Jornalista da capital ataca de forma covarde comandante da PM de Pedreiras usando prints de matéria da PM do Pará

Um dos mais importantes profissionais responsáveis pela formação e informação de uma sociedade é a do jornalista, cabe a este profissional a capacidade de gerenciar, diante desse mundo virtual em que vivemos, os informes e informações capazes de gerar impactos em um determinado local.

Acontece que muitos desprezam os parâmetros a serem seguidos no sentido de trazer a credibilidade daquilo que possa trazer o furo de uma reportagem. É natural dos profissionais da comunicação, ressalvadas as devidas exceções, que busque a exclusividade de fatos, fazendo com que o status de notícia em primeira mão possa fortalecer junto seus admiradores.

Em São Luis existe um repórter policial, muito famoso, inclusive apresenta um dos programas mais assistidos naquela cidade. Silvan Alves, já trabalhou em grandes emissoras da capital, inclusive passou um longo período à frente de um programa policial na Rádio Mirante AM, intitulado como “Rádio Patrulha”, o nome já é bem sugestivo. Seus ouvintes ficavam por dentro de quase tudo que rolava nas páginas policiais em todo o Maranhão.

A DESLISE DO PROFISSIONAL

Empolgado, Silvan Alves na semana passada, recebeu de alguns policiais militares, prints que, supostamente envolveria o comandante de uma Unidade da PM do interior do estado, dando publicidade a isso desencadeando uma repercussão negativa da imagem dos suposto envolvido.

Para quem conheceu de perto, a índole do Oficial  em questão, que teve sua imagem manchada por uma publicação covarde, sem respaldo Silvan Alves republicou imagens utilizadas nas redes sociais, do envolvimento de um Oficial do Estado do Pará, acusado e investigado por cometer o crime de extorsão naquele estado.

Silvan Alves não soube filtrar oque chegava em seu celular, principalmente as falsas informações a respeito de pessoas de boa índole que são atacadas de forma covarde, por puro espírito de vingança  e de forma barata, que visam apenas o ataque via anonimato, porém, cabe aos responsáveis pela boa informação ter a habilidade de filtrar o que recebem, tendo o discernimento do que foge ou não da verdade. Evitando que agentes públicos do bem possam ser atacados de forma covarde e que se escondem no anonimato.

RESPOSTA DE ALGUMAS INSTITUIÇÕES CONHECEDORAS DO TRABALHO DO COMANDANTE DO 19º BPM

Logo após a publicação do jornalista Silvan Alves, algumas instituições sérias emitiram notas de repúdio sobre o caso, considerando como ato leviado e desrespeitoso com o Oficial citado em matéria, entre essas estão:

1 – ASSOCIAÇÃO INDEPENDENTE DOS OFICIAIS DA PMMA

2- CLUBE DOS DIRIGENTES LOGISTAS – CDL

DOCUMENTOS ANEXOS:

NOTA ASSIOF

Nota de Repúdio CDL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.