Nunca antes em seu mandato… …Dilma Rousseff fez tanta política. E terminou a semana melhor do que começou

Dilma Rousseff faz entregas do Minha Casa Minha Vida no Maranhão  (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Nunca antes neste país – ou melhor, nunca antes em seu governo – Dilma Rousseff fez tanta política. Na semana passada, promoveu um jantar com cinco ministros do Supremo Tribunal Federal, inclusive o presidente, Ricardo Lewandowski. Recebeu também os presidentes do Superior Tribunal de Justiça, do Tribunal Superior do Trabalho e do Superior Tribunal Militar, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e caciques de vários partidos. Conversou muito, o que não faz parte de seu estilo político. Cair nos braços do povo também não é de seu feitio – mas Dilma, na semana passada, abriu várias exceções. Em parte por causa da mudança de estilo, Dilma terminou a semana melhor do que começou. No início da semana, ela era uma presidente pressionada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que ameaça rejeitar suas contas, e pelo Tribunal Superior Eleitoral, que examina denúncias sobre a campanha que a elegeu. No final da semana, as pressões nas duas instâncias estavam bem menores.

A maior vitória de Dilma se deu no âmbito do TCU – e se deve, em parte, à mais frutífera conversa que Dilma manteve na semana passada, com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). Com a anuência de Renan, a senadora Rose de Freitas (PMDB), presidente da Comissão Mista do Orçamento, recorreu ao Supremo Tribunal Federal para anular o trabalho de Eduardo Cunha com as contas dos governos Itamar Franco, Fernando Henrique e Lula. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo, decidiu que, daqui para a frente, as votações sobre contas deverão  ocorrer sempre em sessões do Congresso Nacional, quando a Câmara e o Senado se unem e quem preside e decide tudo é Renan. Ou seja, não será possível a Câmara rejeitar as contas sozinha, sob a presidência de Cunha, e encaminhar ao Senado. Aliada de Renan, Rose pode colocar em pauta a questão das contas quando quiser, pois não há um prazo. Depois, é preciso que seja elaborado um projeto de decreto legislativo sobre a decisão tomada na comissão. O projeto é encaminhado ao presidente do Congresso – no caso, Renan –, que “talvez, um dia”, como diz um aliado, coloque o tema em votação.

Ainda na semana passada, com a anuência do PMDB, o senador baiano Otto Alencar, do aliado PSD, apresentou um requerimento para que o TCU desse mais prazo ao governo para explicar as pedaladas fiscais. Renan conversou com os ministros  Vital do Rego, Raimundo Carreiro e Bruno Dantas, ligados a ele. Assim, o julgamento decisivo das contas de Dilma, que deveria acontecer neste mês, foi para setembro, com possibilidade de ocorrer só em outubro.

Dilma também conseguiu um atraso no Tribunal Superior Eleitoral, o TSE. Na semana passada, um pedido de vistas do ministro Luiz Fux adiou o julgamento de um pedido de investigação das contas de campanha de Dilma, suspeitas de estarem contaminadas por dinheiro desviado da Petrobras. Se a investigação passar, em última instância o TSE poderá cassar a chapa formada por Dilma e pelo vice-presidente, Michel Temer. Neste caso, o Tribunal teria de convocar novas eleições. Com o resultado da semana passada, esse processo também foi estancado por algum tempo.

Enquanto Renan operava nos bastidores, Dilma seguia uma improvável agenda popular ao feitio de seu marqueteiro, João Santana. Foi ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, para discursar sob os aplausos de cerca de 30 mil mulheres ligadas a um sindicato de trabalhadores rurais e reunidas na Marcha das Margaridas. O evento acontece todos os anos e, como sempre, só fica de pé com dinheiro público. Neste ano, as margaridas foram regadas com R$ 400 mil da Caixa, outros R$ 400 mil do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e R$ 55 mil da Itaipu Binacional a título de “patrocínio”. Dilma vestiu chapéu de camponesa e falou  com vista para faixas de “Fica, Dilma” por todos os lados e sob gritos contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PDMB), seu malvado favorito.

Como nem só de povo se vive, Dilma  – ainda no âmbito da “agenda João Santana” – dedicou um dia a anunciar mais um grande programa de investimentos em energia, ainda que o Orçamento esteja debilitado pelos gastos de anos anteriores. Ao lado do ministro das Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB), Dilma anunciou investimentos de R$ 186 bilhões em programas de geração e transmissão de energia até 2018. Não há garantia de que o governo tenha recursos para isso. O gesto segue a cartilha de Lula, mentor de Dilma, para quem é importante gerar fatos positivos para recuperar o ânimo da população e do meio econômico.

Dilma também recebeu movimentos sociais que pediram a cabeça do ministro da Fazenda, Joaquim Levy. Animado pela rara chance de aparecer ao lado de Dilma, Vágner Freitas, presidente da CUT – a central sindical vinculada ao PT –, se empolgou e passou do ponto, ao pedir a seus pares que pegassem “em armas” para defender Dilma. Na foto, a presidente aparece com cara de paisagem. Ela sabe que não pode abrir mão de Levy, fiador da estabilidade econômica do país – e que as conversas de bastidores com Renan são mais importantes que a retórica de palanque dos radicais de seu partido.

Fonte: epoca.globo.com

Depois de abocanhar os votos de Codó, deputado Glaubert Cutrim ainda não deu o ar da graça

glalbertEnquanto a segunda cidade que lhes rendeu mais votos na última eleição recebeu apenas algumas migalhas de recursos, quase esmolas de algumas ações do deputado Glaubert Cutrim. Hoje às 11h  será assinada a ordem de serviço autorizando o início da obra de pavimentação da estrada que liga Matinha ao povoado de Itans, considerado como um dos maiores polos de psicultura sustentável do estado.

O asfaltamento da estrada era uma reivindicação antiga dos moradores e tem sido bandeira de luta do deputado na Assembleia Legislativa.

“Minha família é baixadeira e ama essa região. Meu pai, quando foi deputado, também solicitou a pavimentação desta estrada. Ano passado, solicitamos novamente ao governo estadual e, desde o início deste ano, venho rotineiramente pedindo ao governador Flávio a execução da obra. Agora, o sonho irá tornar-se realidade. Estou muito feliz, principalmente pelos meus irmãos da Baixada”, afirmou o parlamentar.

A obra, que será custeada com recursos do Governo do Estado, consistirá na pavimentação de um trecho de 16 km da estrada beneficiando, além de Itans, moradores das localidades São Rufo, Roque, Coroatá, Ilha Verde, Aleluia, Boa Fé e Enseada Grande.

Enquanto isso, Codó aguarda ações parlamentares mais robustas e eficazes, não lembramos mais da ajuda às quadrilhas juninas.

Adaptado do Blog do Gilberto Léda

Escola de Barreirinhas conquista ouro no beach soccer infantil masculino dos JEMs 2015

A última medalha de ouro da categoria infantil da etapa estadual dos Jogos Escolares Maranhenses 2015 (JEMs) é do município de Barreirinhas. Na tarde desta quinta-feira (20), os meninos da escola Eduardo Rodrigues conquistaram o título do beach soccer masculino ao derrotarem o Cosme Oliveira, de Porto Rico, por 5 a 2.

A conquista dos atletas de Barreirinhas foi obtida de forma invicta. Na decisão, apesar do empenho dos jogadores de Porto Rico, o Eduardo Rodrigues dominou toda a partida. No primeiro tempo, muitas chances de gols passaram por perto das redes. Mas, os dois bons goleiros das duas equipes que disputavam a final estavam atentos e nenhum gol foi marcado.

Após um primeiro tempo sem gols, os atletas da escola de Barreirinhas abriram vantagem no placar e mostraram sua vontade de levar o ouro. Gabriel Moreira, camisa 4, foi quem fez o primeiro gol do Eduardo Rodrigues. Com muitas dificuldades, o dono da camisa 9, Geilson Silva, driblou todos os seus adversários na arena e fez um gol com direito a estrelinha.

O time de Porto Rico, Cosme Oliveira, não se deixou abater pelo desespero da arquibancada e Weber Silva, camisa 9, garantiu um golaço para sua equipe. Muitos erros eram cometidos pelo Cosme, até que os meninos de Barreirinhas perceberam boas possibilidades em campo e Bruno Oliveira, camisa 7, chutou bonito e fez um gol. Final do segundo tempo: 3 a 1 para o Eduardo Rodrigues.

“Estamos ganhando a partida, mas o tempo mais empolgante do jogo ainda não aconteceu. A equipe rival é forte, mas nós vamos vencer qualquer obstáculo” falou Bruno Oliveira, camisa 7 do time de Barreirinhas.

Emocionante mesmo foi o terceiro tempo. Com o objetivo de mudar o jogo, o Cosme Oliveira tentava reverter o placar, porém a marcação de sua adversária era implacável. O camisa 3 do Cosme, José Campos, foi ao ataque e ainda conseguiu levar uma bola na rede.

Nos minutos finais para terminar a partida, o garoto prodígio de Barreirinhas marcou dois gols consecutivos, que confirmaram a vitória do Eduardo Rodrigues por 5 a 2 contra os meninos do Cosme Oliveira, de Porto Rico.

De acordo com Hirlon Braga, técnico do Eduardo Rodrigues, para levar a medalha de ouro sua equipe percorreu um longo caminho e enfrentou várias barreiras. “Chegar até aqui foi muito desafiador para nossa equipe. Porém, focamos no trabalho em equipe e felizes estamos pela conquista da tão desejada medalha de ouro”, comentou Hirlon.

“Não levamos o ouro, todavia, somos vencedores em formar cidadãos e novos atletas para o beach soccer”, explica Gustavo Sousa, técnico do Porto Rico. O camisa 5 do Porto Rico, Ramonn Nascimento, comentou que ficou muito triste por não conquistar o ouro, mas que a prata é um bom prêmio para quem quer, um dia, representar o estado em competições nacionais.

Medalha de Bronze

Já nas disputas pela medalha de bronze do beach soccer masculino, quem levou a melhor foi a escola Pedro Oliveira, de Buriticupu, que goleou a Santos Dumont, de Imperatriz, por 8 gols a 1. Segundo Nedlly Soares, jogador do Pedro Oliveira, é um sonho participar dos Jogos Escolares e ter a oportunidade de mostrar a habilidade dos meninos de Buriticupu.

“Somos o futuro do Maranhão. E principalmente o futuro do esporte em nosso estado. Os JEMs são só o início de uma carreira que todos nós queremos seguir. Habilidade a gente já tem, o espaço para apresenta-la é agora oferecido, com dignidade, pelo governo”, explica Nedlly.

Para o técnico do Pedro Oliveira, Jeová Silva, foi muito difícil conquistar o bronze, pois em todos os jogos sua equipe enfrentou bons times de todo o estado. “Não foi uma jogada fácil. As partidas foram duras e exigiram o máximo da gente. Mas a nossa vitória provou que não viemos à toa, que Buriticupu tem muitos talentos para o esporte maranhense”, testemunhou Jeová.

O jogo terminou em 8 a 1: a escola Pedro Oliveira sobe ao pódio e a escola Santos Dumont volta para o municípios com muita experiência dos Jogos Escolares na bagagem.

“A coordenação dos Jogos Escolares está de parabéns pela excelente organização e receptividade dos municípios participantes. Nos surpreendemos com uma boa alimentação, transporte digno e alojamentos bem estruturados, sinal da boa gestão do secretário Márcio Jardim”, disse o técnico Jeová.

Ministro do TSE pede investigação da campanha de Dilma

A análise da matéria no julgamento sobre porte de drogas para uso pessoal, interrompida na véspera, é retomada com a apresentação do voto do relator do processo, ministro Gilmar Mendes, no STF, em Brasília (Foto: Carlos Humberto/SCO/STF)

O ministro Gilmar Mendes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu nesta sexta-feira (21) enviar à Procuradoria Geral da República e à Polícia Federal informações da prestação de contas da campanha eleitoral de 2014 da presidente Dilma Rousseff para investigação de eventuais irregularidades.

Segundo o ministro, há indícios de que foram cometidos durante as eleições do ano passado crimes de lavagem de dinheiro e de falsidade ideológica, que poderiam levar à abertura de ação penal. Para Gilmar Mendes, esses indícios podem levar à abertura de uma ação penal.

Gilmar Mendes é o relator da prestação de contas e manteve o processo aberto para apurar indícios de irregularidades em razão da Operação Lava Jato, que apura dinheiro da Petrobras por meio de um esquema de corrupção na estatal.

As contas da campanha de Dilma foram julgadas e aprovadas com ressalvas no fim do ano passado, logo após a eleição.

Aprovação de contas foi unânime, diz ministro
Em nota, o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, coordenador financeiro da campanha eleitoral de Dilma no ano passado, afirmou que as contas da presidente foram aprovadas por unanimidade.

“Todas as contribuições e despesas da campanha de 2014 foram apresentadas ao TSE, que, após rigorosa sindicância, aprovou as contas por unanimidade”; disse o ministro na nota.

O PT informou que todas as doações que o partido recebeu durante a campanha eleitoral “foram realizadas estritamente dentro dos parâmetros legais e foram posteriormente declaradas à Justiça Eleitoral”

Petrobras
Para Gilmar Mendes, dados apontam que dinheiro desviado de contratos da Petrobras foi devolvido em forma de propina ao PT por meio de doação de campanha ao partido e à campanha presidencial.

“O dinheiro recebido pelas empresas nos contratos mantidos com a Petrobras teria sido, supostamente, devolvido em forma de propina ao PT, travestida de doação de campanha, entregue diretamente ao seu tesoureiro, ou oculta por meio de financiamento de publicidade”, destacou o ministro. “Assim, ao que parece, havia, supostamente, entrada ilegal de recursos públicos e saída de dinheiro da campanha em forma de gastos mascarados”, completou.

Gilmar Mendes enviou ainda os dados da prestação de contas para que a Corregedoria Eleitoral do TSE avalie também se houve irregularidades nas informações apresentadas pelo PT ao tribunal. O ministro pediu análise de informações por parte da Receita Federal e do setor de prestação de contas do tribunal.

Mendes afirmou também que dados da investigação da Lava Jato indicam que o PT foi financiado indiretamente pela Petrobras, o que é vedado pela legislação eleitoral.

“Há vários indicativos que podem ser obtidos com o cruzamento das informações contidas nestes autos – notícias veiculadas na imprensa e documentos judiciais não sigilosos da operação policial denominada Lava Jato – de que o Partido dos Trabalhadores (PT) foi indiretamente financiado pela sociedade de economia mista federal Petrobras.”

De acordo com a decisão do ministro, empresas investigadas na Operação Lava Jato fizeram elevadas doações ao diretório do PT, como UTC, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, OAS e Norberto Odebrecht.

Ainda segundo Gilmar Mendes, o PT doou R$ 13,6 milhões à campanha de Dilma entre agosto e outubro de 2014. Ele aponta que empresas investigadas na Lava Jato doaram diretamente R$ 47,5 milhões para a campanha à reeleição.

Na avaliação do ministro, é de “duvidosa consistência” a prestação de contas apresentada.

“Não bastasse o suposto recebimento pelo partido e pela candidata de dinheiro de propina em forma de doação eleitoral, há despesas contabilizadas na prestação de contas da candidata de duvidosa consistência. […] A candidata despendeu grandes valores em contratos com fornecedores com incerta capacidade de cumprir ou entregar os respectivos objetos.”

Um dos exemplos apontados é o da Focal, segunda maior fornecedora da campanha e para a qual foram repassados mais de R$ 24 milhões.

Mendes citou em sua decisão diversos depoimentos dados em colaboração premiada dentro da Operação Lava Jato e que apontam também doações não contabilizadas pelo PT.

“Os elementos conhecidos até agora indicariam, em tese, mais de uma forma de entrada de recurso ilícito – como doação legal de campanha, mas também diretamente como doação em dinheiro ao tesoureiro do partido”, afirmou.

Tribunal de Justiça confirma ilegalidade da greve da Polícia Civil

Os desembargadores das Segundas Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) negaram pedido do Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Maranhão (Sinpol) para anular a decisão do desembargador Kleber Carvalho, que determinou a suspensão da greve no prazo máximo de 12 horas, estabelecendo multa diária de R$20 mil pelo descumprimento da medida liminar.

Na decisão, o desembargador Kleber Carvalho determinou também que o Sinpol deixasse de  promover, divulgar ou incentivar qualquer medida que impedisse ou causasse embaraço à regular e contínua prestação do serviço público inerente à atividade policial desempenhada pelos policiais civis do Estado do Maranhão.

Em recurso interposto junto ao Tribunal de Justiça, o Sinpol pediu a nulidade da decisão. Alegou a incompetência do desembargador para julgar a questão. Sustentou que o próprio magistrado se considerou incompetente para o julgamento e que a deflagração da greve, no dia 3 deste mês, teve como objetivo abrir negociação com o Governo do Estado em busca de melhorias salariais e melhores condições de trabalho.

VOTO – O relator do processo, desembargador Cleones Cunha, afirmou não vislumbrar direito no pedido de anulação, com o entendimento de que a  incompetência absoluta não pode ser observada perante uma medida de urgência diante de uma melhor e mais célere prestação da tutela jurisdicional.

Quanto ao fato do próprio desembargador constatar sua incompetência, o relator afirmou que o mesmo pode remeter o processo ao juízo correto, porém, inexiste impedimento para analisar o pedido de liminar, a exemplo do julgamento ocorrido com o Sinpol.

Em relação à deflagração do movimento grevista como forma de abrir negociação com o Estado, o desembargador Cleones Cunha entendeu que não cabe aos policiais civis o direito de greve. Disse ainda ter sido demonstrado o aumento da criminalidade no Estado, fato que deixou claro a necessidade do pleno funcionamento das policias estaduais (militar e civil), como forma de combater a violência.

Juiz que atua em Codó-MA é o homenageado no “Ser Juiz”

05042013_0808O site do Tribunal de Justiça do Maranhão, possui um quadro sob o título “Ser Juiz” e esta semana o homenageado é um juiz que atua em Codó, Rogério Pelegrini Tognon Rondon, que está na magistratura desde 2002 e antes de chegar a Codó foi juiz titular de Poção de Pedras, atuando ainda nas comarcas de Esperantinópolis, Urbano Santos, Zé Doca e Açailândia, confira na íntegra a matéria:

Sempre fui apaixonado pelo direito, mesmo antes de me inclinar pela magistratura”. Essas são palavras do magistrado Rogério Rondon. Vem de Codó o perfil do Ser Juiz de hoje.

QUEM É O HOMEM ROGÉRIO RONDON?

Uma pessoa bastante reservada e família. Gosto de estar em meu lar com a esposa e nosso filho, agora com 02 anos de idade.

QUEM É O JUIZ ROGÉRIO RONDON?

Comprometido com o trabalho e em busca de constante aprimoramento. Primo pela objetividade e celeridade nas decisões.Ser juiz é uma missão, um dever. É quase impossível dissociar a vida pessoal da profissional, pois existe uma troca de experiências acumuladas ao longo de nossa vida.

POR QUE ESCOLHEU O DIREITO?

Sempre fui apaixonado pelo direito, mesmo antes de me inclinar pela magistratura. Antes de tudo, o direito faz parte de nosso cotidiano. Comecei minha vida profissional trabalhando em serventia extrajudicial e lá tive meu primeiro contato com a matéria e, a partir daí, firmei minha trajetória profissional.

PARA VOCÊ O QUE REPRESENTA A MAGISTRATURA?

Fazer parte da magistratura para mim é a realização de um ideal de vida pessoal e profissional. Interpretar e aplicar a lei  é uma tarefa desafiadora, especialmente num País com tantas desigualdades sociais e culturais, por isso a magistratura é tão instigante.E, sem dúvida, é por meio de nossas decisões que podemos influenciar no meio em que vivemos. Acredito que, por meio da atividade judicial, podemos fazer valer nossa cidadania.

EM QUE COMARCA ESTÁ NO MOMENTO E HÁ QUANTO TEMPO E POR QUAIS COMARCAS PASSOU?

Há mais de 13 anos na magistratura maranhense, atualmente estou lotado na 1a Vara da Comarca de Codó. Iniciei a carreira como titular em Poção de Pedras, tendo passado ainda pelas Comarcas de Esperantinópolis, Urbano Santos, Zé Doca  (2a Vara) e Açailândia (5a Vara).

ALÉM DA FUNÇÃO JUDICANTE, QUE AÇÕES DESENVOLVE NA COMARCA?

Desenvolvi várias ações pelas comarcas onde passei, tais como casamentos comunitários, mutirões, palestras, e durante alguns períodos na Corregedoria-Geral, pude trabalhar com a fiscalização das serventias extrajudiciais, pois também acredito ser um mecanismo importante para garantia da cidadania e pacificação social.

COMO VÊ A ATUAÇÃO DO JUDICIÁRIO NA COMARCA?

Em Codó vejo uma atuação eficaz do Judiciário. E percebo isso em todas as Varas e no Juizado. Sempre que assumo uma nova titularidade, trabalho para saneá-la e, após dois anos atuando na 1a Vara, atingi esse objetivo.  Não podemos esquecer que o engajamento de toda equipe é essencial para esse êxito.

COMO CUIDA DA SAÚDE?

Procuro ter uma alimentação saudável e fazer atividade física regularmente.

CAMINHO PARA O SUCESSO É…

… Ter foco e persistência. Saber aquilo que busca alcançar é o primeiro passo para traçar suas metas.

HOBBY?

Tenho vários. Gosto de viajar, passear na praia, assistir filmes e, ultimamente, fotografia.

LIVRO PREDILETO?

Não tenho livro preferido. Gosto de ler revistas e notícias pela internet, por ser mais dinâmico.

FILME QUE MAIS GOSTA E PORQUÊ?

Gosto de filmes de aventura, ação, comédia, drama. Só não gosto de filmes de terror. Com meu filho tenho voltado a assistir filmes infantis, pois a companhia dele é tudo.

MANIA?

Sou muito organizado.

O MELHOR DA VIDA É…

… Família e lazer com bons amigos.

FAMÍLIA É…

…A base de tudo. Onde nascemos, aprendemos e no ceio dela encerraremos nossa vida.

O QUE VALORIZA NOS OUTROS?

O caráter e o respeito é fundamental.

O QUE NÃO GOSTA NOS OUTROS?

A inveja é um sentimento que afasta as pessoas.

SONHO?

No passado, sonhei por uma faculdade e conquistei. Sonhei com a realização profissional e obtive com a magistratura. Sonhei em ter uma família e filhos e Deus me proporcionou essa benção. A cada tempo temos sonhos e isso nos proporciona vida e esperança. Atualmente, sonho numa mudança para nosso País e acredito que a magistratura contribuirá muito para isso.

Fonte: Site do TJMA

Homem é preso pela PM após ameaçar pacientes e funcionários da UPA de Coroatá

Resultado de imagem para upa

Por volta das 21h desta quinta-feira a PM de Coroatá foi acionada por funcionários da UPA, após um homem ter entrado no local de posse de um facão e com uma mulher nos braços, dizendo que: se sua esposa não fosse atendida rapidamente ele iria matar todo mundo, foi um momento de muita tensão até os policiais chegarem. O homem foi identificado por Luis Carlos Araújo Matos e sua esposa “Benedita”, ela foi alvejada por arma de fogo, após Luis Carlos ter se envolvido numa briga no bairro Cohab.

Após diligências, hoje pela manhã, os policiais conseguiram prender dois homens, sendo que um deles confessou ter efetuado o disparo contra “Benedita”. Todos os envolvidos estão à disposição da Polícia Civil para os procedimentos.

Após fim da Comissão, militares marcam Assembléia para debater futuro da categoria

download

CONVOCAÇÃO!

As associações unidas de praças da polícia militar e do corpo de bombeiros do Maranhão convocam todas as praças das instituições citadas e demais companheiros representantes de associações para uma Assembléia Geral em caráter de urgência para debatermos a seguinte pauta :

1) Informes;

2) Carreira Única e progressão na carreira ;

3) LOB da PMMA;

4) retomada da negociação salarial das categorias com o Governo do Estado e reafirmação do acordo feito em abril ;

5) e o engavetamento de projetos de Lei das categorias, pelo governo Flávio Dino.

Local da reunião: Associação dos policiais inativos (Angelim) São Luís -ma.

Dia: 24/08( segunda feira).

Horário: 15:00 hs.

Fonte: Blog do Ebnilson

Policial Civil comete suicídio

O agente de Polícia Civil, Florisvaldo Cunha de Castro, natural do município de Barras, cometeu suicídio na manhã desta quinta-feira (20), na Praça Leônidas Melo, a da matriz e principal praça da cidade de Esperantina.

Policial Civil comete suicídio em Esperantina(Imagem:Jornalesp)

Imagem: Jornalesp

Florisvaldo Cunha, que era lotado na sede da 13ª Delegacia de Policia Civil da cidade de Esperantina, havia acabado de chegar do município de Barras quando atentou contra a própria vida.

O agente civil cometeu suicídio com um único tiro de pistola na região superior do peito. O fato ocorreu por volta das 08h40min e reuniu vários curiosos no local.

Fonte: Jornalesp via GP1

PF está muito próxima da prisão da primeira dama da ostentação, prefeita de Bom Jardim-MA

4409557_x360

Lado esquerdo – Dep. Waldir Maranhão, apoiou a prefeita em campanha

Numa Operação bem articulada a Polícia Federal está reforçando a vigilância nas estradas, rodoviárias e aeroportos do Maranhão e estados vizinhos  para capturar a prefeita de Bom Jardim (MA) Lidiane Leite (PP), foragida desde quinta-feira (20), quando foi deflagrada a “Operação Éden”, que investiga denúncias de desvios de verbas da educação no Município.

A prisão da primeira dama da ostentação, como está sendo chamada Lidiane, por conta da forma como debocha da população, quando se refere ao dinheiro público, é uma questão de tempo, em breve estaremos divulgando fatos relacionados.

Até o presente momento dois ex-secretários: Agricultura, Antônio Gomes da Silva, conhecido como “Antônio Cesarino”, e de Assuntos Políticos, Humberto Dantas dos Santos, conhecido como Beto Rocha, que seria ex-namorado da prefeita, estão à disposição da polícia, onde serão ouvidos para prestarem esclarecimentos a respeito das supostas práticas de desvios

Segundo o delegado Ronildo Lajes, a repercussão nacional do caso acelerou a deflagração da operação.

“Acontece que, com a publicação da reportagem, por decorrência da repercussão até nacional, nós percebemos no monitoramento que os alvos estavam se movimentando muito, tentando conversar com testemunhas e há rumores no local de que eles estavam tentando evadir-se”, explicou.

Luxo na internet
Lidiane se tornou prefeita aos 22 anos, em 2012, depois que o namorado dela na época Beto Rocha, candidato a prefeito, teve a candidatura impugnada ao ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. Ela assumiu o lugar dele e foi eleita.

Depois que assumiu o cargo, Lidiane passou a compartilhar fotos da nova rotina nas redes sociais. Nos perfis pessoais, ela escreveu: “eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados”. Em outro post, ela diz: “devia era comprar um carro mais luxuoso pq graças a Deus o dinheiro ta sobrando”.

Afastamentos
A Justiça do Maranhão havia determinado o afastamento da prefeita pelo prazo de 180 dias em dezembro de 2014, com base no descumprimento da regularização das aulas e do fornecimento de merenda e de transporte escolar em Bom Jardim.

Na ação, o Ministério Público do Estado afirma que Lidiane havia apresentado informações falsas a respeito das irregularidades, mas as informações acabaram desmentidas por meio de denúncias dos próprios moradores da cidade.

A gestora também já havia sido citada pela Justiça por má conduta no início de 2014, quando foi deferida liminar, a pedido do MP-MA, para declarar a ilegalidade de decreto municipal que tornou nulas as nomeações dos excedentes do concurso público homologado em novembro de 2011.