Intercolegial Mirim “Olympus 15 anos” já tem escolas campeãs na Modalidade Handebol

Foto da Equipe de Handebol Feminino do Colégio Olympus

O Intercolegial Mirim “Olympus 15 anos” que iniciou no sábado, com a modalidade Atletismo  na Escola Ananias Murad e com o handebol na quadra do Colégio Batista, teve dois dias de muitos gols e grandes jogos, com a participação de 09 escolas da rede pública e privada de Codó.

Na final do handebol feminino, a Escola Santa Filomena enfrentou o Colégio Olympus. O jogo foi marcado por muita emoção por conta dos pais das alunas-atletas das duas escolas, que a cada perigo de gol iam ao delírio na arquibancada. O jogo foi marcado por muitas chances de gols de ambas equipes, mas que sempre esbarraram nas seguras e tranquilas goleiras que não deixaram o zero sair do placar, levando assim a decisão para as penalidades máximas, que após sete tentativas, finalmente o gol saiu com o arremesso da goleira Mariana do Colégio Olympus, que na sequência defendeu o último pênalty e levou o Olympus ao título.

No Masculino deu Senador Archer

Na final masculina, o favorito, Mundo do Conhecimento, foi surpreendido pela esforçada equipe do Senador Archer que virou o jogo e venceu por 2×1, sagrando-se campeão.

Bastava cair alguns pingos de chuva sobre o telhado do Ginásio Deolindo Rodrigues para que ficasse assim

Após dois dias de conserto no telhado do Ginásio Deolindo Rodrigues, providenciado pelo desportista e secretário de Infra-Estrutura, Márcio Esmero, o Intercolegial Mirim “Olympus 15 anos” vai iniciar hoje, 21/03, a partir das 14 horas na competição de basquete e nos dias 22 e 23 os jogos de futsal. A programação do basquete para hoje (21) será a seguinte:

– Basquete feminino

14:00 horas: Colégio Olympus x Presbiteriana
14:30 horas: Ananias Murad x Pequeno Polegar
16:00 horas: Pequeno Polegar x Colégio Olympus
16:30 horas: Presbiteriana x Ananias Murad

– Basquete masculino

15:00 horas: Colégio Olympus x Mundo do Conhecimento
15:30 horas: Presbiteriana x Cristo Rei
17:00 horas: Mundo do Conhecimento x Pequeno Polegar
17:30 horas: Ananias Murad x Presbiteriana
18:00 horas: Pequeno Polegar x Colégio Olympus
18:30 horas: Cristo Rei x Ananias Murad

Por Fredson Ricardo – CREF 217/g-PI

Renan Calheiros manda recado – Senado não vai frear impeachment

A presidente Dilma Rousseff e o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL)

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), avisou a interlocutores que não tem condições de barrar o impeachment da presidente Dilma Rousseff do cargo, caso a Câmara dos Deputados se ponha a favor do processo, de acordo com reportagem publicada na edição deste domingo do jornal O Estado de S.Paulo. Renan prevê que, caso o afastamento de Dilma ganhe o aval da Câmara, haverá uma “onda” que certamente resultará em sua cassação. Pelo rito estabelecido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o Senado pode vetar, por maioria simples, uma eventual decisão da Câmara favorável à abertura do processo de impeachment.

Na quarta-feira da semana passada, por 9 votos a 2, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou os recursos apresentados pela Câmara dos Deputados e referendou o rito de impeachment estabelecido pela Corte no ano passado. Em suas sessões plenárias em 16 e 17 de dezembro, às vésperas do recesso do Judiciário, os ministros do STF haviam estabelecido que o Senado tem poderes para barrar o processo de deposição da petista e que a eleição da comissão do impeachment tem de ser aberta e sem chapa avulsa.

No dia seguinte, a Câmara instalou a comissão especial que vai analisar o processo de impeachment. Dilma será julgada pelo crime de responsabilidade na prática das chamadas pedaladas fiscais, já condenadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU), e por editar, via decreto, aumento de despesas sem o aval do Congresso Nacional, o que é proibido em lei. A explosiva delação do ex-líder do governo Delcídio do Amaral, na qual Dilma é acusada de ter conhecimento do escândalo de corrupção na Petrobras e de tentar obstruir o avanço da Lava Jato na Justiça, foi anexada às denúncias contra a petista. Jovair Arantes (PTB-GO), aliado do presidente da Casa e desafeto de Dilma, Eduardo Cunha, foi eleito para a relatoria do colegiado.

(Com Reuters)

SENARC prende mulher que transportava droga de Imperatriz para a capital do estado

leslen
A Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, efetuou na madruga deste domingo a prisão de Lislen Caroline Campelo da Costa, 24 anos de idade, quando esta transportava 5 barras de substância entorpecente com característica de ser CRACK, acondicionados em papel alumínio.
A prisão ocorreu no momento em que Lislen desembarcou no Terminal Rodoviário  de São Luis, em ônibus de determinada empresa, cuja linha era Davinopolis/São Luis. Naquele momento, a acusada já em poder de duas bagagens, foi abordada por policiais da SENARC, e durante buscas realizadas em seus pertences, foi encontrada a substância ora mencionada. Diante dessa circunstância, foi dada voz de prisão a Lislen que foi autuada em flagrante pelo crime previsto no artigo 33, da Lei 11343/2006, e em seguida encaminhada a unidade prisional feminina, onde ficará a disposição da justiça.

Absurdo, piada ou deboche? Qual seria a fundamentação para homenagem dada ao prefeito de Timbiras?

Foto extraída do blog do Silvio Ramon

Quando nós pensamos que já vimos tudo neste mundo, és que aparece aquelas situações que realmente chamam a nossa atenção e a última, foi a de que o atual prefeito de Timbiras-MA, Fabrízio Araújo,  receberá uma homenagem no mês de abril deste ano como reconhecimento por ter se destacado em 2015. No estado do Maranhão, existem algumas empresas cujos representantes saem de cidade em cidade, batendo nas portas de políticos oferecendo pacote de serviços de mídia com o objetivo de trabalhar suas imagens, mesmo sem merecimento, não estou afirmando que seja este o caso.

Constam na relação, nomes de prefeitos com administrações caóticas no Maranhão, vale lembrar que nosso estado possui 217 municípios e sabe se lá quais critérios avaliados, o prefeito de Timbiras aparece com aceitação de mais de 60%, vale lembrar que a cidade não possui sequer um Hospital Municipal que após fechado para reforma, nunca mais voltou a funcionar. Com relação à infraestrutura e urbanismo, o principal mercado da cidade tem como frequentadores alguns urubus, sem contar que este marcado funciona atrás da rodoviária, que diga se de passagem está em péssimas condições.

Como prova dessa aceitação duvidosa nem mesmo o principal Blog da Cidade, , tem comentários favoráveis ao prefeito, confira clicando aqui Blog do Sílvio Ramon.

Tentamos localizar o referido jornal na internet, mas não obtivemos êxito, porém, vamos aguardar um contato ou a publicação de critérios da pesquisa para que possamos divulgá-las aqui.

Conselho Federal da OAB aprova pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff.

Conselho Federal da OAB aprova pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff.

O Conselho Federal da OAB decidiu nesta sexta-feira (18) entrar com pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff. A decisão contou com o voto favorável de 26 das 27 bancadas de conselheiros federais. A diretoria da OAB Nacional decidirá nos próximos dias como procederá para o encaminhamento da decisão junto à Câmara dos Deputados.

O Maranhão esteve representado pelo presidente da seccional, Thiago Diaz, e pelos Conselheiros Federais, José Agenor Filho, Luís Augusto de Miranda Guterres Filho e Roberto Charles de Menezes Dias. Em reunião na noite de quinta-feira, o Conselho da OAB/MA já havia votado por unanimidade recomendar ao Conselho Federal que a entidade apoie a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousself.

Segundo o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, “mais uma vez a OAB demonstra seu compromisso com a democracia. A decisão do Pleno Conselho Federal representa a manifestação colhida nas seccionais da OAB, mas não nos traz qualquer motivo para comemoração. Gostaríamos de estar a comemorar o sucesso de um governo, com êxito na educação, na saúde, na segurança e na justiça social para toda a sociedade, concluiu.

Lamachia afirmou ainda que as 27 Seccionais da OAB foram consultadas e estiveram envolvidas no debate. “Antes desta reunião, as OABs estaduais consultaram suas bases e 24 Estados se posicionaram previamente favoráveis ao pedido de impeachment. Este foi, acima de tudo, um processo democrático, responsável e técnico. A OAB pratica e defende a democracia. Esta é uma decisão marcadamente majoritária que demonstra a união da advocacia brasileira em torno do tema”, afirmou o presidente.

O relator do caso na OAB, conselheiro federal Erick Venâncio Lima do Nascimento (AC), concluiu em seu voto que há elementos que conduzem a um pedido de impedimento em função de atos contábeis, como infrações à Lei Orçamentária e de Responsabilidade Fiscal. “A gravidade dos atos não pode ser alvo de avaliação subjetiva, mas sempre à luz constitucional”, apontou.

“Reconheço a possibilidade de abertura do pedido de impeachment. As avaliações foram focadas em dois aspectos: se há ofensa legal e se há comportamento comissivo e omissivo do agente político responsável. É forçoso admitir que existem, sim, elementos jurídicos completos que conduzem a um pedido de impedimento pelos atos contábeis”, destacou.

No voto do relator também é apontada a tentativa de obstrução de Justiça por parte da presidente da República, no que diz respeito à indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para um cargo de ministro, mudando o foro de suas investigações para o STF, e também fatos relatados na delação do senador Delcídio do Amaral, segundo o qual teria havido ingerência da presidente na escolha de ministros para tribunais superiores. Também foi lembrado no voto do relator as renúncias fiscais concedidas à Fifa para a realização da Copa do Mundo, consideradas irregulares.

O relator ressaltou que nenhuma informação proveniente dos grampos realizados pelo juiz Sérgio Moro foi considerada no relatório final.

“Meu indicativo primeiro é o de rechaçar veementemente a pecha de golpe quando se pleiteia o impedimento de um chefe de Estado e Governo. Desde 1988, com o advento da nossa Constituição cidadã, o impeachment foi legalmente proposto a todos os presidentes da República eleitos. Isso é exercício do poder republicano”, lembrou.

Fonte: Site da OAB

Academia Maranhense de Letras – Jomar Moraes, nosso homenageado

Jomar da Silva Moraes

  • Cadeira – 10
  • Data da Eleição – 10/05/1969
  • Data da Posse – 06/05/1969
  • Recepcionado por : Antônio Oliveira

Nasceu em Guimarães-MA, a 6 de maio de 1940.  Filho de José Alipio de Moraes Filho e Marcolina Cyriaca da Silva. Pesquisador, ensaísta, cronista, crítico e historiador da literatura maranhense. Editor de textos; mantém assídua colaboração na imprensa de São Luís.

Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Maranhão, colou grau em 24 de julho de 1976. Especialista em Direito Empresarial (curso realizado em São Luís, de 31 de julho de 1976 a 5 de fevereiro de 1977, com 360 horas/aula; convênio UFMA/INCRA/UnB. Especialista em Comunicação Social, áreas de Rádio e TV, Publicidade e Propaganda (curso realizado em 5 etapas, de 6 de julho de 1982 a 21 de abril de 1984, com 600 horas/aula. São Luís, UFMA. Mestre em História, com área de concentração em História do Brasil, Convênio UFMA/UFPE. Recife, 2002. Doutor Honoris Causa da UEMA – Universidade Estadual do Maranhão. São Luís, 6 de agosto de 2010.

Sua primeira função foi soldado da Polícia Militar do Maranhão, onde permaneceu de 1959 a 1967, chegando, por cursos, à graduação de 3° sargento. Diretor do Serviço de Administração da Secretaria de Educação e Cultura (1970-71); diretor da Biblioteca Pública do Estado (1971-73); diretor do Departamento de Assuntos Culturais da Fundação Cultural do Maranhão (1973-75); diretor do Serviço de Imprensa e Obras Gráficas do Estado-Sioge (1975-80); diretor do Departamento de Assuntos Culturais da Universidade Federal do Maranhão (1981-85); secretário de Estado da Cultura do Estado do Maranhão (1985-87).

Pertenceu, em dois mandatos consecutivos, ao Conselho de Administração do Instituto de Previdência do Estado do Maranhão-IPEM e ao Conselho Estadual de Cultura, que posteriormente presidiu, na condição de secretário da Cultura. Representou a Academia Maranhense de Letras no Conselho Universitário da Universidade Federal do Maranhão em cinco mandatos de dois anos cada. Integrou, de 1987 a 1988, a Comissão Nacional do Centenário da Abolição e a Comissão Nacional do Guia Brasileiro de Fontes para a História da África, da Escravidão Negra e do Negro na Sociedade Atual.

Foi estagiário da Escola Superior de Guerra (Rio de Janeiro, 1980).

Membro correspondente dos Institutos Históricos e Geográficos do Piauí e do Distrito Federal, da Academia Paraibana de Letras e da Academia Paranaense de Letras.

Cidadão honorário de São Luís, de Buriti Bravo e de Alcântara.

Auditor Fiscal do Estado do Maranhão; advogado da Universidade Federal do Maranhão, desde setembro de 1984 e, a contar de 1990, procurador federal com exercício na referida Instituição de Ensino Superior, da qual foi procurador-chefe no período de novembro de 1996 a agosto de 2006.

Detentor das medalhas: Santos Dumont, do Ministério da Aeronáutica; Brigadeiro Falcão da Polícia Militar do Maranhão; João Lisboa, do Conselho Estadual de Cultura do Maranhão; do Sesquicentenário da Adesão do Maranhão à Independência, do Mérito Timbira, da Ordem dos Timbiras (grande oficial) de comendador do 4º Centenário de São Luís do Governo do Maranhão; comendador da Ordem de Rio Branco (Brasil) e da Ordem Nacional do Mérito de Portugal; Medalha Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras; Padre Antônio Vieira, da UBE-RJ, e Simão Estácio da Silveira, da Câmara Municipal de São Luís.

Agraciado ainda com a medalha do 4º Centenário de São Luís, outorgada pela Assembleia Legislativa do Estado e, com as Palmas Universitárias, conferidas pela Universidade Federal do Maranhão.

Distinguido com 11 prêmios literários e com os diplomas de Personalidade Cultural (1980) e de Mérito Cultural (1981, 1988, 2000 e 2005) da União Brasileira de Escritores – Seção do Rio de Janeiro.

Fonte: Academia Maranhense de Letras

Riqueza e diversidade cultural maranhense encantam turistas franceses

Turistas ficaram encantados com a cultura e belezas naturais e arquitetônicas de São Luís. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Turistas ficaram encantados com a cultura e belezas naturais e arquitetônicas de São Luís. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Turistas franceses desembarcaram, no sábado (18), no Porto do Itaqui, em uma escala do navio Le Lyrial, vindo de Recife com destino a Belém. Após atracarem no Porto, parte dos passageiros – 200 deles – aproveitou para conhecer as belezas naturais e a diversidade cultural da capital maranhense. A quantidade de flashes disparados durante o passeio deixou claro que os visitantes queriam levar um pouquinho de São Luís para a Europa.

A operação de desembarque do navio de passageiros foi coordenada pela equipe da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap) e a estada do grupo em São Luís foi organizada em ação conjunta da Emap, Agência Marítima, Secretarias de Turismo do Estado e do Município e uma agência de turismo local, com apoio da Polícia Militar e da Subprefeitura da Praia Grande.

O grupo começou o passeio pela orla de São Luís, conhecendo a Avenida Litorânea e a Praia de São Marcos. Em seguida, os turistas foram para o Centro Histórico, passando pelo Palácio dos Leões, Praça Dom Pedro II e a Catedral da Sé. Na Praça Benedito Leite, o grupo de Tambor de Crioula Arte Nossa esperava pelos visitantes, que demonstraram muita curiosidade pela manifestação cultural tipicamente maranhense.

Turistas ficaram encantados com a cultura e belezas naturais e arquitetônicas de São Luís. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Turistas ficaram encantados com a cultura e belezas naturais e arquitetônicas de São Luís. Foto: Gilson Teixeira/Secap

Além das imagens da cidade, que fotografaram e filmaram com entusiasmo, os visitantes levaram também material impresso de divulgação das belezas e riquezas do Maranhão. O encerramento da visita foi marcado por uma apresentação do Boi Brilho da Ilha organizada pela Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) na Casa do Maranhão, no Centro Histórico.

Passeio registrado na lente e na memória

Os turistas afirmaram que a visita à capital maranhense ficará gravada na memória deles pelas belezas naturais e arquitetônicas da capital maranhense, patrimônio histórico e cultural da humanidade.

Turistas ficaram encantados com a cultura e belezas naturais e arquitetônicas de São Luís. Foto: Gilson Teixeira/Secap

O francês Dominique Pontabric, 65 anos, prestou muita atenção à imersão na história do Maranhão durante a visita ao Palácio dos Leões. “Vou levar na memória a diferença entre a cidade velha e a cidade nova”, disse Dominique. Ele também elogiou a receptividade do povo maranhense. “Todos com quem conversei aqui foram simpáticos e muito acolhedores”, completou.

Já a turista Karin Bromilare, 59 anos, ficou entusiasmada com o passeio no Centro Histórico. Ela contou que também apreciou de modo especial a praia e as igrejas. “É muito diferentemente da Europa. Gostei das cores e do tambor de crioula. A música e as danças são muito bem exploradas pela cultura brasileira”, comentou.

Para a canadense Mary Anne Palmeter, que mora na Suíça atualmente, cada novo cenário era registrado em fotografias. “Gosto de ver a cidade antiga, os prédios antigos, gostei muito do que tenho visto hoje aqui. Achei tudo muito interessante e legal”, afirmou Mary Anne.

ASSCOM – Governo do Estado

Datafolha: apoio ao impeachment de Dilma e rejeição de Lula batem recorde

Ato contra a corrupção e a presidente Dilma Rousseff, em Copacabana, Rio de Janeiro, neste domingo (13)

A semana mais turbulenta dos 14 anos do governo presidencial do PT arranhou de vez a imagem de seus dois principais líderes, a presidente Dilma Rousseff e o agora ministro suspenso da Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva. A mais recente pesquisa do Datafolha, divulgada neste sábado, mostrou que subiu para 68% o número de brasileiros favoráveis ao impeachment de Dilma. Além disso, Lula atingiu o maior índice de rejeição popular de sua vida: 57%. O Datafolha ouviu 2.794 eleitores nos dias 17 e 18, em 171 municípios de todo o país.

O número de apoiadores do impeachment de Dilma subiu oito pontos em relação à última pesquisa, de fevereiro. Também cresceu o número de entrevistados que defendem a renúncia de Dilma: 65% contra 58% do mês passado. Os que são contrários ao impeachment somam agora 27%, 6 pontos a menos do que no mês passado.

O aumento do apoio pelo impeachment e renúncia de Dilma acontece na sequência das grandes manifestações populares contra o governo, novas denúncias da delação premiada do senador Delcídio do Amaral e a divulgação de áudios do ex-presidente Lula, incluindo um com a própria presidente.

Segundo o Datafolha, o apoio pelo afastamento da presidente aumentou em todos os segmentos pesquisados. Em setembro de 1992, pouco antes do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello, 75% dos brasileiros eram favoráveis ao impedimento do presidente, enquanto apenas 18% eram contrários.

Protesto contra o governo de Dilma Rousseff,em Brasília (DF), na manhã deste domingo (13)

Mas apesar do grande apoio pela saída de Dilma, apenas 16% acreditam que um eventual governo do vice-presidente Michel Temer seria ótimo ou bom, enquanto 35% veem esse possível governo como ruim ou péssimo.

Lula – O retorno de Luiz Inácio Lula da Silva ao Planalto no cargo de ministro da Casa Civil, em uma evidente tentativa de obstruir o avanço das investigações da Lava Jato, derrubou de vez a popularidade do ex-presidente. Segundo o Datafolha, Lula atingiu sua maior taxa de rejeição: 57%. Seu maior índice de rejeição registrado antes deste levantamento era de 40%, em 1994, pouco antes da derrota na eleição presidencial para Fernando Henrique Cardoso.

Mesmo entre a classe mais pobre, Lula já é rejeitado por 49% da população. Ainda segundo o Datafolha, o índice cresce conforme o avanço da renda familiar dos entrevistados e chega a 74% entre aqueles que ganham dez ou mais salários mínimos por mês.

 Fonte: veja.abril.com

 

Humberto de Campos – Justiça condena ex-prefeito por improbidade administrativa

O juiz da comarca de Humberto de Campos, Raphael de Jesus Ribeiro Amorim, proferiu sentença nesta sexta-feira (18), condenando, solidariamente, Bernardo Ramos dos Santos (ex-prefeito municipal), Osvaldo Moreira Aguiar (presidente da comissão de licitação da época) e Dalva Lúcia Diniz Machado (sócia-proprietária da empresa Brilhantes Construções) a devolverem aos cofres públicos a quantia de R$ 149.894,86 (cento e quarenta e nove mil, oitocentos e noventa e quatro reais e oitenta e seis centavos).

De acordo com a sentença, os condenados participaram de fraude em procedimento licitatório para pavimentação de vias urbanas do município e deixaram de prestar contas do Convênio n.º 70/2001 realizado à época com a Gerência de Estado da Infraestrutura do Maranhão – GEINFRA. O Ministério Público – MPMA apresentou nos autos um documento enviado pela Junta Comercial do Estado do Maranhão – JUCEMA, informando que a empresa Brilhantes Construções Ltda era de titularidade, em partes exatamente iguais, de Osvaldo Moreira Aguiar e Dalva Lúcia Diniz Machado.

O magistrado na análise de mérito observa: “Constatando que a empresa vencedora de um certame que transcorreu de forma célere, as vésperas das celebrações de natal do ano 2001, tem como sócio o presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura, e ainda assim homologar o certame é mais do que suficiente para caracterizar a má-fé do ex-gestor”.

O magistrado descreve na sentença que foi constatada a adequação formal da conduta dos requeridos aos atos ímprobos do artigo 10, VIII, da Lei de Improbidade Administrativa.

O ex-prefeito Bernardo Ramos dos Santos, teve ainda, os direitos políticos suspensos pelo prazo de 06 (seis) anos; proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 05 (cinco) anos; e pagamento de multa civil no mesmo valor da restituição ao erário, ou seja, R$ 149.894,86 (cento e quarenta e nove mil, oitocentos e noventa e quatro reais e oitenta e seis centavos).

Após o trânsito em julgado da sentença o Tribunal Regional Eleitoral – TRE/MA deverá ser notificado. O juiz Raphael de Jesus Amorim determinou ainda, para fins de direito, a remessa da decisão final de primeira instância para a Procuradoria-Geral do Município de Humberto de Campos; Cadastro Nacional de Pessoas Inidôneas e Suspensas da Controladoria-Geral da União; e ao Cadastro Nacional de Condenados por Ato de Improbidade Administrativa do Conselho Nacional de Justiça – CNJ.

Por Edgar Ribeiro

Assessoria de Comunicação

Prefeitura de Codó realiza inauguração de escola no Distrito Km 17

Na manhã desta sexta feira (18) foi inaugurada mais uma unidade da educação no município de Codó. Desta vez, a obra foi entregue as famílias do Distrito Km 17, que receberam o Centro Municipal de Educação Infantil Francelina Alves Magalhães (Dona França). Na cerimônia de inauguração estavam presentes a Secretária Municipal de Educação Rosina Benvindo, o prefeito de Codó, Zito Rolim, a Primeira Dama do Município, Eliene Rolim, secretários de governo, representantes do legislativo, profissionais da educação e a comunidade do distrito.

Nova unidade CMEI irá atender crianças de 0 a 5 anos, com capacidade de atendimento para 120 crianças em tempo integral, ou 240 em tempo parcial. Todas as instalações são como determina a legislação e no padrão do Ministério da Educação e conta com uma equipe de 40 profissionais. O Espaço é constituído de oito salas de aula climatizadas, com solarium, três berçários, quatro maternais, brinquedoteca, sala de leitura e multimídia, parque interno e externo, vestiários e banheiros adequados a faixa etária e para portadores de necessidades especiais. A área de trabalho conta com secretaria, diretoria, sala de professores, almoxarifado, lactário, cozinha industrial, lavanderia e banheiros para funcionários. Dos três berçários a disposição da comunidade, cada um conta com três profissionais e tem capacidade para atender oito crianças.

Após a execução dos hinos nacionais e do município de Codó, foi lida uma pequena biografia da homenageada. Em suas palavras, a Secretária Rosina Benvindo agradeceu a presença de todo e ressaltou mais uma conquista para a educação infantil em Codó. “Por meio da SEMED, o governo do prefeito Zito Rolim continua sua jornada de ampliação da melhoria de qualidade do ensino. Com inúmeras obras educacionais, tanto no perímetro urbano quanto na zona rural, o governo municipal, com a inauguração deste mais novo CMEI, reafirma seu compromisso com a educação do campo”.

De acordo com a secretária, a implantação da unidade pró-infância leva também a marca do governo Cuidando da Nossa Gente. “Para a criança se desenvolver, ela precisa de espaços e ambientes que as estimulem o desenvolvimento de suas aptidões. Mas além da estrutura física de excelente padrão e todas as acomodações para o desenvolvimento integral da criança, essa pró-infância recebe a humanização muito particular do governo Zito Rolim e da nossa gestão a frente da SEMED, com tratamento especial por parte dos nossos servidores. Primamos pela riqueza de todos os detalhes, elaborado por quem trabalha com compromisso e respeito, além de ter carinho e amor pelo que faz”.

Para o prefeito Zito Rolim, a entrega da obra significa um grande avanço para a comunidade do Km 17. “Em todos esses anos estamos trabalhando para que a educação do município realmente mude. Escolas construídas, ou reformadas e ampliadas na zona rural e na cidade, aperfeiçoamento dos professores e profissionais da educação. Tudo para que a educação se desenvolva da melhor forma. E com a educação infantil não foi diferente, quando já conseguimos entregar mais um CMEI, o que irá suprir de forma abrangente as necessidades das nossas crianças dos 0 aos 5 anos aqui no Distrito Km 17.

Fonte: Site Oficial da Prefeitura Municipal de Codó