Mais uma vez governo mostra seu compromisso com servidores da segurança

Fim-de-jogo-piccsy

O Blog do Ebnilson obteve a informação que a Comissão Especial criada pelo governo do Estado, chegou ao seu fim. Os trabalhos finalizaram sem contudo se chegar algum benefício para categoria. De fato a comissão não cumpriu sua missão para o fim ao qual foi destinada.

A Comissão foi criada através do decreto Nº 30.617/2015, no dia da posse do governador Flávio Dino. O decreto governamental tinha como finalidade a elaboração de proposta visando à revisão das regras de ingresso, lotação, transferência e promoção. A comissão limitou-se somente a duas reuniões e nada mais. O decreto tinha vida útil de 90 dias, sendo que a comissão teve sua primeira reunião após 75 dias. A segunda reunião já aconteceu com a comissão com seu prazo vencido.

Trocando em miúdo e sem muita delonga, a Comissão não cumpriu suas finalidades e nem tão pouco os trabalhos foram concluídos, ou seja, os militares ficaram marcando passo novamente.

Para não ser injusto, somente a lei de ingresso ficou pronta e foi entregue ao governo, todavia a comissão nunca recebeu um retorno do executivo. Os demais temas ficaram somente restrito a comissão que foi aos poucos perdendo o sentido e se esvaziando de seus membros. A comissão era formada por 9 membros conforme o decreto. No final das contas apenas 3 membros reuniam-se constantemente a saber: Os dois representantes da Secretaria de Segurança e o representante dos bombeiros. Os demais membros não sei que por qual cargas d’água nunca participavam das reuniões. O blog deixa claro, que as reuniões no qual estamos nos referindo foram aquelas realizadas do QCG da PMMA de forma oficiosas, somente com os integrantes militares. Pois, como já falamos a reunião oficial com todos os membros só foram duas. Esses encontros oficiosos destinava-se para alinhar os discursos e proposituras dos interesses dos oficias e dos praças.

O blog chama atenção e cobras as associações militares que deixaram o barco naufragar e não tiveram uma postura de cobrança perante a comissão especial. Infelizmente por mais uma vez o silencio dominou as entidades e ficou por isso mesmo. Lamentável.

Cadê as associações que se alto intitulam os representantes legítimos e defensores dos militares? Onde estão os vanguardistas? Por que estão em silencio e calados? O que está acontecendo?

O blog vai continuar fazendo o que sempre fez, cobrar das lideranças para que elas saiam dessa apatia e desse sono profundo.

O blog vai falar como aconteceu o racha e os bastidores da comissão criada para melhorar a vida dos militares, contudo por mais uma vez o ego, vaidade e sei lá mais o que prevaleceram e colocaram tudo a perder.

Fonte: Blog do Ebnilson

Prefeitura de Lago Verde corta salários de professores

Cerca de 45 trabalhadores em educação do município de Lago Verde foram atingidos com até 25 faltas nas remunerações referentes aos meses de julho e julho, quando a categoria, mobilizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (SINPROESEMMA), decidiu cruzar os braços pelo reajuste de 13,01% e a restruturação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimento. Sem propostas da Prefeitura e temendo mais prejuízos para a educação, os educadores decidiram voltar as salas de aulas, mas exigem a devolução dos valores para a reposição das aulas não ministradas.

IMG-20150813-WA0037 to web lago verde visita ao sinproesemma

Segundo a coordenadora do Núcleo do SINPROESEMMA na cidade, Maria Lucinete, a medida da prefeitura abre precedentes para os professores atingidos com os descontos não reporem os dias de paralisação da greve no município. Se não houver aceno da prefeitura para a devolução dos descontos, a dirigente adverte que o calendário letivo de 200 horas, como determina a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, está ameaçado e pode até levar os estudantes a perda do ano.

“O professor que perdeu o salário não tem a obrigação de cumprir a carga horária das 200 horas letivas, porque os salários foram descontados pela prefeitura. Só vamos repor com a devolução do salário”, lembrou a sindicalista.

A dirigente do núcleo ainda cobrou solidariedade dos membros Poder Judiciário na análise e no julgamento de ações que envolvem o corte de salários dos trabalhadores em educação de Lago Verde. “Os professores pedem providências por parte dos juízes E desembargadores que olhem com carinho para a nossa causa, afinal o professor tem uma família para manter e depende de seus salários”, ressaltou.

Fonte: SINPROESEMMA

Coroatá – Novas modalidades de esportes são oferecidas a população pela Secretaria de Esportes

IMG-20150815-WA0007

Sob orientação do professor, alunos aprendem os fundamentos do Handebol

A Secretaria de Esportes do Município tem investido constantemente nas praticas esportivas para a população de Coroatá, um exemplo disso são as novas modalidades destacadas para quem é amante ou tem interesse nos esportes. O secretário Diego Antunes preparou um roteiro esportivo que funcione durante toda semana para quem quer se exercitar.

Entre as modalidades estão: Treino funcionais com aparelhos, aulas de Jiu Jitsu, Hidroginástica e Capoeira, além de aulas de Natação. Desde a abertura da Academia Pública de Saúde, Coroatá tem passado por uma verdadeira mudança, são crianças, jovens, adultos e pessoas da terceira idade se interessando mais pelo esporte ou praticas de boa saúde.

As atividades ficaram divididas da seguinte forma:

Treinos Funcionais com aparelhos, na segunda feira com professor Regis , na Quarta professor Rodrigo, sexta feira com a professora Davílla,  o horário é das 20h as 21:30.

As aulas de Jiu Jitsu acontecem na terça e quarta e quinta, pela manhã das 10h às 11h, pela tarde 16h às 17h, e noite das 20h às 21:30, aulas serão ministradas pelo faixa preta em Jiu Jitsu, Mestre Stefs.

A Capoeira é ensinada nas segundas, quartas e sextas, nos horários de 8h às 10h da manhã, e das 16:30h às 17:30h, o professor é o Mestre Raimundo Capoeira.

A Hidroginástica aconteceram nos dias de terça e quinta das 18:30h  às 20h no CER, as aulas serão ministradas pelo professor Thiago.

O professor Thiago ainda estará ministrando nos dias de segunda, quarta e sexta aulas de Natação para adultos no horário de 18h às 20h.

As aulas são oferecidas pelo Poder Municipal através da Secretaria de Esportes e não tem nenhum custo, ou seja, são de graça, para se inscrever basta procurar a Academia Pública de Saúde ou a Secretaria de Esportes.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Delegacias do interior do Maranhão estão à ‘Deus dará’!

Delegacia de Cedral fechada desde o dia 3
Delegacia de Cedral fechada desde o dia 3

A situação das delegacias de Polícia Civil em diversas cidades do Maranhão é caótica. Hoje, a Justiça determinou a interdição das celas das delegacias de Monção e de Igarapé do Meio e o Estado terá que construir uma cadeia pública para a comarca. A delegacias não atendem às condições mínimas segundo a Lei de Execuções Penais – LEP.

Sobre a delegacia em Igarapé do Meio, foi observado que a higienização é precária, a instalação elétrica é irregular, a área para banho de sol é inadequada, bem como celas com paredes mofadas e úmidas, e sem circulação de ar.

Já na delegacia de Monção, nem existe cela para acomodação dos presos em flagrante, os quais ficam em situação improvisada aguardando transferência para outros locais.

Tanto a carceragem da delegacia em Monção quanto a de Igarapé do Meio não possuem condições mínimas de dignidade à população carcerária, nem apresentam condições de segurança aos custodiados e à sociedade em geral.

O Ministério Público, autor da ação, salienta sobre a necessidade de o Estado do Maranhão construir uma cadeia pública no Município de Monção, bem como reformar as celas existentes na delegacia de Igarapé do Meio. Sugere, ainda, a construção de uma cela na delegacia de Monção no sentido de abrigar os presos em flagrante.

Na decisão, o Estado do Maranhão é acusado de negligenciar com a estruturação e manutenção da atividade policial, violando diretamente o dever de garantir a segurança pública, direito de todos.

A decisão judicial decreta a interdição das carceragens das delegacias de polícia dos municípios de Monção e de Igarapé do Meio. Determina, ainda, que a Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária proceda, com prazo de quinze dias após a intimação da decisão, à remoção dos presos provisórios e definitivos recolhidos nas duas delegacias, encaminhando-os para estabelecimentos prisionais adequados, de acordo com condição da prisão (provisória ou definitiva), sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) em caso de descumprimento.

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (SEJAP) fica, por sua vez, obrigada a construir pelo menos uma cadeia pública na comarca, devendo começar as obras no prazo máximo de noventa dias sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) em caso de descumprimento.

Por fim, a SEJAP fica obrigada também a reformar as celas existentes na delegacia de Igarapé do Meio e a construir uma cela na delegacia de Monção, no sentido de abrigar os presos em flagrante, no prazo máximo de 90 dias. Em caso de descumprimento, a multa diária E de R$ 5.000,00 (cinco mil reais). As multas serão revertidas em favor do Fundo Penitenciário Estadual.

Outro caso

Em Cedral, a delegacia de Polícia Civil está fechada desde que os policiais entraram em greve no último dia 3. Quem precisar registrar um boletim de ocorrência tem que deslocar até o município de Mirinzal, o mais próximo de Cedral.

Fonte: Blog do Minard

Glalbert Cutrim trabalha por mais benefícios para a Baixada

Glalbert Cutrim trabalha por mais benefícios para a Baixada

Dep. Glalbert Cutrim | Kristiano Simas/ Agência Assembleia

O deputado Glalbert Cutrim (PRB) apresentou esta semana na Assembleia Legislativa indicações, através das quais, ele solicita ao Governo do Estado a execução de novas ações que irão beneficiar as cidades da região da Baixada Maranhense.

Glalbert pediu a recuperação urgente da MA-014, no trecho ligando os municípios de Vitória do Mearim e Pinheiro. Devido às fortes chuvas que caíram, principalmente, no primeiro semestre, a infraestrutura da rodovia estadual ficou bastante comprometida, o que está causando transtornos aos motoristas.

Para Matinha, o parlamentar requereu o apoio financeiro do governo estadual para que seja colocada em funcionamento a Fábrica de Beneficiamento de Pescados e Mariscos da cidade.

A estrutura física do prédio onde a Fábrica funcionará já está concluída, faltando apenas maquinário para colocá-la em funcionamento. “Atendendo pedido do prefeito Beto Pixuta e dos pescadores da região, estamos solicitando ao Governo que firme parceria com o município de Matinha no sentido de viabilizar o funcionamento deste importante equipamento público que, em muito, contribuirá com a atividade pesqueira nesta região da Baixada”, explicou Cutrim.

Para Alcântara, Glalbert solicitou a construção de uma quadra de beach soccer na sede do município – reivindicação antiga dos desportistas – e conclusão da obra da ponte localizada no povoado São Raimundo, na MA – 106.

“É importante ressaltar que essa obra irá beneficiar mais de 22 mil habitantes e consolidar definitivamente a integração econômica, social da região, dando à população a possibilidade de estar mais próximo e tornando a viagem mais ágil e segura. Além disso, será um importante escoadouro da produção agrícola e pecuária da região”, finalizou o deputado.

Site da AL/MA

Pai de santo Euclides morre após infarto em São Luís

Euclides Menezes Ferreira, mais conhecido como, Pai Euclides Talabyian, morre aos 78 anos, na tarde desta segunda-feira, no Hospital Carlos Macieira, em São Luís.
De acordo com o atestado de óbito, Pai Euclides teve um infarto agudo do miocárdio e o tempo de internação o fez ter pneumonia e choque cardiogênico. Ele estava internado no hospital desde sábado, dia 15, por volta das 15h de hoje, ele teve um infarto.
O velório está acontecendo na Casa Fanti Ashanti, no bairro Cruzeiro do Anil, onde reúne filhos e filhas de santo para prestarem as últimas homenagens.
O enterro está previsto para acontecer no final da tarde.
Por meio de nota, a Secretaria de Estado Extraordinária de Igualdade Racial lamenta a morte de Pai Euclides que contribuiu decisivamente com a religiosidade afro-maranhense, seja auxiliando o trabalho de diversos pesquisadores brasileiros ou estrangeiros, seja dando forma as suas ideias.
Euclides foi o fundador e responsável pela Casa Fanti Ashanti, uma casa de candomblé da nação Jeje-Nagô fundada em 1954, juntamente com Mãe Isabel (de Xangô com Oxum), a casa está localizada no bairro do Cruzeiro do Anil, em São Luís, estado do Maranhão, Brasil.
Fonte:O Imparcial

UFMA demite 140 terceirizados e semestre letivo está comprometido

O impacto do corte de R$ 28 milhões de reais da verba destinada à Universidade Federal do Maranhão, imposto pelo contingenciamento orçamentário do Governo Federal, foi apresentado hoje (17) pelo reitor Natalino Salgado a integrantes da bancada maranhense na Câmara e no Senado. No encontro, o reitor Natalino Salgado apresentou a situação financeira da universidade e mostrou as dificuldades da retenção de recursos, além de medidas adotadas para enfrentar a crise.
A falta de repasses produzirá danos em todos os setores da instituição, afetando desde a mão de obra terceirizada, infraestrutura, restaurante universitário, assistência estudantil, passando pelas atividades de pesquisa, de extensão e programas especiais. A primeira consequência foi a demissão de 140 trabalhadores terceirizados. O início do segundo semestre letivo também está comprometido.
Considerando o que deixou de receber em 2014, R$ 34.933,285, e o corte de 50% do valor do investimento previsto na LOA para este ano, de R$ 43.238,435 o déficit acumulado chega a R$ 109.4185.651,14.  Segundo o reitor, a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES) tem demonstrado preocupação com os cortes nas universidades. “As instituições estão com suas contas seriamente comprometidas e a saída tem sido o enxugamento drástico nos gastos”, explicou. Ele disse que algumas universidades não tem mais dinheiro para se manter em funcionamento já a partir de setembro.
Do total previsto para despesas de funcionamento (verba de custeio) em 2015, a UFMA ainda não recebeu R$ 6.874.975,70, valor insuficiente para cobrir seus gastos, revelando um déficit superior a 17 milhões de reais. Dos recursos para investimento também ainda faltam ser repassados nove milhões de reais, fora 18 milhões de reais de emendas parlamentares incluídos no orçamento.
O deputado Pedro Fernandes, coordenador da bancada maranhense, pregou a união de todos para garantir que UFMA não seja penalizada com o corte de verbas. “Estamos, hoje, reunidos em prol da nossa Universidade e do nosso Estado para lutarmos pela liberação dos recursos destinados à UFMA, sem que haja qualquer prejuízo para os estudantes que carregam consigo o sonho de estudar em uma instituição pública. As universidades são de suma importância para esta gerência e formação das políticas públicas. Portanto, devemos aproximar cada vez mais a universidade da bancada maranhense, e vice-versa. Hoje, o Maranhão possui sete milhões de habitantes, o que compreende o importante papel da UFMA em prol do desenvolvimento socioeconômico do Estado, por isso, ela precisa crescer e expandir e o que não podemos é admitir que as portas da Universidade se fechem”, proclamou.
Da reunião participaram os deputados federais Rubem Pereira Junior, André Fufuca, Zé Carlos, Junior Marreca, Pedro Fernandes, Juscelino Filho, João Marcelo, o deputado estadual Jota Pinto e o senador Roberto Rocha.
Fonte: idifusora.com

Hoje vereadora em Maceió-AL, Heloísa Helena comenta sobre as manifestações deste domingo

Tentando saber o têm feito algumas celebridades políticas e buscar um embasamento e formulação de um posicionamento crítico a respeito das manifestações deste domingo, vi nas redes sociais de um ícone da política brasileira, na verdade um fenômeno nacional. Me refiro a ex- Senadora Heloísa Helena – PSOL , atualmente vereadora em Maceió-AL e entende que dois mandatos na Câmara Municipal de Maceió são o suficiente (ela cumpre o segundo), informa que por isso não disputará a reeleição no próximo ano, mas admite que estará em ação nas eleições gerais de 2018, sem contudo precisar qual será o seu rumo.]. Ao tempo que disse o que pensa sobre as manifestações de ontem:

Foto de Heloisa Helena.

Muitas pessoas me mandando mensagens sobre o tal “Dia 16”, sobre as mobilizações, palavras de ordem nas ruas, etc e tal! Sobre o tal do “golpismo” é o mesmo argumento utilizado pela turma do PSDB e Cia quando berrávamos nas ruas o “Fora FHC”, como já tínhamos marchado o “Fora Collor” e “Xô Sarney”… portanto nem havia golpismo no passado nem agora há! Simples assim, fatos identificados em crimes contra a administração pública, improbidade administrativa ou indícios de outras modalidades de roubalheira do propinódromo – aqui ou alhures, no passado ou no presente – devem gerar – pela legislação vigente – abertura de processos, investigações, legítimo direito de defesa, contestação, absolvição ou cassação de mandatos… Simples assim! O problema é que existem umas cantilenas repetidas pelos políticos vigaristas e seus eleitores cúmplices, que possibilitam – à direita e à esquerda – a proteção repugnante do banditismo quando em seu bando esteja! Votam nos bandidos conhecendo as suas mais podres características, protegem os bandidos que ajudou a eleger com a voracidade dos destituídos de dignidade, odeiam e perseguem de forma implacável quem a eles não se ajoelha…. e assim caminham cinicamente, capazes de quebrar os dedos do menino pobre que lhes rouba o celular, mas na hora de votar e defender ladrão poderoso fazem com paixão e desenvoltura! Pois bem, não estarei nas ruas, mas conheço muitas pessoas corajosas, lutadoras e honradas que estarão protestando, da mesma forma que lá também estarão os vigaristas sedentos para plenamente vampirizar a máquina pública… se é Senador de Alagoas ou Presidente do Brasil, como se diz no popular QUEM FOR PODRE QUE SE QUEBRE! Tenham um bom domingo com as escolhas dignas que mandam suas consciências!

Sem orçamento, UFMA pode fechar, diz Natalino Salgado

natalinoO reitor da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), Natalino Salgado, anunciou hoje (17), em reunião com deputados da bancada federal maranhense, que a instituição pode ser obrigada a fechar as portas no segundo semestre de 2015.

Segundo o deputado Rubens Júnior (PCdoB), que participou do encontro, o reitor alegou dificuldades financeiras e disse que, a se confirmarem os cortes orçamentários previstos pelo Governo Federal, a solução seria parar todas as atividades.

“Com cortes orçamentários, UFMA corre o risco de fechar no segundo semestre”, disse Salgado, de acordo com o que relatou o parlamentar comunista em sua conta no Twitter.

Esse era um prognóstico que o gestor da Universidade já fazia a assessores mais próximos há algumas semanas. No entanto, foi a primeira vez que ele falou publicamente sobre o assunto.

Fonte: Blog do Gilberto Léda

Justiça condena Cerveró e Baiano por corrupção e lavagem de dinheiro

Camargo, Cerveró, Youssef e Baiano (Foto: Reprodução, Alaor Filho/Estadão Conteúdo, Félix R./Futura Press/Estadão Conteúdo, Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

Camargo, Cerveró, Youssef e Baiano (Foto: Reprodução, Alaor Filho/Estadão Conteúdo, Félix R./Futura Press/Estadão Conteúdo, Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

A Justiça Federal condenou nesta segunda-feira (17) o ex-diretor da Área Internacional da Petrobras Nestor Cerveró, o lobista Fernando Baiano e Júlio Camargo, ex-consultor da Toyo Setal, por corrupção e lavagem de dinheiro. A ação penal teve origem na 8ª fase da Operação Lava Jato.

Os três são acusados de envolvimento no esquema de fraude, corrupção, desvio e lavagem dinheiro descoberto dentro da Petrobras. Cerveró e Baiano foram acusados de receber e intermediar propina em contratos da estatal.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), Fernando Baiano e Nestor Cerveró são suspeitos de receber US$ 40 milhões de propina nos anos de 2006 e 2007 para intermediar a contratação de navios-sonda para a perfuração de águas profundas na África e no México. Fernando Baiano era representante de Nestor Cerveró no esquema, segundo a denúncia apresentada pelo MPF em dezembro de 2014.

Na sentença, porém, consta que as vantagens indevidas tenham superado R$ 54,5 milhões. Cerveró e Baiano terão que devolver este montante à Petrobras como forma de indenização pelo danos decorrentes dos crimes.

O doleiro Alberto Youssef, que é considerado peça chave no esquema criminoso, também é réu nesta ação. Entretanto, ele foi absolvido do crime de lavagem.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações penais na primeira instância, avaliou que não há prova suficiente sobre esta prática. Dos condenados, apenas Júlio Camargo não está preso.

Foi em uma audiência, inclusive, desta ação que Júlio Camargo afirmou que o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB), pediu US$ 5 milhões para viabilizar um contrato de navios-sonda na Petrobras. O deputado nega.

Veja pelo que cada um foi condenado
Nestor Cerveró – corrupção passiva e lavagem de dinheiro – 12 anos e 3 meses de prisão;

Fernando Baiano – corrupção passiva e lavagem de dinheiro – 16 anos e um mês de prisão;

Júlio Camargo – corrupção ativa e lavagem de dinheiro – 14 anos de prisão, porém, devido ao acordo de colaboração, deverá pegar cinco anos, em regime aberto;

Júlio Camargo também foi absolvido por crimes contra o sistema financeiro nacional.

Esta é a segunda condenação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró ligada à Lava Jato. A Justiça o considerou culpado pelo crime de lavagem de dinheiro na compra de um apartamento de luxo no Rio de Janeiro impondo pena de cinco anos de reclusão. O imóvel, segundo o Judiciário, foi pago com dinheiro de propina. Já para Júlio Camargo e Fernando Baiano está é a primeira condenação.

Procurada pelo G1, a defesa de Nestor Cerveró, representada pela advogada Alessi Brandão, não quis comentar. O advogado de Fernando Baiano, Nélio Machado, disse que ainda não tem conhecimento do teor da condenação e que vai se pronunciar sobre o caso ainda nesta segunda-feira. Já Antônio Figueiredo Basto, que defende Júlio Camargo, não foi localizado pela reportagem.

Delação premiada
Júlio Camargo é um dos delatores da Lava Jato, ou seja, passou informações ao MPF sobre o esquema em troca de benefícios em caso de condenação.

Na sentença desta segunda-feira, Moro afirmou ter notícias de que Cerveró e Baiano também estão negociando acordo de colaboração.

De acordo com o MPF, até 3 de agosto, 22 pessoas investigadas pela Lava Jato firmaram acordo de delação premiada. Outros seis acordos são mantidos em sigilo.

A denúncia
Nestor Cerveró, que comandou a Diretoria Internacional entre 2003 e 2008, utilizou o cargo para privilegiar empresas em negociações comerciais em contratos com a Petrobras em troca de propina, de acordo com a denúncia.

Cerveró tinha na figura de Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, um operador financeiro para viabilizar o pagamento de propina por parte de Júlio Camargo, ex-consultor da empresa Toyo Setal, ainda conforme a denúncia.

Segundo o Ministério Público Federal, a propina foi de US$ 40 milhões. A quantia referia-se a contratação de um estaleiro sul-coreano.

A acusação argumenta que para dar aparência lícita à propina foram firmados dois contratos com uma empresa de Júlio Camargo, totalizando US$ 53 milhões – US$ 13 milhões ficariam com Júlio Camargo.

Ainda conforme os procuradores, Júlio Camargo passou a sofrer diversas pressões de Fernando Soares, o qual agia em nome de um dos agentes políticos destinatários finais da propina das sondas. Fernando Soares é suspeito de operar a cota do PMDB no esquema de corrupção. O PMDB nega a acusação.

O MPF afirma que o pagamento de propina foi viabilizado de quatro maneiras diferentes: transferências fracionadas no exterior, transferências realizadas em território nacional entre empresas de Júlio Camargo e Alberto Youssef, falsos contratos de prestação de serviços e por meio de notas fiscais frias.

O que disseram as defesas
Nas alegações finais anexadas à ação penal, a defesa de Camargo argumentou que o acusado celebrou o acordo de colaboração com o MPF e revelou o seus crimes. Além disso, os advogados afirmaram que o delator não praticou o crime de corrupção ativa.

Já a defesa de Cerveró argumentou, também nas alegações finais, que a Justiça Federal é incompetente para processar e julgar o feito e que os depoimentos do delator Júlio Camargo deveriam ser considerados nulos, pois seriam contraditórios. A defesa ainda afirmou que não houve crime de corrupção e que a contratação dos navios-sonda foi regular.

A defesa de Baiano também afirmou nas alegações finais que o Justiça Federal é incompetente para processar o feito. Também foi dito que a contratação das sondas foi positiva para a Petrobras, que o recebimento de comissões por intermediação de negócios não caracteriza crime de corrupção e que não há prova do pagamento de valores a Cerveró.

Fonte: g1.com