Prefeito determina que vigilantes e merendeiras sejam demitidos das escolas de Codó

O prefeito de Codó, Francisco Nagib determinou que alguns postos de trabalho da prefeitura fossem extintos e o alvo das demissões são as zeladoras e vigilantes. A notícia que se espalhou está atormentando algumas pessoas que foram contratadas a pedido dos “INDEPENDENTES” vereadores de Codó e agora terão que tomar novos rumos para sobreviver.

Onde tinham cinco, ficarão apenas três zeladoras e nas escolas os cortes serão maiores para o segmento dos vigilantes, cerca de 50% deles serão demitidos  e isso não é noticiado nos meios de comunicação a serviço do prefeito.

Tomamos conhecimento ontem da notícia por um vigilante que foi informado pelo vereador André Jansen, o qual é detentor de algumas vagas  de vigias e zeladoras, em que as demissões se dão por conta da folha de pagamento está ficando impossível de ser paga.

Será verdade?

Ou as demissões se dão por conta de retaliações a vereadores rebeldes, se é que temos algum?

2 pensou em “Prefeito determina que vigilantes e merendeiras sejam demitidos das escolas de Codó

  1. e impressionante como o prefeito e seu grupo politico pregavam na campanha, ou seja eles falavam que não demitiriam ninguém e muito pelo contrario aumentariam a quantidade de pessoas trabalhando…pura balela hoje o que vemos em Codó e um cenário totalmente o contrario do que se diziam, e corte aqui e corte ali e dinheiro sobrando!

  2. Nao estou aqui pra defender ninguém , mais tem que se ouvir os dois lado . procurar tudo pra informar para sociedade sobre o assundo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *