Moto Club inicia briga pelo acesso à Séria C neste sábado no Castelão

Müller Brenner jogando Série D do Campeonato Brasileiro pelo Moto Club (Foto: Biaman Prado/O Estado)
O Moto está praticamente pronto para o jogo de sábado, contra o Atlético Acreano. O treinador Ruy Scarpino faz o coletivo apronto na tarde desta quinta-feira em local a ser definido, mas a formação titular deve ter apenas uma mudança.

A formação deve jogar no 4-4-2 com uma mudança no ataque. Tiago Miracema ganhou a preferência do treinador e vai começar o jogo formando a dupla de ataque com Müller Brenner.

As demais posições não devem ter surpresas. O goleiro é Márcio Arantes, os laterais são Diego Renan e Chico Bala, os zagueiro são Fred e Wanderson, os volantes Felipe Dias, Curuca e Valderrama, e o armador Marcos Paullo.

– Vou testar no ataque, o Tiago Miracema e o Müller, pois nos daria uma ofensividade maior. As demais posições não devem mudar – disse o treinador.

O jogo começa às 17h de sábado, no Castelão. A partida inicia a disputa entre os times por uma vaga na semifinal da Série D do Campeonato Brasileiro e, consequentemente, pelo acesso à Série C de 2017.

Os ingressos começaram a ser vendidos nesta quarta-feira na sede do Sócio Torcedor, no Centro de São Luís. Quinta e sexta, a venda será também no Nhozinho Santos. No sábado, o Castelão passa a ser ponto de venda. O lote inicial tem ingressos de R$ 20, R$ 30 e R$ 50 para os setores 1, 4 e coberto, respectivamente.

Fonte: g1.com/maranhao

Soliney Silva, prefeito de Coelho Neto tem condenação mantida pela justiça por improbidade administrativa

Resultado de imagem para soliney silva

Os desembargadores da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça mantiveram sentença da 1ª Vara de Coelho Neto, condenando o prefeito Soliney de Sousa e Silva ao pagamento de multa civil de R$ 8 mil, correspondente a duas vezes o acréscimo patrimonial do ato indevido, além de juros e correção monetária, por ato de improbidade administrativa praticado em 2010.

A ação civil pública contra o prefeito foi proposta pelo Ministério Público Estadual (MPMA), alegando que ele teria se utilizado da Procuradoria Geral do Município de Coelho Neto para propor ação de interesse pessoal, incorrendo em atos de improbidade por desvio de finalidade, dano ao erário e ofensa à moralidade administrativa. A sentença condenou o prefeito, entendendo que, na condição de gestor municipal, utilizou serviços de advogados contratados pelo Município em causa particular, à custa do erário, importando em enriquecimento ilícito.

Em recurso, o prefeito alegou ausência de dolo que configure ato previsto na Lei de Improbidade, pois toda a questão se tratou de uma falha de impressão da peça que, erroneamente, teria sido feita em papel com o timbre da Prefeitura.

O desembargador Marcelo Carvalho Silva, relator do recurso, ressaltou o objetivo da Lei de Improbidade, que é de punir agentes públicos que agem em desconformidade com os ditames protetivos da coisa pública, desde que esteja caracterizada a intenção de fraudar ou dilapidar o erário.

Para ele, não teria como afastar a existência do dolo no caso, ao menos genericamente, pela vontade livre e consciente de agir em desacordo com a lei, descumprindo obrigações que devem ser conhecidas e obedecidas por todos os gestores públicos.

O desembargador considerou acertada a sentença do Juízo de Coelho Neto, já que o prefeito não comprovou as alegações de sua defesa ou o pagamento dos serviços advocatícios.

Assessoria de Comunicação do TJMA

Matérias produzidas por Geneton Moraes Neto sempre traziam algo além da informação

A morte de Geneton, trás à discussão sobre o papel do jornalista e do poder da informação, Geneton em seus trabalhos: tanto em livros, quanto em reportagens, sempre aproveitávamos para fins pedagógicos. Com um trabalho ousado e com muita seriedade e realidade fez com que ele fosse reconhecido internacionalmente. Dentre todos os seus trabalhos, destaco as entrevistas realizadas para a Série sobre a Ditadura Militar, onde os generais que contribuíram para a formação da história recente de nosso país. A série exibida no canal Globo News, trouxe fatos que ainda hoje gera bastante discussões em Universidades e escolas de todo país. Confira abaixo, trechos de uma das matérias, aos apaixonados pela História, eu recomendo, confira:

 

Escolas de Codó não desfilarão no 7 de setembro por falta de recursos

Alguns gestores de escolas da rede municipal de Codó, estão sendo orientados a iniciar a preparação para o tradicional desfile de 7 de Setembro. Acontece que cerca de dez escolas encontram se em situação deplorável e sem um real na conta, motivo: inadimplência com as prestações de contas. O Ministério da Educação é rigoroso quanto aos procedimentos a serem seguidos, pena que Ministério Público e a própria justiça não se incumbem de fazerem cada um sua partes.

 

Jornalista Geneton Moraes Neto morre no Rio, aos 60 anos

Geneton Moraes Neto brilhou por 40 anos no jornalismo (Foto: Globo/Divulgação)

O jornalista e escritor Geneton Moraes Neto morreu nesta segunda-feira (22) no Rio, aos 60 anos, vítima de um aneurisma na artéria aorta. Ele estava internado na Clínica São Vicente, na Gávea, Zona Sul da cidade, desde maio. Deixa a viúva, Elizabeth, três filhos, Joana, Clara e Daniel, e quatro netos, Beatriz, Dora, João Philippe e Francisco.

O velório será na quarta-feira (24), das 8h às 13h, na capela 6 do Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária do Rio.

Com mais de 40 anos de carreira no jornalismo, Geneton era um apaixonado pelo exercício da reportagem, função que ele afirmava ser a “realmente importante” no jornalismo.

Todo profissional precisa de uma bandeira. Escolhi uma: fazer Jornalismo é produzir memória. De certa forma, é o que me move
Geneton Moraes Neto

Começou no jornalismo impresso, no Diário de Pernambuco, depois foi para a sucursal Nordeste do Estado de S. Paulo,  sempre como repórter. Passou uma temporada em Paris, onde trabalhou como camareiro, motorista e estudou cinema na Universidade Sorbonne.

De volta ao Brasil, foi editor e repórter da Rede Globo Nordeste e depois na Rede Globo Rio.

Foi editor executivo do Jornal da Globo e do Jornal Nacional, correspondente da GloboNews e do jornal O Globo em Londres, repórter e editor-chefe do Fantástico. Na GloboNews desde 2006, estava à frente do programa Dossiê. Em agosto de 2009, estreou um blog no G1, que manteve atualizado até abril de 2016.

Geneton também era escritor: publicou oito livros de reportagem e entrevistas. E seguiu o caminho dos documentários, o mais recente sobre Glauber Rocha.

Pernambucano, nasceu, como gostava de enfatizar, “numa sexta-feira 13 [de julho], num beco sem saída, numa cidade pobre da América do Sul: Recife”. Saiu do referido beco sem saída para ganhar o mundo fazendo jornalismo. Seus primeiros passos na profissão foram aos 13 anos de idade, escrevendo artigos amadores para o “Diário de Pernambuco” onde, poucos anos depois, conseguiu seu primeiro emprego.

Geneton entrevistou seis presidentes da República, três astronautas que pisaram na Lua, os prêmios Nobel Desmond Tutu e Jimmy Carter, os dois militares que dispararam as bombas sobre Hiroshima e Nagasaki, a mais jovem passageira do Titanic e o assassino de Martin Luther King, entre muitos outros personagens históricos.

Guardava as fitas brutas de todas as suas entrevistas. Parte delas ele enviava para o Centro de Documentação da Globo, outra guardava em casa.

“Todo profissional precisa de uma bandeira. Escolhi uma: fazer jornalismo é produzir memória. De certa forma, é o que me move”, afirmou o jornalista em depoimento ao Memória Globo.

Em 2010, ao receber o prêmio Embratel de jornalismo, Geneton publicou em seu blog “pequena carta aos que gastam sola de sapato fazendo Jornalismo”. Escreveu que “fazer Jornalismo é saber que existirá sempre uma maneira atraente de contar o que se viu e ouviu” e outros lemas (leia abaixo a íntegra).

Além de reportagens, Geneton Moraes Neto publicou diversos livros, dentre eles “Hitler/Satalin: o Pacto Maldito”, “Nitroglicerina Pura”, “O Dossiê Drummond: a Última Entrevista do Poeta”, “Dossiê Brasil”, “Dossiê 50: os Onze Jogadores Revelam os Segredos da Maior Tragédia do Futebol Brasileiro”, “Dossiê Moscou, “Dossiê História: um repórter encontra personagens e testemunhas de grandes tragédias da história mundial” e “Dossiê Gabeira”.

O jornalista também produziu documentários como o “Canções do Exílio”, exibido no Canal Brasil, com depoimentos de Caetano Veloso, Gilberto Gil, Jorge Mautner e Jards Macalé, sobre o período em que moraram em Londres, e “Garrafas ao Mar: a Víbora Manda Lembranças”, que reúne entrevistas que ele gravou nos 20 anos de convivência com o jornalista Joel Silveira, um dos maiores repórteres brasileiros.

Em 2012, Geneton recebeu a Medalha João Ribeiro concedida anualmente pela Academia Brasileira de Letras (ABL) a personalidades que se destacam na área de cultura.

É preciso ter convicção. Pois bem: posso estar errado, mas acredito que fazer jornalismo é olhar o mundo, os fatos, os personagens e as histórias com os olhos de uma criança que estivesse vendo tudo pela primeira vez; somente assim, o Jornalismo será vívido, interessante, inquieto – não este monstro burocrático, chato e cinzento que nos assusta tanto;

fazer Jornalismo é saber que existirá sempre uma maneira atraente de contar o que se viu e ouviu;

fazer Jornalismo é ter a certeza de que não existe assunto esgotado. Há fatos a explicar sobre 1964, por exemplo; tudo pode ser revirado: a crucificação de Jesus Cristo merece ser investigada. Por que não? Jornalista não pode se deixar vencer pelo tédio destruidor – nunca;

Se um estreante perguntasse, eu diria: deixe o tédio em casa. Traga a vida das ruas para a redação. Porque, em noventa e oito por cento dos casos, o que a gente vê na vida real é mais colorido e mais arrebatador do que o que se publica nos jornais ou o que se vê na TV;

Diria também: não faça jornalismo para jornalista. Faça para o público!

Fazer jornalismo é não praticar nunca, jamais, sob hipótese alguma, a patrulhagem ideológica. Ponto. Um general – seja quem for – deve ser ouvido com tanta atenção quanto o mais renitente dos guerrilheiros. Lugar de votar é na urna. Não é na redação;

(eu disse ao general Newton Cruz: não quero parecer bom moço, jornalista vive procurando escândalo e declarações bombásticas, mas, como personagem jornalístico, o senhor me interessa tanto quanto Luís Carlos Prestes, a quem, aliás, entrevistei algumas vezes);

Por fim: fazer jornalismo é desconfiar, sempre, sempre e sempre. A lição de um editor inglês vale para todos: toda vez que estiver ouvindo um personagem – seja ele um delegado de polícia, um praticante de ioga ou um astro da música – pergunte sempre a si mesmo, intimamente: por que será que estes bastardos estão mentindo para mim?

Não existe pergunta melhor”.

g1.com.br

 

Orgulho para Codó – Atleta Layana Timóteo é bicampeã dos JEMs e representará o Maranhão nos Jogos Escolares da Juventude em João Pessoa – PB

layana

Um feito histórico foi conquistado pela jovem atleta Layana Timóteo, filha da dona Graça e do Cabo da Polícia Militar Fernando Alves. No ano passado trouxemos em primeira mão a conquista das medalhas de ouro nas provas de 75 metros e 250 metros rasos nos Jogos Escolares Maranhenses de 2015. Na última sexta -feira (19), a atleta que estuda no Colégio Batista estava trazendo em sua mala as duas medalhas nas mesmas provas na edição dos jogos deste ano.

IMG-20160821-WA0060

Fruto de um trabalho realizado pelo seu professor de Educação Física, Arcelino Martins que durante os doze meses que antecederam os jogos deste ano, preparou sua atleta com disciplina, compromisso e muito suor. De acordo com o professor, sua atleta respeita um calendário de treinamento montado e sempre tenta superar suas limitações, o que a torna uma atleta dedicada e que deverá atingir um nível competitivo a longo prazo, isso se ela escolher se tornar atleta de ponta.

Em casa, com a família, apoio é o que não falta, ao lados dos pais e sua irmã, Layana recarrega as baterias para enfrentar uma jornada que inicia com os estudos e termina com o treinamento esportivo no atletismo.

Parece que os títulos conquistados, não envaideceram a jovem. Na escola seus professores apontam a atleta como exemplo a ser seguido devido a sua disciplina e respeito com todos. Envaidecidos mesmo somente os pais que se enchem de orgulho com a jovem promessa do esporte do país.

Layana representará o Maranhão e levará a bandeira codoense para os Jogos Escolares da Juventude, maior evento estudantil esportivo do Brasil. A competição de abrangência nacional reúne milhares de alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas de todo o país. Atualmente, é tida como referência internacional. Consideradas as fases seletivas, os números chegam a mais de dois milhões de atletas e cerca de 4 mil cidades participantes.

Na edição de 12 a 14 anos são disputadas competições de atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol e vôlei. Além das competições, os jovens atletas tem a sua disposição uma ampla gama de eventos paralelos às competições. O programa sócio-educativo e cultural abrange diversas atividades extras com o intuito de aproximar os jovens de todo o país aos Valores Olímpicos e ao exemplo positivo da prática esportiva.

Boa Sorte Layana Timóteo, orgulho para a família, orgulho para Codó!

Imprensa de Codó prefere divulgar ações de candidatos e não mostrar feitos heroicos dos filhos da terra

Enquanto a imprensa de Codó está preocupada em divulgar ações politiqueiras de candidatos inescrupulosos e que nada fizeram ao longo de suas vidas públicas para a sociedade e agora vêm se apresentar como solução dos problemas de nossa cidade, o Blog do Bezerra e o Blog do Professor de Educação Física – Fredson Ricardo, divulgaram o que de melhor aconteceu em São Luís com os jovens e promessas codoenses para o futuro do nosso esporte.

Acontece que na capital maranhense, mais de vinte cidades estavam na disputa dos Jogos Escolares Maranhenses – Etapa Final, durante dez dias o Blog do Bezerra acompanhou o passo a passo de jovens que sonham em um dia fazer parte de um grupo seleto de atletas brasileiros que um dia possa representar seu país numa Olimpíada, a que aconteceu no Rio, não trouxe o resultado esperado, muitas modalidades em que o Brasil era favorito, nem nas finais chegaram. Estamos num momento de replanejar nossas ações e investir nos nossos talentos que vão surgindo e em Codó, cidade considerada da macumba para muitos e para o desportistas na verdade é um celeiro de grandes atletas que nascem e morrem aqui, sem ao menos ter a chance de passar das fronteiras da cidade.

Por falta de investimentos do Poder Público e respeito com a juventude, não cuidamos em formar os sucessores de José Carlos Moreira “O Codó”, atleta que estudou no Colégio Codoense e na Escola Senador Alexandre Costa, sendo descoberto pelo Professor Antônio Carlos e apresentado ao país nessas competições escolares começando da base, treinando descalço na pista do Estádio Renê Bayma.

Moreira em sua época, meados da década de 90 e início de 2000, não era imbatível e em algumas vezes chegou a perder disputas em competições para outros codoenses, mas ele soube abraçar a oportunidade que a vida lhe deu e abraçou o mundo, chegando a permanecer por vários anos como o homem mais veloz do Brasil.

TSE disponibiliza consulta ao financiamento das eleições 2016 em todo país

Prestação de Contas

Já está disponível no Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) consulta ao financiamento das eleições 2016. Com a edição da Reforma Eleitoral (Lei nº 13.165/2015), candidatos e partidos políticos são obrigados a enviar à Justiça Eleitoral o relatório financeiro de campanha, a cada 72 horas, contadas a partir do recebimento da doação.

A página de divulgação do financiamento eleitoral será atualizada diariamente com o recebimento do relatório financeiro de campanha, oportunidade em que os gastos eleitorais registrados na prestação de contas também serão divulgados.

Na página, podem ser consultadas informações detalhadas de receitas/despesas agrupadas, como, por exemplo, concentração de despesas e ranking dos maiores doadores e fornecedores do prestador de contas. E, ainda, o histórico de entrega dos relatórios financeiros de campanha. Quando disponíveis, os extratos eletrônicos de campanha e as Notas Fiscais Eletrônicas também serão publicados na mesma página.

As informações de receitas e despesas veiculadas na página do TSE são de exclusiva responsabilidade do prestador de contas, cabendo à Justiça Eleitoral tão somente divulgá-las.

O ministro Henrique Neves destaca como uma das alterações mais importantes para as eleições de 2016, que veio com a última reforma eleitoral, a necessidade dos candidatos informarem no prazo de 72 horas a origem de qualquer depósito feito na sua conta bancária.

“Então, se o candidato recebe uma doação, ele tem que informar à Justiça Eleitoral, em 72 horas, quem foi o doador, quem está financiando a sua campanha. Isso é fundamental para que o sistema democrático tenha plena transparência. Para que o eleitor tenha o direito, no curso das eleições, de saber quem são as pessoas que estão financiando os seus candidatos”, ressalta o ministro.

Acesse aqui a consulta ao financiamento.

Fonte: TSE

Governo do Estado realiza ações do Programa “Mais IDH” no Maranhão

Marcado pela prestação de serviços, fiscalização de obras e divulgação de ações, o Dia D de mobilização do Plano Mais IDH, foi um momento de cidadania para a população maranhense. O evento aconteceu neste sábado (20), de forma simultânea nos 30 municípios atendidos pelo Plano.

O Plano ‘Mais IDH’ é uma estratégia do Governo do Maranhão para transformar a realidade social dos municípios com piores índices de desenvolvimento do estado. O programa foi instituído pelo governador Flávio Dino, por meio do decreto n° 30612, de 02 de janeiro de 2015, e trabalha com ações multissetoriais nos 30 municípios com menores IDHs.

No município de São João do Soter, representando o Governador Flávio Dino, esteve o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Adelmo Soares. Dentre as ações de aferição de pressão arterial, teste de glicemia, técnicas de escovação dentária, o secretário também fez uma demonstração de como a SAF atua nos 30 municípios do Plano, com mostras de sisteminhas e sistecs e amostras dos produtos resultados dos sistemas produtivos implantados.

“O objetivo do Governo Flávio Dino é tirar, não só o município de São João do Sóter do índice de pobreza, mas todos os 30 municípios incluídos no Plano Mais IDH. Temos a certeza de que estamos no caminho certo para mudar o cenário de pobreza que o Maranhão tem carregado durante anos”, disse o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Ainda sobre a área de produção, os presentes ainda puderam tirar dúvidas sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e emissões de DAP. Na oportunidade o secretário fez a entrega de uma Minibiblioteca Rural Arca do Saber para a comunidade Santa Maria, uma forma de incentivar o agricultor familiar a sempre buscar o conhecimento, além de aprimorar a leitura de crianças e adultos.

O Dia D do Mais IDH não parou por aí. As ações também foram expandidas e voltadas para a assistência social e habitação. Foi entregue um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e vistoriadas obras do “Programa Minha Casa, Meu Maranhão”, um plano de habitação com foco nas áreas rurais dos municípios do interior do estado. Em São João do Soter estão previstas a construção de 100 casas distribuídas nos povoados de Porção (48 unidades), Cabeceira II (26 unidades) e Santo Antônio (26 unidades). 41 delas já foram iniciadas e estão previstas para serem entregues em dezembro 2016.

Os municípios receberam ainda entregas de poços para abastecimento de água, de títulos de terra; vistorias de obras de rede e reservatórios de água; além de mostras da agricultura familiar.

Fonte: ASCOM – Secretaria da Agricultura Familiar

Governo convoca candidatos do concurso de Agente Penitenciário para entrega de exames médicos e odontológicos

índice
O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), informa que o edital de convocação para entrega de exames médicos e odontológicos, do concurso público para provimento ao cargo de Agente Penitenciário do Estado, já está disponível. Esta fase de caráter unicamente eliminatório será realizada no período de 12 a 15 de setembro. Os horários e local, para essa etapa do certame, estão especificados no edital publicado no site da Fundação Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), no endereço eletrônico www.funcab.org.
Os exames médicos e odontológicos objetivam aferir se o candidato goza de boa saúde física e psíquica, para desempenhar as atribuições típicas do cargo.As próximas etapas do concurso serão: Investigação Social e Curso de Formação (de caráter eliminatório e classificatório).
Com o concurso, 100 novos agentes efetivos serão integrados ao quadro. As vagas são destinadas às unidades prisionais localizadas no interior do Estado, e serão distribuídas de acordo com as necessidades da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). O vencimento inicial é de R$ 3.283,56, para a carga horária de 40 horas semanais. O edital do concurso foi lançado no final de janeiro deste ano.