IFMA convoca candidatos da lista de espera do SiSU

ifma 3

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) divulgou nesta segunda-feira (dia 10) a primeira convocação de classificados da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (SiSU 2017.1). Foram chamados 78 candidatos para matrícula, que acontece de 11 a 13 julho de 2017, no campus para o qual o candidato foi aprovado. Lista de classificados.

A convocação é para os cursos de Administração (Campus Barra do Corda), com 30 classificados; Engenharia Elétrica (Campus Imperatriz), com 31; e Ciências Biológicas (Campus Timon), com 17. Os documentos exigidos para matrícula foram divulgados no Edital PROEN nº 21, de 29 de maio de 2017. O candidato convocado que, por qualquer motivo, não efetuar sua matrícula no período estipulado, perderá o direito a vaga. Estão previstas mais duas listas de classificados, caso existam vagas remanescentes ocasionadas pela não matrícula dos convocados nesta primeira lista.

Lista de classificados.

Estádio do Vasco é interditado pelo STJD e time pode perder até 25 mandos de campo

o-estadio-de-sao-januario-1477527794216_300x200

O Vice-Presidente do STJD do Futebol, Paulo César Salomão Filho, deferiu nesta segunda, dia 10 de julho, o pedido da Procuradoria da Justiça Desportiva para interdição do estádio São Januário, palco de cenas de violência e vandalismo na partida entre Vasco e Flamengo, válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na decisão o Presidente em exercício condicionou a liberação à vistoria da CBF com laudos obrigatórios para o pleno funcionamento do estádio e segurança dos torcedores e público em geral.

Em denúncia da Procuradoria com pedido de liminar foi destacada as cenas de barbárie protagonizadas pela torcida do Vasco, mandante da partida. A briga envolveu dezenas de torcedores vascaínos e de tamanha agressividade que o grupamento da Polícia Militar teve dificuldades em contê-los. O arremesso de cadeiras, vergalhões, bombas e outros objetos no campo impediu a saída da equipe do Flamengo, da arbitragem e profissionais da imprensa que, de acordo com imagens de vídeo, ficaram acuados no centro do gramado. Imagens mostraram ainda agressões de duas policiais mulheres por seis torcedores.

Para a Procuradoria o Vasco da Gama é responsável, objetivamente, pelos atos praticados pela sua torcida conforme previsto no artigo 63 do Regulamento Geral das Competições e no Código da FIFA. No entendimento da Procuradoria, o clube foi permissivo ou tomou medidas insuficientes efetivas na fiscalização e na repressão do grupo de torcedores infratores e, com isso, assumiu o risco que os mesmos praticassem atos pelo qual o Vasco é objetivamente responsável na forma do artigo 213 e seus incisos I, II e III, parágrafo 1º do CBJD pelas cenas de desordens de elevada gravidade, arremesso de objetos e bombas e pela tentativa de invasão de campo. O clube pode ser multado entre R$ 100 e R$ 100 mil e punido com a perda de até 10 mandos de campo, por cada ato.

Em vídeos, depoimentos, imagens e matérias divulgadas em diversos sites e tv, os profissionais da imprensa relataram, ameaças e agressões sofridas no interior das cabines destinadas à cobertura da partida, invadida por torcedores. Neste sentido, a Procuradoria entende que cumulativamente o mandante também infringiu o artigo 211 do CBJD quando “comprovadamente deixou de manter o local com infraestrutura necessária para garantir a segurança não só dos torcedores e participantes, mas, principalmente dos profissionais de imprensa que ali estavam a trabalho em local reservado”. O artigo 211 também prevê multa de até R$ 100 mil.

Ainda segundo a Procuradoria “a facilidade com que os agressores tiveram acesso às cabines de imprensa, nas quais foram agredidos e ameaçados repórteres que realizavam a cobertura daquilo que se propunha um ‘espetáculo esportivo’ impressiona e fundamenta a proposição da INTERDIÇÃO DA PRAÇA ESPORTIVA LIMINARMENTE”, prevista no artigo 119 em casos excepcionais como o ocorrido.

Presentes os pressupostos, a Procuradoria pediu o deferimento da interdição do São Januário para que sejam realizadas as inspeções e intervenções necessárias nas cabines mencionadas até que melhorias efetivas possam impedir o acesso de torcedores e garantir a segurança de quem estiver presente. O objetivo da interdição é zelar pela segurança dos presentes no estádio.

Na súmula da partida o árbitro informou também o arremesso de uma lata no campo por um torcedor do Flamengo. Por essa razão, o rubro-negro foi denunciado no artigo 213, inciso III do CBJD que prevê multa entre R$ 100 e R$ 100 mil.

Vice-Presidente deferiu interdição:

Em despacho deferido nesta segunda, o Presidente em exercício Paulo César Salomão Filho deferiu a liminar para interdição do estádio São Januário e destacou grave falha na segurança e, principalmente, na prevenção da entrada de artefatos explosivos, colocando em risco a integridade física dos profissionais que atuavam na partida e dos torcedores presentes. O Vice-Presidente destacou ainda uma falha gritante na infraestrutura do estádio devido ausência de barreira para obstruir a passagem de torcedores ao local destinado aos profissionais de imprensa que impeça o contato entre os mesmos e as cabines de rádio e televisão.

A liberação estará condicionada à vistoria da CBF, através de seu CNIE (Comitê Nacional de Inspeção de Estádios), com a apresentação de laudos obrigatórios para o pleno funcionamento do estádio e segurança dos torcedores, profissionais de imprensa, jogadores e o público em geral, consoante determinado no art. 14 e §§, do RGC/CBF 2017.

Prefeito de Codó passa vexame em abertura de Jogos Escolares Maranhense -Etapa Regional, arquibancadas quase fazias

abertura

Cerca de quinze cidades da região estão em território codoense disputando a etapa mais importante do desporto educacional maranhense, depois da Etapa Final dos JEMs – Jogos Escolares Maranhenses. Cidades importantes como: Bacabal, Coroatá, Timon, Caxias, Coelho Neto, estão em busca de uma classificação para a etapa final dos jogos, nas mais diversas modalidades coletivas e individuais.

Diante da falta de investimentos nas escolas municipais, os professores e alunos atletas decidiram boicotar a abertura da Etapa Regional dos JEMs, não comparecendo em massa ao evento, ficando as arquibancadas ocupadas pela metade da capacidade, no ginásio Carlos Fernando, bairro São Sebastião, justamente no momento em que o prefeito e representantes do governo estadual declararam abertas as competições.

O que se viu na última sexta, foi a falta de prestígio do prefeito Francisco Nagib junto aos alunos / atletas codoenses. Em outros momentos, a data era de grande motivação e incentivo para os desportistas, familiares e atletas codoenses, que viam na Etapa Regiuonal, como um momento de disputa e rivalidades entre as cidades participantes, principalmente entre alunos das escolas públicas municipais. Como divulgamos anteriormente, as escolas públicas municipais nunca foram tão massacradas no esporte, como estão sendo atualmente nos últimos dez anos, com falta de investimentos e incentivos.

Geralmente acompanhados de vereadores, na abertura dos Jogos Escolares Maranhenses 2017 – Etapa Regional, Nagib esteve sendo consolado pelo ex prefeito Zito Rolim, que utilizou a fala para falar abobrinhas, tais como: “ter sido o prefeito que mais investiu no esporte educacional” o que é mentira. Pois Zito deixou as escolas completamente sucateadas em relação a material de apoio e logística da prefeitura.

Rio- Criança de seis anos morre após ser baleada em briga de trânsito

O Dia – A violência no estado vitimou mais uma criança neste fim de semana. Bryan Eduardo Mercês, de apenas seis anos, foi baleado por volta de meia-noite após uma briga de trânsito na Estrada do Campinho esquina com a Estrada de Inhoaíba, em Campo Grande, Zona Oeste. Ele foi internado neste domingo no Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, e não resistiu.

Bala atravessou o tórax de BryanReprodução

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o menino deu entrada na unidade em estado gravíssimo. Ele passou por cirurgia, mas teve uma parada cardiorrespiratória por volta das 17h, quando estava sendo transferido para o CTI pediátrico do Hospital Albert Schweitzer.

Segundo o tio da vítima, o mecânico e voluntário da patrulha aérea civil, Edmilson dos Santos, 37 anos, Bryan estava junto com sua irmã, Jullyene Vitória Mercês, de 3 anos, dentro do carro do pai e da mãe. A menina também foi ferida.

“Todos voltavam para casa por volta de meia-noite. Meu primo (pai de Bryan) me relatou que o sinal estava parado e um homem estava se irritando por ele não avançar. Houve uma discussão e, quando o sinal abriu,o homem, que estava num gol branco, colocou o braço para fora do veículo e saiu atirando contra o carro do meu primo”, contou Edmilson.

Jullyene também chegou a ser ferida na perna por um tiro de raspão. Ela segue internada no Rocha Faria e seu quadro é estável.

Segundo informações de familiares, a bala atravessou o tórax de Bryan e ele chegou a ter os dois pulmões perfurados. A Secretaria de Saúde informou que, desde sua internação, Bryan estava muito instável.

O pai, Christian Lopes da Cruz, registrou o caso na 35ª DP (Campo Grande). Nos últimos 10 dias, três crianças foram baleadas e uma morta.

IFMA abre inscrições para cursos técnicos a distância, são 4500 vagas para o estado

images_stories_novo_Reitoria_lousa_interativa04

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) abriu inscrições para 28 cursos técnicos a distância, ofertados por 14 campi no estado. São 4.500 vagas destinadas a estudantes matriculados no 1º ou 2º anos do ensino médio da rede pública estadual, com idade entre 15 e 19 anos.

Os interessados podem se inscrever até sexta-feira (14/7), exclusivamente na internet, através do link disponível no portal da Secretaria Estadual de Educação – órgão responsável pela seleção e pré-matrícula dos aprovados. As vagas serão preenchidas pela ordem de inscrição até atingir o quantitativo de vagas disponíveis, respeitada a data de 14/07.

Após a seleção, os estudantes pré-matriculados receberão uma carta de encaminhamento (documento a ser emitido pelo Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica – Sistec), via e-mail, na qual constarão os prazos e as informações para a confirmação de sua matrícula, que deverá ser feita – pelo aluno e de posse da carta – no campus do IFMA que irá coordenar o curso.

Para se inscrever nos cursos ofertados no polo de São Luís, clique aqui.

Para se inscrever em polos de outras cidades, clique no link.

As aulas se iniciam em 14 de agosto e os cursos tem carga horária definida entre 800 horas e 1.200 horas, com previsão de duração de um ano e meio a dois anos.

Haverá encontros presenciais nos municípios de Açailândia, Aldeias Altas, Bacabal, Barra do Corda, Barreirinhas, Bom Jesus das Selvas, Carolina, Caxias, Ceilândia, Coelho Neto, Codó, Estreito, Guimarães, Igarapé Grande, Imperatriz, Itapecuru-Mirim, Paraibano, Pinheiro, Presidente Vargas, Santa Helena, Santa Inês, São João dos Patos, São José de Ribamar, São Luís, Senador Alexandre Costa, Timon e Zé Doca.

Os cursos são divididos entre os eixos de Ambiente e Saúde; Controle e Processos Industriais; Desenvolvimento Educacional; Gestão e Negócios; Informação e Comunicação; Produção Alimentícia; Produção Industrial; Turismo, Hospitalidade e Lazer. Confira os cursos ao final da matéria.

Confira os cursos ofertados e nº de vagas neste link.

Conheça mais sobre o curso selecionado no catálogo nacional de cursos técnicos.

Para mais informações, entre em contato pelo fone (98) 3235-5197 (Secretaria de Educação do Estado do Maranhão) ou acesse as perguntas e respostas no portal do Ministério da Educação.

Programa MedioTec EaD

Os cursos são ofertados no âmbito do Programa MedioTec EaD do Ministério da Educação – uma ação do Pronatec que ocorre paralelamente à reforma do ensino médio e que tem, entre seus propósitos, a formação técnica e profissional como mais uma alternativa para o jovem.

Os encontros presenciais serão realizados em turno diferente do qual o aluno estuda na escola de ensino médio, pela manhã ou tarde.

O MedioTec EaD é destinado aos alunos regularmente matriculados no ensino médio das Redes Públicas Estaduais e Distrital de Educação, socialmente vulneráveis, de maneira a promover-lhes uma formação técnica na modalidade de educação a distância concomitante à formação regular, ampliando suas chances de inserção profissional quando da conclusão da etapa regular de sua educação básica.

O estudante receberá duas diplomações, mas somente receberá o diploma o ensino técnico após a conclusão do ensino médio.

Confira a totalização de vagas por curso ofertado:

AMBIENTE E SAÚDE

  • Meio Ambiente – 150 vagas

DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL

  • Tradução e interpretação de libras – 50 vagas

PRODUÇÃO ALIMENTÍCIA

1) Alimentos – 50 vagas

2)Agroindústria – 100

PRODUÇÃO INDUSTRIAL

  • Análises químicas – 50 vagas
  • Química – 50

INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

1) Manutenção e suporte em informática – 100 vagas

2) Redes de computadores – 150

3) Informática para internet – 150

4) Informática – 700

GESTÃO E NEGÓCIOS

  • Administração – 50 vagas
  • Finanças – 50
  • Logística – 50
  • Qualidade – 50
  • Cooperativismo – 250

CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS

  • Automação industrial – 50 vagas
  • Eletrônica – 50
  • Eletroeletrônica – 50
  • Eletrotécnica – 50
  • Eletromecânica – 50
  • Manutenção de sistemas metroviários – 100

TURISMO, HOSPITALIDADE E LAZER

  • Agenciamento de viagem – 200 vagas
  • Guia de turismo – 200
  • Lazer – 200
  • Cozinha – 300
  • Restaurante e bar – 350
  • Hospedagem – 450
  • Eventos – 450

Portal IFMA

Rogério Ceni desabafa após demissão e pede desculpas à torcida do São Paulo

ceni-1024x682-1024x682

Rogério Ceni se pronunciou nesta quinta-feira pela primeira vez desde que foi demitido do cargo de técnico do São Paulo, na última segunda. Por meio de sua conta no Facebook, o ex-goleiro escreveu sobre sua experiência na nova carreira, que teve em seu primeiro desafio a pequena duração de seis meses.

No texto, o ídolo tricolor afirma que sabia dos riscos de assumir no ex-clube uma função até então nova para ele, mas que se sentia preparado para tal. No fim, Ceni ainda pede desculpas pelos maus resultados e agradece ao torcedor são-paulino pelo “carinho, respeito e apoio”. Ele, contudo, não informa se dará prosseguimento à carreira de técnico.

Com 44 anos, Rogério Ceni deixou o São Paulo com um aproveitamento de 49,5% dos pontos disputados. Em 37 partidas na temporada, o Tricolor obteve 14 vitórias, 13 empates e 10 derrotas. O que mais pesou na demissão, porém, foi o desempenho fraco do time no Campeonato Brasileiro, do qual é o 17º colocado, dentro da zona de rebaixamento, com 11 pontos após 11 rodadas.

Veja abaixo a íntegra do texto de Rogério Ceni: 

” ‘Quem vence sem riscos, triunfa sem glórias’.

Esse foi o tema de minha última preleção para o time no domingo passado. Mais que apenas um tema, essa crença ecoa dentro de mim diariamente. Ela representa o que penso, acredito e sou.

Assumir o time da sua vida logo no início de uma nova carreira não era uma tarefa fácil, alguns podem ter achado precipitado, outros poderiam pensar que deveria ter recusado o convite, o fato é que realmente era arriscado.

Jamais o teria feito se não me sentisse preparado. O risco e a incerteza já fazem parte de minha vida, e sendo muito sincero, do mundo do futebol. Quando deixei Sinop e morei por anos embaixo das arquibancadas do Morumbi eu não tinha certeza de nada. Não sabia se teria uma chance de jogar pelo Clube, mas lutei muito por ela.

Quando fiquei longos quatro anos no banco de reservas, a incerteza era grande. Seria eu o próximo a me tornar titular? Havia o risco da contratação de um novo goleiro que poderia me colocar em espera por aquela titularidade .

E quando comecei a bater faltas e pênaltis nos treinamentos, não havia a menor certeza de que eu as colocaria em prática em um jogo de verdade pelo SPFC, o risco aqui era treinar por meses e nunca comemorar um gol.

Agora nessa minha transição de carreira de atleta para técnico, surgiu a oportunidade de treinar o SPFC, mas infelizmente os resultados não vieram da maneira que eu esperava.

Mas de nada significaria se eu não tentasse levar esse Clube e seus torcedores ao lugar mais alto possível . Lugar que todos nós merecemos.

Desculpem me se falhei, mas o que me moveu nesse projeto, foram os riscos para conquistar a glória .

Obrigado torcedor são-paulino, pelo carinho, respeito e apoio. Jamais esquecerei”.

Gazeta Esportiva

Pesquisador propõe substituir lubrificantes por óleos comestíveis na indústria do aço

Baseada na ideia de sustentabilidade, uma pesquisa desenvolvida pelo professor Dr. Antonio Araujo Junior, do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), propõe substituir lubrificantes tóxicos por óleos vegetais biodegradáveis na fabricação de peças de aço. O estudo resultou em um artigo publicado na revista internacional The Journal of Cleaner Production, que tem classificação Qualis A1 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Artigo publicado na revista.

Antonio Araujo Junior pesquisa aplicação de óleos vegetais como lubrificantes na produção de peças de aço.

O título original do artigo, produzido em inglês, é “Lubri-cooling and tribological behavior of vegetable oils during milling of AISI 1045 steel focusing on sustainable manufacturing” – traduzido para o português, “Lubri-refrigeração e desgaste durante aplicação de óleos vegetais por fresamento do aço ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) 1045 com foco na produção sustentável”. O material foi publicado na edição 156, ano 2017, da The Journal of Cleaner Production, uma revista transdisciplinar focada em pesquisas sobre meio ambiente e sustentabilidade.

Antonio Araujo Junior é professor do Curso de Engenharia Mecânica Industrial do IFMA Campus São Luís – Monte Castelo. Ele desenvolveu o estudo durante seu doutorado em Engenharia Mecânica, na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Conceito Capes 7. Cerca de 80% da pesquisa foi realizada no Laboratório do Centro de Usinagem Computadorizada (CNC) do campus do Instituto. No local, foram feitos os ensaios de desbaste (corte) do aço.

Professor mostra laboratório onde 80% da pesquisa foi desenvolvida, no IFMA Campus São Luís – Monte Castelo.

A pesquisa analisou o uso de óleos vegetais naturais biodegradáveis como fluidos de corte na fresagem (corte) do aço ABNT 1045. O estudo apontou a viabilidade do uso dos óleos vegetais comestíveis de semente de algodão, babaçu, canola, girassol, milho e soja. Para checar a eficácia da substituição dos lubrificantes minerais pelos óleos vegetais, a análise levou em consideração a força de corte, as rugosidades surgidas e a vida das pastilhas de Videa – ferramenta utilizada para cortar o aço. “O óleo diminui o atrito durante a fresagem, atenuando o desgaste e aumentando a vida da pastilha, que é o instrumento de corte”, explicou o pesquisador.

Durabilidade e sustentabilidade

O método de aplicação do óleo em spray durante a fresagem foi ainda uma estratégia desenvolvida para não haver sobras e necessidade de descarte do lubrificante vegetal. Já os lubrificantes minerais deixam sobras e precisam ser descartados e, por serem tóxicos, podem contaminar o meio ambiente. “Considerando-se a durabilidade e a sustentabilidade, a pesquisa apontou ser viável o uso desses óleos vegetais pela indústria”, explicou Antonio Araujo Junior.

Segundo o pesquisador, a vantagem é que os óleos investigados, ao contrário do lubrificante atualmente mais utilizado pelas indústrias, não são tóxicos para os seres humanos ou prejudiciais ao meio ambiente. “O uso de óleos vegetais minimizaria o aparecimento de doenças ocupacionais no trabalhador pela inalação de produtos tóxicos. Além disso, pela técnica adotada, aplicação pulverizada, o produto se dissipa no ambiente, não gerando resíduo”, destacou Antonio Araujo Junior.

A viabilidade técnica foi avaliada aplicando a quantidade mínima de lubrificante (MQL) necessária para o corte do aço. Para fins de comparação, considerou-se o fluido de corte comercial mais utilizado pelas indústrias, aplicando a mesma técnica MQL, além da condição seca (sem uso de lubrificante) como referência.

Após o corte, as pastilhas foram analisadas por microscopia eletrônica de varredura para examinar os mecanismos de desgaste. Essa etapa da pesquisa foi feita na UFU. Os dois óleos comestíveis com os melhores resultados para a capacidade de resfriamento foram a semente de algodão e a canola. “As substâncias foram classificadas com base nos resultados obtidos em cada teste, que levou em conta a capacidade de lubrificação e arrefecimento (resfriamento) do material, além das propriedades físicas e químicas”, descreveu o pesquisador.

Fonte:Portal IFMA

Depois de muitas críticas, Avenida Cristóvão Colombo recebe camada asfáltica após 20 anos

MAIS-ASFALTO-001

A população dos Bairros São José, São Raimundo e adjacência foram surpreendidos com caminhões e máquinas que amanheceram o dia desta terça – feira trabalhando a pleno vapor, depois que o governo do estado disponibilizou quase 10 km de asfalto para a cidade de Codó, do programa “Mais Asfalto”.

A ação do governo do estado chamou a atenção de muita gente que passava ao longo da maior avenida da Trizidela, com uma extensão de quase de 1 km, o trecho ganhou vida e quem estava acostumado com a buraqueira foi surpreendido, aliás o bairro precisava deste serviço há mais de cinco anos.

O asfalto do programa estadual, veio através da intervenção do prefeito Codó, Francisco Nagib, que durante a manhã desta terça – feira esteve no bairro para acompanhar parte dos serviços. A presença do prefeito, atraiu aquele seleto grupo de oportunistas, como alguns vereadores (inclusive de oposição ao governo estadual, como por exemplo o vereador Leonel Filho, que se preocupou em sair bem na foto ao lado do prefeito).

Vale ressaltar que o serviço de asfaltamento de algumas ruas de Codó através do “Programa Mais Asfalto” é de responsabilidade do governo estadual e nada tem haver com a empresa responsável pelo serviço de tapa buracos realizados pela prefeitura de Codó, diga se de passagem um péssimo serviço com o famoso asfalto Sonrisal”, e ao longo dos trechos onde as máquinas da empresa responsável pelo serviço de asfaltamento estavam, não vimos uma placa sequer indicando a autoria e responsabilidade do serviço, será estratégia ou o responsável errou propositalmente para induzir a população a achar que o serviço asfáltico é de autoria da prefeitura?

Problema sem solução – Lixão do Codó Novo continua incomodando moradores com fumaça

fumaça

Foto tirada na Rua São Luís, Bairro Codó Novo às 22h de ontem

Assim como dois mais dois são quatro, todas as noites grande parte do bairro Codó Novo fica completamente tomado por uma volumosa camada de fumaça oriunda do lixão do bairro. Parece que o problema não incomoda os governantes da cidade e nem mesmo os representantes políticos, aliás, falar em atuação de vereador em Codó tem sido complicado.

Só quem frequenta ou mora no bairro, sabe o que estamos falando. Metade do bairro Codó Novo sofre diretamente com as consequências da fumaça ao longo da noite, onde todas as ruas ficam sob uma grande fumaça.

O Secretário Estadual de Meio Ambiente é de Codó, a prefeitura possui uma pasta importante que está nas mãos de uma pessoa super competente, porém, o acúmulo de funções dadas ao Professor Ivaldo, tem feito com que o Meio Ambiente tenha de ficar para escanteio.

Na Europa, os países que adotaram no passado, a estratégia de incinerar seu próprio lixo passou a sofrer de várias doenças respiratórias, além de vários cânceres. Os maiores prejudicados são os idosos e crianças pequenas que precisam se deslocar para os hospitais afim de receberem cuidados especiais.

O lixão de Codó já está praticamente dentro da cidade, geralmente esses locais devem ficar afastados dos centros urbanos, mais isso parece não incomodar os gestores, enquanto que a população fica a mercê de várias doenças.

 

Aécio Neves volta ao senado e em primeiro pronunciamento e se diz vítima de injustiça

aécio

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) utilizou a tribuna do Senado nesta terça-feira  para se defender das acusações do Ministério Público Federal, “Não cometi crime algum”, disse. Durante o pronunciamento, que durou quase 20 minutos, o tucano afirmou que não cometeu crimes, disse ainda que está indignado com o que chamou de “injustiça” e afirmou que foi condenado previamente sem chances de defesa.

Visivelmente abatido Aécio disse não ter mágoa de sua condenação prévia e sem direito à defesa, disse também que não tem amizade com o empresário Joesley Batista, segundo o MPF, o senador solicitou e recebeu do empresário Joesley Batista R$ 2 milhões que seriam utilizados para pagar seus advogados em inquéritos da Lava Jato. Em troca, Aécio atuaria em favor da JBS no Congresso Nacional.

Após o seu pronunciamento Aécio foi brandamente aplaudido pelos senadores presentes no parlamento, recebeu ainda um abraço do senador maranhense Roberto Rocha.