Nova linha de fertilizantes biológicos é apresentada em evento com produtores de grãos

thumbnail_Entrada Evento 2

A RISA, maior grupo de agronegócios da região do MATOPIBA, apresentou  nesta semana a sua nova linha de fertilizantes baseada na alga marinha Lithothamnium: Lithogen. Desenvolvida em parceria com a Oceana Brasil, empresa pioneira na pesquisa e desenvolvimento de produtos com a alga, essa nova tecnologia promete revolucionar a agricultura no país. O evento ocorreu na cidade de Balsas/ MA, em uma fazenda do grupo RISA, e contou com a presença dos principais produtores de soja e milho da região.

A nova tecnologia foi desenvolvida com exclusividade para a RISA, levando em conta as características específicas do MATOPIBA. Por ser um produto de origem biológica com mais de 70 nutrientes (entre minerais e aminoácidos), seu uso aumenta a riqueza de nutrientes do solo, um dos grandes problemas na região. Os tratamentos convencionais são demorados e caros. Além disso, o uso de fertilizantes biológicos melhora a absorção dos nutrientes presentes no solo pela raiz. É essa biodisponibilidade que permite, além do aumento na produtividade, uma melhora significativa na qualidade das lavouras, com maior durabilidade da safra e grãos mais firmes.

Durante o evento, especialistas da Oceana Brasil apresentaram os testes em andamento na fazenda da RISA, onde os participantes puderam observar a diferença no crescimento das plantas, como o tamanho das folhas e raízes. Também demonstraram resultados em lavouras de diversas regiões do país. “O trabalho de campo, associado a intensos estudos científicos, vem permitindo cada vez mais o desenvolvimento de produtos biológicos de alto rendimento, que ajudam a aumentar a produtividade de agricultores de todas as regiões”, afirma Ricardo Macedo, gerente de pesquisa e desenvolvimento da Oceana Brasil. “Muito além do aumento na produtividade, os fertilizantes orgânicos, ,da alga marinha Lithothamnium, ainda melhoram a qualidade dos produtos, com um custo menor, atendendo às principais demandas dos produtores”, garante Macedo, que também é o principal pesquisador do uso da Alga Lithothamnium no Brasil.

Os resultados até agora com o uso do Lithothamnium são incríveis. A própria RISA conseguiu um aumento total de 1.098 sacas em uma área de 182 hectares, em sua lavoura no estado do MA. Já no estado do Paraná, agricultores da cidade de Palmeira  aumentaram sua média de 133 sc/alq para 151 sc/alq, com um retorno sobre o investimento de R$810,00 por alqueire. Já em Goiás, experimentos na cidade de Silvania demonstraram um aumento de produtividade de quase 7%, de 39 para 42,6 sacas por hectare.

Produtos baseados na alga marinha Lithothamnium podem ser certificados como  orgânicos, pois, além de 100% naturais, comprovadamente tem o  maior grau de pureza do mercado.  O  Lithothamnium extraído pela Oceana cresce em um ambiente ideal, com correntes marítimas e incidência solar únicas no mundo. A empresa trabalha e investe em pesquisas e tecnologia de ponta e no controle e monitoramento da vida biológica, para manter o equilíbrio ambiental da região da jazida e garantir a qualidade dos produtos.

Sobre o Lithothamnium

Alga marinha calcária, conhecida há mais de 200 anos, o Lithothamnium vem sendo explorado nos últimos 30 anos por países da Europa e Ásia, para oferecer nutrição animal, vegetal e humana. Produto nobre,  possui alta reatividade e é rico em mais de 70 nutrientes minerais e orgânicos, altamente solúveis e naturalmente equilibrados pelo meio ambiente. Os procedimentos industriais adotados pela Oceana Brasil preservam intactas todas as propriedades físicas, nutricionais, orgânicas e biológicas da Alga Lithothamnium.

Sobre a Oceana

A Oceana Brasil é uma empresa 100% nacional com tecnologia na extração sustentável e beneficiamento da alga marinha Lithothamnium. Sua jazida está localizada em uma região de correntes marítimas e incidência solar únicas no mundo. Com linhas de produtos para nutrição animal e fertilização agrícola, atende ao mercado nacional e exporta seus produtos para diversos países da Europa, América Central, EUA e Ásia. A atividade industrial da Oceana é ecologicamente correta e preserva as características únicas de sua jazida. A companhia investe em programas de monitoramento de vida biológica, qualidade de água, controle ambiental e ações sociais com a comunidade local a fim de desenvolver a região de forma sustentável. Mais informações no website: http://www.oceanabrasil.com.br

 

Sobre o Grupo Risa

O Grupo Risa, fundado em 1982, atua nos segmentos agrícola (soja e milho), defensivos, fertilizantes, máquinas e logística. É uma empresa consolidada no Maranhão e Piauí, há mais de 30 anos trabalhando na região. Possui seis fazendas nas regiões onde atua. Além das fazendas, investe na área de fertilizantes, com duas misturadoras no Maranhão e outra no Piauí, revenda de defensivos e máquinas agrícolas; e tem uma frota de mais de 150 caminhões. Recentemente, em parceria com a Bayer, adquiriu uma das mais modernas máquinas de TSI (Tratamento de Sementes Industrial) do mundo, com capacidade de tratar 20 ton/hora. Como a primeira e única Misturadora de Fertilizantes da Região Sul do Maranhão, funciona como importante suporte para a produção de grãos.

Federação Maranhense de Atletismo deixa atletas codoenses sem passagens para disputar Norte Nordeste de Atletismo em Natal – RN

luis ricardo

Imagem:Brasil2016.org

Balde de água fria! É assim que podemos  descrever a situação vexatória na qual  os atletas codoenses: Luis Ricardo, Ana Beatriz e Adailton passarão ao receber a notícia de que não mais viajarão à cidade de Natal para disputar uma importante competição a nível nacional, trata se do Troféu Norte-Nordeste Caixa de Atletismo Sub-18 que será realizado no próximo sábado (dia 5) e domingo (6), na pista da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em Natal. O evento recebeu a inscrição de 204 atletas, representando 11 Estados das duas regiões.

Os codoenses ficarão de fora tudo por conta da Federação Maranhense de Atletismo, órgão que regula e controla as competições e que ranqueia os atletas maranhenses para as disputas estaduais, nacionais e até internacionais, não ter disponibilizado as passagens dos atletas e nem ter confirmado a participação no evento, conforme consta no site da Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt.

Desde que foram convocados pela Federação, para representar o estado do Maranhão no Norte Nordeste de Atletismo, os codoenses iniciaram um ritmo pesado de exaustivos treinamentos para melhorar os índices e chegarem voando baixo na disputas, acontece que nem Federação e nem Governo do Estado deram a preferência e logística para os atletas.

Esse é o prestígio que o Atletismo do Maranhão tem junto aos políticos maranhenses.

Luis Ricardo é considerado a maior revelação codoense no atletismo, chegando a representar o Brasil em uma competição Sulamericana, mas de nada adiantou ter alcançado tão importante feito para o estado e para a cidade de Codó, pois as nossas jovens promessas não conseguem nem sequer passagens de carroça para disputar uma competição  no estado vizinho Rio Grande do Norte.

Além de Luis Ricardo, deveriam viajar para a cidade de Natal – RN, a atleta Ana Beatriz – lançamento do dardo e Adailton – arremesso do disco e peso.

Só para registrar, alguns atletas de Timon-MA, acabaram de disputar uma competição no Sul do país, conseguindo as passagens aéreas com o apoio da prefeitura da cidade.

Domingo movimentado com ocorrências policiais rotineiras em Codó: três motocicletas recuperadas e a prisão de um homem que praticou assalto em cemitério

Sob o comando do Tenente Lucas, o serviço policial de domingo foi marcado por ocorrências rotineiras, mas algumas mereceram destaques, uma delas foi a prisão de um velho conhecido das polícias Civil e Militar. Trata se de Nilton César Leal, o mesmo tomou de assalto um celular de uma vítima que estava em um velório no Cemitério Central de Codó. Após o roubo, o criminoso foi preso e reconhecido pela vítima, mas sem o celular.

Nilton César tem uma vida pautada no mundo do crime, sabe se lá qual é o santo que o protege, já que o mesmo não passa muito tempo preso após os cometimentos de seus crimes, fica a dúvida.

moto encontrada

Ainda no domingo, Policiais Militares do 17° BPM conseguiram localizar três motocicletas que foram furtadas ou roubadas nos últimos dias em Codó, são elas: uma POP 100 vermelha, placa NKT 8695 de Caldas Novas, segundo testemunhas esta moto estava próximo à Secretaria de Obras desde a última sexta-feira; em seguida foi encontrada uma POP 100  preta, já sem placa de identificação, que foi arrancada pelos criminosos que tomaram a mesma de assalto nas proximidades do Cemitério do Cajueiro,no bairro Santo Antônio e uma Honda BIZ vermelha com placa NHQ 5376, encontrada abandonada próximo à Feirinha do Peixe.

Foi registrado ainda a condução  de dois  homens que estavam promovendo baderna em um clube de festas. Com a chegada da guarnição policial, os dois estavam em vias de fato, momento em que foi dado voz de prisão aos mesmos, e em seguida apresentados na delegacia para serem cumpridas as formalidades.

Na presença do Comandante de Área, 17° BPM realiza Formatura Geral com a tropa e homenageia policiais e autoridades

imagem4

Foi realizada no último di 24/04 (terça-feira) no Auditório do Quartel do 17º BPM, na presença do Comandante do Policiamento de Área – CPA-I4, Coronel QOPM Alexandre Brito, Comandante do 11º BPM de Timon, Tenente Coronel Schinayder, Comandante do 24° BPM de Coroatá – Tenente Coronel Ribeiro e o Comandante do 2º BPM de Caxias –Tenente Coronel Márcio Silva,  a Formatura alusiva ao dia de “Tiradentes”, patrono das Polícias Militares de todo país, na ocasião o comandante da unidade, Tenente Coronel Jurandy homenageou  vários policiais do Serviço Ativo  por suas ações operacionais, e ainda prestou a homenagem ao Sub Tenente Arruda, que após completar seu tempo de serviço (30 anos) foi transferido para a Reserva Remunerada.

Fazendo parte das homenagens, foram conferidas ainda homenagens às pessoas que, de forma direta ou indireta, contribuem com o serviço a melhoria do serviço policial, foram agraciados com o “Título Amigos do 17º BPM”:

  1. Zilmar Santana – Delegado Regional de Codó;
  2. Professor Doutor Wady Lima Castro Júnior – Diretor do IFMA – Campus Codó;
  3. Antônio Soares Sampaio – Empresário;
  4. Acy Brandão – Representante Cartorial da Cidade de Codó,
  5. Francisco Carlos Oliveira – Empresário;
  6. Márcio Jerry – Ex Secretário de Articulação Política do Maranhão.
imagem3

Diretor do IFMA – Campus Codó recebe Título das mãos do Ten Cel Ribeiro

Anúncio da criação da Central de Vídeo Monitoramento

Ao ser franqueada a palavra às autoridades, o prefeito de Codó, Francisco Nagib aproveitou o momento e anunciou a criação da Central de Videomonitoramento, que funcionará no quartel do 17º BPM dando maior cobertura de ação e atendimento de ocorrências nos principais pontos da cidade.

proerd

Implantação do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência – PROERD

Contando com a ajuda na fomentação do PROERD na cidade de Codó, através da parceria entre o 17º BPM e Secretaria de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação – SEMECTI, a Assistente Social Rosemary de Sousa esteve presente ao evento representando o Secretário de Educação do município de Codó, Profº Paulo Buzar. Rosinha, como é conhecida na Educação, foi quem iniciou os primeiros contatos com o 17º BPM para a criação do PROERD na cidade.

Vale ressaltar que:  O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) é um Programa de prevenção ao uso de drogas desenvolvido e aplicado inicialmente nos Estados Unidos da América (EUA) e em mais de 58 (cinquenta e oito) países, dentre eles o Brasil.

Em Codó o Programa foi implantado pela primeira vez em 2004, em escolas da rede pública e privada, mas atualmente estava desativado. Nos próximos dias será iniciado o PROERD que atenderá 318 crianças em quatro escolas na cidade de Codó.

Homenagem ao Cel QOPM Siqueira

images

O ápice da solenidade aconteceu com a homenagem ao Coronel QOPM Carlos Augusto Siqueira, falecido no último dia 07/04, acometido por uma enfermidade, quando foi anunciado pelo Tenente Coronel Jurandy que o 17º BPM passará a se chamar “Batalhão Coronel Siqueira”, homenageando o codoense por sua história de vida e contribuição para o desenvolvimento da Segurança Pública no Estado. Ao ser franqueada a palavra ao seu sobrinho, Gilvan Siqueira, o mesmo se encarregou em citar algumas das qualidades do profissional Coronel Siqueira.

Estiveram prestigiando o evento, além dos homenageados e familiares, o prefeito de Codó – Francisco Nagib, ex prefeitos de Codó e Timbiras – Zito Rolim e Nonato da Casa Lima, respectivamente, alguns vereadores, diretores e representantes de órgãos públicos da cidade de Codó.

Despesas menores fazem Bradesco lucrar 10% a mais no 1º trimestre a R$5,1 bilhões

size_960_16_9_bradesco58

SÃO PAULO  – Uma queda vigorosa das provisões para perdas com calotes e o controle das despesas administrativas lastrearam uma alta de quase 10 por cento do lucro do Bradesco no primeiro trimestre, compensando a continuada fraqueza do crédito e das receitas com seguros.

O segundo maior banco privado do país anunciou nesta quinta-feira que teve lucro recorrente de 5,102 bilhões de reais no período, alta de 9,8 por cento ante mesma etapa de 2017. O lucro contábil, que referencia a remuneração aos acionistas, subiu 9,7 por cento ano a ano, para 4,47 bilhões de reais.

A linha chamada PDD Expandida, que computa perdas com provisões previstas com inadimplência, incluindo baixa contábil de ativos, menos valores recuperados da cobrança, somou 3,89 bilhões de reais, uma queda de 26,3 por cento ano a ano, e de 28 por cento na base sequencial.

Essa melhora veio a reboque do declínio no índice de inadimplência acima de 90 dias, para 4,39 por cento, queda de 1,2 ponto percentual em 12 meses e o quarto trimestre seguido de redução. O NPL creation, indicador antecedente de inadimplência, foi de 1,2 por cento, ante 1,8 por cento um ano antes.

Além disso, as despesas administrativas de 9,64 bilhões de reais recuaram 0,4 por cento no comparativo anual 5,7 por cento contra o trimestre anterior, refletindo segundo o banco “as sinergias da aquisição do HSBC Brasil e a estratégia de otimização dos pontos de atendimento”.

No fim de março, o Bradesco tinha 4.708 agências, 414 a menos em 12 meses. A folha de pagamento também teve uma redução de 9,05 mil funcionários no período, para 97,6 mil.

Os efeitos da evolução da qualidade da carteira e do controle das despesas operacionais mais do que compensaram a fraqueza das operações com crédito e seguros.

A carteira de crédito expandida do Bradesco atingiu 486,645 bilhões no fim de março, queda de 3,2 por cento em 12 meses e de 1,3 por cento na base sequencial. O desempenho ficou bem abaixo do intervalo previsto pelo próprio banco para 2018, de expansão de 3 a 7 por cento.

O movimento veio na contramão do rival menor Santander Brasil, que na terça-feira anunciou alta de 9 por cento da carteira de crédito no primeiro trimestre.

Em outra frente, os prêmios emitidos de seguros, previdência e capitalização caíram 17,1 por cento sequencialmente e 2,1 por cento contra um ano antes, para 17,57 bilhões de reais.

De todo modo, o banco que passou por um troca de comando em março, com Octavio de Lazari assumindo a presidência-executiva no lugar de Luiz Carlos Trabuco, fechou o trimestre com rentabilidade anualizada sobre o patrimônio líquido de 18,6 por cento, alta sequencial de 0,6 ponto e de 0,3 ponto ano a ano.

Fonte: Agencia Reuters de Notícias

Servidores municipais estão há dois meses sem acesso ao contracheque online e prefeitura se omite

Portal

O que era para ser uma ferramenta que deveria melhorar o acesso dos servidores  aos contracheques e ainda economizar papel, acabou se tornando uma dor de cabeça para os servidores municipais que desejam requerer direitos, como por exemplo, solicitação de férias, licença prêmio, entre outros direitos.

Para ter acesso aos contracheques, o servidor precisa no momento se dirigir até a prefeitura e solicitar uma segunda via do documento, porém ao chegar ao local, acabam se deparando com a informação que os mesmos só podem ser expedidos e entregues nas terças e quintas feiras.

Várias reclamações foram feitas pelos servidores municipais, mas a prefeitura prefere se omitir em resolver o problema, gerando um desgaste entre aqueles que servem à sociedade, mas que acabam não tendo acessos a serviços básicos que lhes garantam direitos, mas por outro lado, as ações do Executivo municipal são diariamente atualizadas.

Prefeito é preso em flagrante por suspeita de praticar estupro contra menina de 8 anos

bariri

O prefeito interino de Bariri –SP,  Paulo Henrique Barros de Araújo(PSDB), foi preso no último sábado sob suspeita de ter cometido o crime de estupro contra uma criança de oito anos.  No dia de ontem, em Audiência de Custódia, o prefeito negou as acusações.

De acordo com a polícia, a menina teria saído de casa para comprar pão, quando teria sido levada pelo prefeito para a cidade de Bauru, onde teria praticado o estupro.

Já de acordo com a versão da menina, o prefeito teria se passado por policial, dizendo que aquela região era perigosa e a fez entrar no carro, após ter sido violentada, a menina conseguiu fugir até ser localizada por um casal que a levou para casa.

Após ter tomado conhecimento do caso, os pais acionaram a polícia, que em diligencias acabaram encontrando o prefeito andando pela região. Araújo teve a prisão preventiva decretada e foi encaminhado para a Central de Presos Provisórios de São Paulo.

Exames foram realizados na menina e devem ficar  prontos em trinta dias. Araújo era presidente da Câmara Municipal e assumiu a prefeitura de Bariri no início de 2017, após o afastamento do ex-prefeito e seu vice, que foram barrados pela lei Ficha Limpa. A cidade fica a 300 quilômetros da capital paulista.

Com gol de Ricardo Maranhão, Moto vence o Assu na estreia da Série D

moto club

Foram necessários setenta e cinco minutos de bola rolando para o Moto Club marcar o primeiro gol na estreia no Campeonato Brasileiro – Série D, através de Ricardo Maranhão aos vinte e sete minutos do segundo tempo.

O Moto Club teve de viajar para o estado do Rio Grande do Norte, para enfrentar o desconhecido Assu, mas o clima de início de competição pesou mais para o adversário. Com a vitória,  rubro negro já lidera a competição, já que o outro confronto do grupo A-5,  Sparta empatou com o Altos do Piaui em 1 X 1.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo, às 16h. O Moto recebe o Sparta no Nhozinho Santos, enquanto o Assu viaja para encarar o Altos, no interior do Piaui. Confira a classificação do grupo do Moto Club:

motoooo

Ficha técnica

Assu-RN: Watson: Adriel, Chicão, Weder e Nininho; Carlos Mipibu, Romeu e Chiclete; Luzinho, Anthony e Thiago. Téc. Júlio Terceiro.
Moto: Rodrigo Ramos; Diego Renan, Wesley, Wanderson e Chico Bala; Rafael Santos, Romério, Doda e Everlan; Shailison e Ricardo Maranhão.

Téc. Marcinho Guerreiro.
Arbitragem: Glauco Nunes Feitosa – CE, Anderson Moreira de Farias – CE, Marcione Mardonio da Silva Ribeiro – CE e Leandro de Sales Barchz – RN

 

 

 

“A condenação de Aécio Neves é inevitável”, afirma o deputado federal Rubens Pereira Júnior

16-04-15-Rubens-Pereira-Jr-780x440

Por decisão unânime da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal, o senador tucano Aécio Neves (MG) virou réu, nesta terça-feira (17), por corrupção passiva e obstrução de Justiça. As acusações fazem parte de um dos inquéritos resultantes da delação do empresário Joesley Batista, do grupo J&F. Com a decisão, o senador se torna réu no processo.

Para o deputado Rubens Pereira Jr (PCdoB-MA), o STF está corrigindo uma grave injustiça com bastante atraso, já que o caso ocorreu ainda em 2017. “Não se trata neste momento de criminalizar a política, se trata de fatos criminosos terem sido cometidos por um senador da República”, disse o parlamentar.

A decisão foi tomada com base no voto do ministro Marco Aurélio, relator do caso. Para o ministro, o fato de o senador ter sido gravado por Joesley e citar que tentaria influi na nomeação de delegados da Polícia Federal mostra indício dos crimes que teriam sido praticados por ele.

Por unanimidade, o relator, e os ministros Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Rosa Weber e Barroso votaram pelo recebimento da denúncia pelo crime de corrupção. Sobre a acusação de obstrução de Justiça, a votação foi obtida por maioria. Moraes e o relator entenderam que não é possível acusar o senador pelas votações no Congresso, ato inerente a sua atribuição.

Também são alvos da mesma denúncia e também se tornarão réus a irmã do senador Andrea Neves, o primo Frederico Pacheco e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), flagrado com dinheiro vivo. Todos foram acusados de corrupção passiva.

Segundo a denúncia, apresentada há mais de 10 meses, Aécio pediu a Joesley Batista, em conversa gravada pela Polícia Federal (PF), R$ 2 milhões em propina, em troca de sua atuação política. O senador foi acusado pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot.

A obstrução ocorreu de “diversas formas”, segundo a PGR, como por meio de pressões sobre o governo e a Polícia Federal para escolher os delegados que conduziriam os inquéritos da Lava Jato e também de ações vinculadas à atividade parlamentar, a exemplo de interferência para a aprovação do Projeto de Lei de Abuso de Autoridade (PLS 85/2017) e da anistia para crime de caixa dois.

“Há indicativos de solicitação de vantagem indevida por detentor de mandato eletivo, com auxílio da irmã, de Frederico Medeiros e de Mendherson Souza Lima”, disse o relator.

Após o voto do relator, o ministro Luís Roberto Barroso chegou a afirmar que a conduta de Aécio Neves caberia uma nova decisão para afastá-lo do mandato, no entanto, o ministro preferiu não encaminhar o pedido, porque o plenário da Corte derrubou no ano passado outra decisão do colegiado que afastou o senador do cargo.

Para Barrroso, os indícios mostram que o parlamentar usou cargo para recebimento de vantagem ilícita. “Quais os indícios de que tem alguma coisa errada? O primeiro deles, um empréstimo de R$ 2 milhões é materializado em um contrato mútuo, no qual se estabelecem as condições do ajuste, prazo para pagamento, correção monetária e garantias. Aqui, não existe contrato. No mundo dos negócios lícitos, o pagamento de R$ 2 milhões, em quatro parcelas de R$ 500 mil, se faz por transferência bancária ou por cheque. Nos dias de hoje, ninguém sai por aí transportando por estrada mochilas e malas de dinheiro”, afirmou.

ASSCOM – Dep Fed. Rubens Júnior

Policiais do 17° BPM localizam proprietário de moto encontrada abandonada em Codó

moto

Na noite desta quinta-feira (19/04) policiais do Esquadrão Águia, com apoio do Serviço de Inteligência do 17° BPM, recuperaram uma motocicleta que havia sido tomada de assalto na noite do dia 18/04 na Rua Santa Catarina, próximo à Panificadora Alfa, no Bairro Santo Antônio, na cidade de Codó. Uma guarnição foi acionada através da Central de Operações após denúncia anônima que havia uma motocicleta abandonada nas dependências internas de um posto de saúde que fica localizado na entrada do Residencial São Pedro.

Imediatamente os Policiais Militares do Esquadrão Águia deslocaram para o local e localizaram a motocicleta já sem a roda dianteira, a moto encontrada é uma CRYPTON vermelha, que ainda estava com a placa de identificação NXJ 4455.

IMG_20180420_102858555

Na manhã desta sexta, compareceu na sede do 17° BPM, Flaubert Sousa Bonfim, proprietário da referida motocicleta, a vítima apresentou o boletim de ocorrência que narrava o fato, em que tivera sido vítima de assalto que portavam arma de fogo e levaram seu meio de transporte.