de emendas.
O principal objetivo do projeto social é o de preparar os participantes para o enfrentamento de situações de emergência no campo da segurança contra incêndio e pânico; disseminação de conhecimentos na área de preservação do meio ambiente – ensinando noções de saúde e de higiene; educação no trânsito; cidadania; civismo e atividades recreativas.
“Ao dar uma ocupação sadia aos adolescentes e jovens, instruindo-os sobre valores essenciais, evita-se que fiquem nas ruas e caminhem para a marginalidade”, frisou Cabo Campos. De acordo com a proposta, poderão participar do programa crianças e adolescentes, com idade mínima de 10 anos e máxima de 16 anos, preferencialmente, em situação de vulnerabilidade social. O programa será desenvolvido mediante a celebração de convênios com as prefeituras municipais interessadas, parcerias com organizações não governamentais e empresas.

Pastoral da Juventude emite nota lamentando a morte de estudante em coletivo

NOTA DA PASTORAL DA JUVENTUDE DA  ARQUIDIOCESE DE SÃO LUÍS EM REPÚDIO AO EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE
                   “O meu desejo é a vida do meu povo” (Éster 7, 3)
rondinele
Qual o modelo de Segurança Pública que realmente queremos em nossas comunidades? Em que medida a vida da nossa Juventude está sendo cuidada, preservada? Quais as propostas para mudar essa realidade?
No fim da tarde de ontem mais um jovem teve sua vida ceifada vítima da violência perene em nosso estado, baleado durante um assalto dentro de um coletivo no bairro da Cohab em São Luís.
No fim da tarde de ontem mais um jovem foi alvo da criminalidade sendo autor do crime que destrói a sua Juventude.
Rondinelle Ferreira da Costa, jovem adolescente de 18 anos, estudante do Ensino Médio da capital, coroinha na paróquia Santo Antônio, do Parque Vitória, e coordenador arquidiocesano do ministério da música dos acólitos; jovem protagonista cheio de sonhos e que desde cedo topou construir a Civilização do Amor.
O outro Jovem não sabemos o nome, idade, onde mora, o que fazia e sobre sua família; sabemos que agora ele será mais um invisível no País.
Em comum os dois agora são apenas estatística da violência.
Desde de 2009 a Pastoral da Juventude através da Campanha nacional contra a Violência e Extermínio de Jovens vem desenvolvendo ações sistemáticas de combate a essa violência e buscando estruturar nas comunidades estratégias de monitoramento e redução desse problema social.
Nós da Pastoral da Juventude, estamos tristes com o falecimento do Jovem Rondinelle nesta madrugada. Pedimos ao Deus da vida e da libertação que conforte e acalme o coração de seus familiares e amigos, dando-lhes a justiça como alento.
Expomos nossa profunda indignação com o descaso e o desmantelo com a Política de Segurança Pública nas comunidades, na capital, no estado e no país. Para que outros Rondinelles, assim como tantos outros jovens não virem números nem sejam subtraídos pela criminalidade exigimos respostas para essa situação que defendam a vida das Juventudes, e nos tire desse marasmo do medo.
Nos colocamos a disposição para o diálogo e para construir uma nova história às Juventudes Maranhenses.
✋Chega de Violência e Extermínio de Jovens.
A Juventude quer viver.
Pastoral da Juventude – Arquidiocese de São Luís 05/05/2015.

Corte de verbas do governo federal atinge IFMA de Codó e alunos reclamam

7uQPF

O contingenciamento orçamentário adotado pelo governo federal já tem refletido em falta de recursos nas universidades e causado preocupação na comunidade acadêmica e secundarista. Com a decisão de congelar um terço das despejas de todo o governo, a pasta mais atingida foi a da Educação, que não é prioridade de nenhum governo, com um corte de R$ 600 milhões por mês.download

Em Codó, não demorou muito para que a uma das Instituições de Ensino sentisse os primeiros impactos, tantos os estudantes do Ensino Médio quanto do Superior que estudam em tempo integral e que deveriam passar o dia todo no CAMPUS, estão tendo que sair mais cedo da aula e almoçar em casa,pois, não há mais refeição para distribuir aos alunos, com isso, num intervalo de apenas uma hora e meia os alunos devem: fazer o deslocamento do IFMA para suas casas em seguida retornarem.

É muito cansativo você sair de uma aula puxada como a que tivemos agora de manhã e almoçar praticamente correndo e às vezes não dar tempo nem de tomar banho para não perdermos o ônibus”, disse a aluna Amanda Sobral do Ensino Médio-Técnico de Agropecuária.

De acordo com alguns professores, a nova rotina tem aumentado o número de faltas nas aulas: quando os estudantes tinham que permanecer aqui no CAMPUS, tudo era mais fácil, porque, após o almoço eles descansavam até em baixo de árvores e a tarde retornávamos às atividades, agora sem o almoço eles ficam desmotivados em ter de retornar no segundo período de aula“, disse uma professora do Ensino Médio-Técnico.

Não há nem prazo para a situação ser normalizada, até o presente momento, somente os alunos residentes ( de outras cidades)  do IFMA, realizam as três refeições diárias (café, almoço e janta). Até quando, não sabemos! Talvez enquanto durar o estoque!

Estudante morre durante aula de Educação Física em escola particular

gar

O  garoto de 13 anos, Daniel da Silva Nascimento, veio a óbito no período da manhã de terça feira após sofre um ataque cardíaco quando treinava Futsal na quadra de esportes da Escola Peniel, o pai de Daniel trabalha de vigilante na própria escola onde filho estudava e praticava Futsal, no momento que o garoto começou a passar mau, o pai que trabalhava de porteiro na escola presenciou o ataque fulminante que o filho sofreu, o velório esta acontecendo na Rua 1, Parque do Buriti.

Uma exaustão durante treinamento pode ter sido a causa morte de Daniel, durante alguns treinamentos, jovens se submetem a uma sobrecarga de exercícios físicos para participar de competições esportivas. O jovem sonhava em disputar pela primeira vez a Etapa Imperatrizense dos Jogos Escolares na cidade.

Operações “Marajá” e “Morta Viva” – Policia e MP deflagram operações para cumprir mandados de prisão expedidos pelo TJMA

BUSCA-E-APREEENSAO-008

Em cumprimento a decisão do desembargador do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), Raimundo Melo, a Policia Civil – por meio da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC) – e o Grupo de Combate do Ministério Público do Maranhão (GAECO), representado pela Procuradora Geral de Justiça, deflagraram, na manhã desta terça-feira (5), operações para cumprimento de seis mandados de prisão temporária, 14 de condução coercitiva e 51 mandados de busca, apreensão e sequestro de bens, em cinco municípios do Estado.

As operações denominadas “Marajá” e “Morta Viva”, – que tiveram como alvo as prefeituras de Marajá do Sena e Zé Doca, respectivamente, são desdobramentos da “Operação Detonando”, que investigou o assassinato de Décio Sá, em 2012, prendendo o empresário Gláucio Alencar e de seu pai, José Miranda, acusados de mandar matar o jornalista, e de comandar uma rede de agiotagem com ramificação em diversas prefeituras do Estado. Gláucio Alencar está preso desde o ano de 2012, enquanto seu pai encontra-se em prisão domiciliar.

prefeitoss

Segundo a SEIC e o Ministério Público, durante a “Operação Detonando”, foi apreendida farta documentação, em especial um caderno pertencente a Gláucio Alencar, que continha diversas anotações referentes a valores, nome, ou apelidos de alguns gestores, números de contas bancárias de programas federais e do fundo de participação dos municípios (FPM).

O fato culminou com a instauração de inquéritos policiais, visando apurar os crimes de fraude em licitações, corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de verbas públicas em mais de 42  prefeituras do Estado. Trata-se do caso, popularmente conhecido como “Inquérito da Agiotagem”.

mini_Operação_3_reduzida

Desta vez, as prefeituras alvos das operações foram as de Zé Doca, quando da administração de Raimundo Nonato Sampaio, o Natin; e a de Marajá do Sena, da atual administração do prefeito Manuel Edivan Oliveira da Costa e do ex-prefeito Perachi Roberto de Farias Morais. Todos os citados foram presos temporariamente, juntamente com o Prefeito do Município de Bacuri Richard Nixon dos Santos e Josival Cavalcanti, o Pacovan.

Antes de expedir os mandados de prisão, condução coercitiva e busca e apreensões, o desembargador Raimundo Melo analisou os pedidos da Polícia e do Ministério Público e entendeu por bem deferi-los, justificando que da análise da documentação trazida ao pedido cautelar, mostra-se forte os indícios de que os representados integravam grande organização criminosa destinada a desviar recursos das prefeituras Municipais de Zé Doca e de Marajá do Sena, o que preenche o requisito legal para decretação do edito temporário, busca e apreensão e condução coercitivas.

Cidade onde gestores foram presos em operação contra agiotagem tem pior IDH

MARAJA-DO-SENA-ESCOLA

Tanto o ex-prefeito, quanto o atual gestor de Marajá do Sena, cidade detentora do segundo pior IDH do estado, foram presos na operação destinada a combater a agiotagem, deflagrada nesta terça-feira (5) pela Polícia Civil. Localizada a 370 quilômetros da capital São Luís, a cidade fica entre colinas e o único acesso é por uma estrada de terra com 23 quilômetros de extensão. Durante o período de chuvas, os pontos de atoleiro são comuns em toda a extensão da estrada, deixando o município isolado.

marajá-do-sena-02Marajá do Sena é um dos 30 municípios incluídos na lista do Plano de Ações ‘Mais IDH’, ação desenvolvida pelo governo Flávio Dino com o objetivo de melhorar os indicadores sociais das cidades mais pobres do estado, onde a população convive com uma rotina de exclusão dos direitos mais elementares do ser humano.

A cidade fez parte do roteiro de municípios visitados no Mutirão Mais IDH realizado no mês de março. O mutirão é apenas a primeira etapa do Plano de Ações ‘Mais IDH’, que inclui ainda realizações em diversas áreas, como a educação, por exemplo, onde através do programa Escola Digna, o governo do Estado pretende erradicar as escolas de taipa.

Em 2014, o município de 8.051 habitantes, e que possui 60,7% da população vivendo em situação de extrema pobreza, recebeu do governo federal repasses na ordem R$ 12 milhões. Além do atual prefeito, Edvan Costa (PMN), reeleito em 2012, foram presos na operação contra agiotagem o contador da prefeitura José Epitácio Muniz Silva, o ‘Cafeteira’; e o ex-gestor do município Perachi Roberto Moraes, antecessor de Edvan Costa. Dados do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil revelam que mais de 85% da população de Marajá do Sena reside em domicílios sem banheiro e água encanada.

Cuidando da Nossa Gente – Garis de Codó não têm direitos respeitados para desempenho funções

20150424_090412_resized

20150424_090409_resized

Veja o estado dos pneus, sem placas de identificação

Uma cena lamentável me chamou atenção na manhã desta segunda-feira nas principais ruas da cidade. Trata-se do trabalho dos garis de Codó, esses trabalhadores que estão no exercício de suas funções, debaixo de chuva ou expostos ao sol escaldante e não têm se quer seus direitos respeitados. Sem os itens de segurança e higiene tais como: botas, roupas adequadas, luvas mascaras e bonés.

Durante dois momentos vi o quanto é arriscado a trabalho desses profissionais que correm sérios riscos de sofrerem acidentes e contágio de doenças por conta da exposição direta com o lixo recolhido e acondicionados e veículos inadequados, velhos e irregulares, geralmente caçambas sem placas de identificações, num momento em que o município arrecada milhões em infrações de trânsito.

A forma como o lixo recolhido é colocado nas caçambas também trás riscos à população, pois, o volume é superior ao da capacidade dos caminhões. A imagem mais chocante foi feita no Residencial da Trizidela onde um gari, em cima do amontoado do lixo, tenta organizar o lixo e colocando sua vida em risco.

20150504_101056_resized

Residencial da Trizidela – gari em cima do caminhão

Irresponsabilidade, esta é a palavra chave de um governo que não trata com dignidade seu prestador de serviço, independente de ser de uma empresa terceirizada, não justifica a omissão do gestor, pois, oque ocorreu nesta segunda vem se arrastando a muito tempo e ninguém toma uma iniciativa. Ainda há os que são eleitos para representar  o povo no legislativo e ignoram a falta de respeito do Executivo municipal, há uns meses atrás foi discutido a implantação de um aterro sanitário na cidade e até agora? Nada, enquanto isso os moradores do entorno do lixão do Codó Novo convivem com a exposição a doenças das mais diversas e respiram o ar mais poluído da região aguardamos o bom senso de quem deveria trabalhar em defesa do povo!

Bombadão! Com sonho de ser Hulk, brasileiro quase amputa braços

Fisiculturista de 25 anos ficou com os músculos duros como se fossem pedras e tentou o suicídio

22

Ter os tríceps e bíceps bem definidos é objetivo da maioria dos homens que frequenta academia. Muitos acabam cometendo exageros para alcançar o corpo tão sonhado e foi o que aconteceu com o fisiculturista de 25 anos Romário dos Santos. Ele sonhava em ter a aparência do Incrível Hulk e o desejo quase lhe custou ter os braços amputados.

A vontade surgiu após ele ter visto alguns colegas “enormes”. Na tentativa de imitá-los, ele começou a aplicar o óleo synthol . A substância fez seus músculos crescerem e ficarem duros como pedras. Em entrevista ao Barcroft TV, Romario disse que inicialmente os médicos precisariam amputar seus dois braços. No fim, os profissionais conseguiram preservar e salvar os membros. O uso do synthol é viciante e pode causar danos nos nervos, embolias pulmonares, acidentes vasculares cerebrais e cistos musculares.

Esse incidente acarretou vários problemas na vida de Romário, que perdeu o trabalho, entrou em depressão e tentou se suicidar.