E agora? Prefeitura começa a fazer limpeza e demite contratados após eleição

Após a vitória nas urnas nas eleições do 1º turno, o povo que manda e desmanda na prefeitura de Codó já começa a realinhar seu quadro de contratados e cargos comissionados, colocando para a rua da amargura aqueles que ajudaram e aqueles que ajudaram pouco nas panfletagens e distribuição de “santinhos” dos candidatos do bloco de candidatos do prefeito de Codó, Francisco Nagib.

Imoralidade – Assim podemos definir a estratégia política adotada pela atual gestão Nagib, que usou toda a estrutura da prefeitura na tentativa de eleger Zito Rolim (tentativa frustrada, mas que tenho a certeza de que vão dar um jeitinho de ajeitá-lo) , Márcio Jerry (com sucesso), Weverton Rocha (com sucesso), dentre outros. E sabem como retribui o governo municipal?

Resposta– Com demissão. Nem mesmo completou as 24h da decisão nas urnas, Nagib e sua equipe de governo, começou a relacionar os nomes daqueles que vão ser demitidos sob e justificativa de que a crise financeira que assola o país dificulta as ações da prefeitura.

Perguntase: “Por que um governo honesto e moralista não fez esse alinhamento assim que assumiu o governo?

Resposta – Claro e notório que a atual gestão tinha um plano para eleger Zito Rolim e assim deixar as portas abertas da prefeitura para uma tentativa de reeleição, ou pelo menos eleger um nome seja fiel e que  tenha a mesma linha ideológica dos que já estão lá, já que ficou caracterizado que o uso da máquina para eleger  Zito não deu certo e isso representa uma ameaça de rompimento futuro e assim os planos de retorno de Zito seja alimentado pela fúria dos demitidos ou colocados para escanteio nesse momento conturbado.

Somente os mais leigos não viam esse cenário sendo desenhado pelo governo municipal. O significado da palavra “política” anda longe do significado ideológico e científico, pois em Codó ainda é praticada a “política rasteira” do manda quem pode e obedece quem não tem juízo.

Acidente com vítima fatal é registrado na madrugada desta segunda na entrada de Codó

Por volta de 02:00 do dia 09/10/18 (segunda), a Central de Operações da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de acidente de transito nas imediações da APLEC de Codó, ao chegar ao local os policiais constataram que a vitima, Robson Pessoa de Sousa, conduzia um veiculo Saveiro Cross de cor vermelha placa PSY-1912, o veiculo transitava no sentido Codo-Timbiras quando chocou-se frontalmente com um poste.

De acordo com a PM o condutor foi arremessado para fora do veículo devido a intensidade do choque, tendo morte imediata. O corpo foi levado para o HGM  para ser feito os exames para em seguida ser liberado para a família.

Maranhão recebe pesquisadores para implementação do Programa do Leite – Comitiva virá a Codó visitar experiências de sucesso no estado

Para conhecer a dinâmica de captação e distribuição de leite, o Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Governo do Estado, está realizando diagnostico colaborativo no período de 25 a 28 de setembro no Maranhão, para melhorarias no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na modalidade Leite a nível nacional.

A comitiva esteve na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes) nesta terça-feira (25), para conhecer como se dá a dinâmica de distribuição do leite, uma vez que o órgão é responsável pela coordenação do programa nos municípios maranhenses.

A programação iniciou com a apresentação da proposta de avaliação e aprimoramento do PAA aos gestores e equipe local de implementação do programa; entrevista com representantes da Sedes; apresentação da lista de checagem da estrutura física e de pessoal disponível para gestão do programa; visita à Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged).

A visita continuará com o deslocamento, a partir da quarta-feira (26), ao polo do município de Codó, onde ocorrerá reunião com distribuidores e beneficiários do leite; visita à propriedade de agricultores familiares; e finalizando reunião com o presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).

VISITA

O processo de avaliação nacional envolve o Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Paraíba, Bahia, Alagoas, Pernambuco. No último dia de estadia (28), os consultores farão a avaliação dos dias de pesquisa realizados no Estado.

A proposta é que o projeto resulte na produção de um livro e que o SIGPAA esteja disponível para as entidades até abril de 2019, sendo que a apresentação primária do sistema está prevista para outubro deste ano.

ASCOM – SEDES e SECAP

Eleitores codoenses devem ficar atentos aos “Candidatos Éteres”, aqueles que depois de eleitos evaporam.

Meus caros leitores, a política é uma excelência em nos dar a oportunidade de conhecer algumas molas encolhidas que do nada aparecem em períodos eleitorais para pedir votos para candidatos que nada têm haver com o povo codoense. Mesmo aqueles que já estão na política a bastante tempo acabam por nos dar sustos ao aparecerem em nossas portas pedindo votos.

Poderia citar alguns nomes aqui de candidatos desconhecidos pelos codoenses que já apareceram em 2018, mas vou me reservar a citar nomes de políticos eleitos que vieram a Codó há quatro anos e depois de eleitos, deram as costas para a sofrida população codoense: “Nina Melo” apresentada à população, pelo seu cabo eleitoral Zé Adilson, depois de eleita contam se nos dedos de apenas uma mão as vezes em que foi vista em Codó ou que tenha trazido algum benefício à cidade; outro velho conhecido foi Glaubert Cutrim, apresentado na ocasião pelo então prefeito Zito Rolim e agora também candidato a deputado estadual teve Codó como sendo a cidade maranhense que mais lhes deu votos depois de seu maior reduto eleitoral ( São José de Ribamar); outra que apareceu e desapareceu foi a deputada Graça Paz, apresentada pelo médico e ex secretário de saúde Cláudio Paz, Graça também esquece Codó a cada pós eleição.

Neste ano novos candidatos éteres estão aparecendo, claro que estes não aparecem do nada, sempre recebem a logística de algum codoense que recebe algo em troca. Para um candidato entrar na cidade, geralmente tem que coçar o bolso e depois de captar os votos dos codoeses, evaporam.

Precisamos ficar atentos à entrada de alguns forasteiros de plantão, precisamos escolher aquele que prometa não deixar a cidade de Codó abandonada politicamente, mesmo sendo difícil de acreditar. Você arriscaria em confiar?

Coordenação da campanha de Zito Rolim foi negligente e desvalorizou a vida humana, após jovem ter sido assassinado em ato político

A luta pela conquista do voto não pode transcender à lógica, à ética e à capacidade de valorização da vida humana. O que se viu nesta quinta-feira (20/09) durante ato político do candidato a deputado estadual Zito Rolim, ultrapassou todos os requisitos de uma campanha humana e de valorização da pessoa.

 Infelizmente não foi a primeira vez que o próprio candidato Zito Rolim deu um exemplo negativo de gestor sem coração e sentimento. Em seu governo, durante o início das festividades carnavalescas, um jovem foi assassinado a tiros minutos antes da subida do trio elétrico na Avenida, enquanto que a polícia tentava localizar o criminoso autor dos disparos.

Durante o ato político denominado de “Caminhada Política no bairro São Francisco”, tanto o candidato Zito Rolim e os demais políticos e coordenadores tomaram conhecimento do assassinato do jovem Guilherme Freitas no entorno do evento, porém, fizeram vista grossa com o caso e o evento continuou, desprezando assim os requisitos exigidos para a garantia da segurança de todos, inclusive dos próprios políticos.

A ação da Polícia Militar foi enérgica, conseguiu prender os principais envolvidos em poucas horas após o crime.

Independente dos fatores que culminaram com o assassinato de Guilherme Freitas, pois segundo informes a vítima já teria envolvimento com formação de facções no bairro Codó Novo, esperava se que,  mesmo que o candidato Zito Rolim estivesse emocionado com a busca de votos, alguém pudesse mostrá-lo que a continuação do ato político poderia colocar a vida de outras pessoas em risco, pois imaginemos que se o grupo a qual a vítima fazia parte voltasse para revidar e vingar a morte do jovem, o que poderia acontecer?

Esse foi um exemplo de quem quer representar o povo numa casa legislativa! Infelizmente ainda temos esse nível de político que não valoriza a vida e sim um voto.

Policiais do 17° BPM apreendem arma de fogo em Timbiras-MA com dupla criminosa de Coroatá

Durante o serviço de patrulhamento numa avenida de grande movimentação em Timbiras na tarde de ontem, policiais militares de serviço conseguiram prender um maior e apreender um menor de idade que portava uma arma de fogo, para praticarem assaltos na cidade.

Com a aproximação dos policiais, a dupla ainda empreendeu fuga, mas foram localizados e conduzidos para a delegacia da cidade onde estarão à disposição da polícia judiciária. Os dois foram identificados por: Nailson de Sousa e M.L.R, ambos residentes na cidade de Coroatá.

A intervenção policial resultou na localização de um revólver Taurus Calibre 32 com seis munições intactas, com os criminosos ainda  foi encontrado um celular que havia sido tomado de assalto pelos dois minutos antes de suas prisões.

ASSCOM 17° BPM

Policiais do 17º BPM apreendem duas armas de fogo em menos de 24h na cidade de Codó e recuperam motocicleta roubada

Policiais do 17º BPM da cidade de Codó, não dão trégua pra criminalidade, atuando com afinco demonstrando total compromisso com o bem servir  a sociedade codoense, em menos de 24h, conseguiram tirar duas armas de fogo de circulação na cidade.

A primeira arma foi apreendida na manhã do 17/09, por volta das 11h, quando Cesar da Silva Ferreira, de 20 anos, e Ailton Fábio Santos da Silva, de 19 anos, foram surpreendidos durante uma abordagem policial, a dupla portava um revólver calibre 38, com quatro munições intactas. A abordagem aconteceu na Rua do Puraquê, no Codó Novo.

Já nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (18/09), a Central de Operações Policiais Militares – COPOM acionou todas as Viaturas para tentar interceptar uma dupla de assaltantes que de posse de uma motocicleta havia tentado realizar um roubo a pessoa no Conjunto Novo Milênio Bairro São Sebastião. Imediatamente a equipe do Esquadrão Águia deslocou para as imediações e na tentativa de abordar a dupla em fuga, tiveram que realizar o acompanhamento tático.

Durante a fuga, a dupla dispersou um celular e a arma de fogo em via pública, tendo sido encontrados pelos abnegados policiais.

Após o cerco realizado por todas as guarnições, a dupla foi interceptada quando fugiam em direção ao Bairro da Trizidela. Durante a abordagem, os suspeitos foram identificados como: Gislan Costa Santos, 19 anos e Wemerson da Silva Pereira, 19 anos, ambos residentes no Bairro São Raimundo.

A dupla foi apresentada na Delegacia Regional de Codó para os procedimentos cabíveis e após a apresentação dos mesmos, foi constatado que a motocicleta utilizada durante o assalto (uma POP 110 vermelha) havia sido roubada na noite anterior.

ASSECOM – 17º BPM

Por João Bentivi – Lei Maria da Penha – Um avanço

As mudanças sociais, caso não sejam revolucionárias são lentas, mas há modificações legais, que ainda que pareçam lentas, são revolucionárias. Falo da Lei Maria da Penha.

Todos nós conhecemos a gênese e a história desse documento legal, recheada de tristezas, um drama humano descrito com as piores tonalidades. Essa história não pode ser mudada, mas as perspectivas e os seus resultados, até agora, são relevantes.

Tenho afirmado, em minhas aulas de Bioética, que a pílula anticoncepcional, que veio ao mundo, nos anos 60, mudou o mundo e a história das mulheres. Em analogia, a Lei Maria da Penha, de 2006, definitivamente foi um marco para as mulheres brasileiras. Inseriu-se, definitivamente na história das mulheres dessa pátria.

É uma lei milagrosa? Exterminará a violência contra a mulher?  Poderia ser melhorada? Nas relações sociais não existem milagres e as más práticas existirão, enquanto o homem for homem e o mundo for mundo. Mas essa lei diz para todos que a infringirem, que a responsabilização não mais é uma teoria. É uma prática.

Muito bom? Sim. Ótimo? Não. Pode ser melhorada.

  Por: João Bentivi

Colégio Cristo Rei e Batista disputam medalhas de Bronze e Ouro respectivamente nos JEMs 2018

Movidas a muita emoção! Assim pode ser resumida as duas partidas disputadas na capital do estado nos Jogos Escolares Maranhenses 2018, na semifinal da competição. Caso as duas equipes vencessem seus jogos, teríamos uma final histórica.

Na primeira partida, os alunos/atletas do Colégio Cristo Rei jogaram contra a escola Barbosa de Godói de São Luís e perderam o jogo nos detalhes. Apesar de ser superior tecnicamente, a equipe codoense não conseguia encaixar as finalizações e acabavam sofrendo duros e fortes contra ataques dos adversários e em dois momentos da partida tiveram que tirar grandes diferenças no placar e ao final, o placar ficou favorável  aos atletas da capital que que venceram o jogo pelo placar de 24 X 21 e vão  enfrentar o Colégio  Batista de Codó.

No outro jogo da semifinal, os alunos/atletas do Colégio Batista venceram seu jogo contra o ArtCeb de Imperatriz e vão disputar mais uma final na competição. A equipe comandada pelo professor Genilson, encontrou dificuldades no início do jogo, chegando a virar do primeiro tempo para o segundo perdendo por um gol e diferença, mas no segundo tempo o Batista a impôs em quadra ao final fechou o jogo com diferença de um gol, 13X 12.

As disputas pelo bronze estão previstas para começar as15h no Ginásio Castelinho, já a grande final começa  às 16h e para esses dois jogos, os alunos de Codó  que já  não  estão  disputando nenhuma competição prometem fazer sacudir o Castelinho em apoio aos atletas do Cristo Rei e Colégio Batista.

O CAMPEÃO VOLTOU – Aldo nocauteia Stephens no primeiro round no Canadá

José Aldo, com Dedé Pederneiras vibrando ao fundo, volta às vitórias em luta no Canadá (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC / Getty Images) .

O lutador brasileiro José Aldo considerou a vitória sobre o norte-americano Jeremy Stephens por nocaute como uma das mais importantes da carreira. O triunfo em duelo disputado na noite de sábado, no UFC Calgary, no Canadá, encerrou um jejum de dois anos sem triunfos do ex-campeão do peso-pena.

“Sim, considero uma das mais importantes. Estava todo mundo querendo saber como eu iria me portar. Mostrei meu valor, mostrei daquilo que sou capaz. Era uma pressão grande, e eu sabia que tudo dependia de mim”, afirmou em entrevista coletiva.

José Aldo acertou o rival americano com um soco na linha da cintura já no primeiro round. O brasileiro aproveitou a queda e foi para cima do adversário para finalizar a luta com uma sequência de socos. Em seguida, o árbitro encerrou o confronto por nocaute técnico e o ex-campeão foi às lágrimas.

“Vim de duas derrotas, tinha perdido o cinturão, logo em seguida tive a revanche e não fui feliz. Estava me sentindo pressionado. Graças a Deus tenho uma equipe maravilhosa, que me dá o suporte necessário para eu voltar e vencer. Fiquei bem feliz pelo apoio e pelo carinho que recebi dos meus amigos de treino”, disse.

Aldo não vencia desde 2016. No ano passado, ele perdeu para Max Holloway em disputa pelo cinturão. Antes disso, em 2015, sofreu um duro revés ao perder para Conor McGregor em poucos segundos no octógono.

Além disso, José Aldo não conseguia um nocaute técnico desde 2013, quando derrotou o sul-coreano Chan Sung Jung, no Rio de Janeiro. A vitória foi dedicada à filha Joana, que completará seis anos nesta segunda-feira.

“A pressão estava grande por isso, tinha que dar uma vitória para ela. Esse era o presente que eu queria dar para ela. Agora há pouco falei com ela no vídeo e ela estava pulando de alegria. Não tem nada mais feliz na vida do que o pai dar esse carinho para o filho, e ela se sentir como agora”, disse o lutador.

O brasileiro tem ainda mais quatro lutas no contrato com o UFC e cogita se aposentar na sequência. Mas em grande estilo. “Mostrei que estou vivo na categoria, com fome de luta, querendo ser campeão de novo. Mereço estar sempre nas cabeças. Tenho um contrato e espero finalizá-lo sendo campeão”, finalizou.