3º Arraiá do Puliça – Vem aí o maior Arraiá da Região dos Cocais

Mantendo a linha da preservação da Cultura Junina, vem aí o maior e melhor arraiá da Região dos Cocais. Agora serão três dias para você levar sua família em um ambiente seguro e com muitas atrações.

Este evento destinado à família codoense é uma idealização do Comando do 17º BPM, e coordenado pela Capitã Francilene, que está preparando uma super estrutura para todos.

Confira a programação:

20 DE JUNHO –  Pré-Abertura do Arraial com  Boi Raízes do Maranhão e Junina Mandacaru 

21 de JUNHO –  (Francys Jack e Banda)

22 de  JUNHO – (Banda Forró de Fama).

Além das Atrações Culturais acima, teremos ainda: Junina Revelação (Peritoró), Xaxado, Junina Asa Branca, Junina Mandacaru, Boi Mirim, Junina Apimentados (Timbiras), Junina Arco-Íris.

Codó Festa Junina Cidadania Integração Polícia e Sociedade

Apoio Cultural: Eliene Rolim, CN Motos, Casa Carvalho, Casa Nova Construção, Blog do Bezerra, Supermercado Santa Maria, Lojas Noroeste, Caipirinha O Varada, Prof. Gil de Timbiras.

A Educação da Gestão Nagib, entregue a vereadores da base aliada, isso pode Arnaldo?

Uma das pastas mais importantes de uma gestão responsável é a que trata da Educação de um povo, pois é essa pasta que dará subsídios para que um local possa ter perspectivas de um futuro promissor, edificante e com menos injustiça social, essa é a regra em toda sociedade.

O Maranhão por si só, amarga os piores índices sociais, fruto de uma irresponsabilidade histórica de quem comandou a política ao longo dos últimos 50 anos. Para recuperar o tempo perdido, teremos de passar por uma revolução, que ainda não começou. Andamos longe da educação ideal, em Codó por exemplo, estudantes estão indo às ruas, movidos por um sentimento de que muita coisa ainda está errada, falta o básico, professores em sala de aula.

Já especificando a situação  de Codó, onde metade  da população não possui sequer o Ensino Médio, onde apenas menos de 1% possui curso superior, a cidade tem tido a infeliz situação da interferência política de vereadores que sem muita instrução, como é o caso dos vereadores codoenses, que  realizam ingerências nas implantações das políticas públicas na área.

Desde de que assumiu o governo municipal, o prefeito Francisco Nagib tentou implantar uma gestão independente de interferências do Legislativo Municipal. Mas não conseguiu romper com essa prática histórica na política da cidade. Primeiro seu pai, após o sucesso da eleição do filho, mobilizou os vereadores eleitos, chegando ao ponto de indicar quem deveria ser o presidente eleito, foi então que a maioria dos vereadores votaram em Expedito Carneiro, que após três meses, já garantiu a reeleição, sem ao menos encerrar o primeiro mandato.

Entre idas e vindas, o próprio prefeito provou do veneno das interferências políticas no Legislativo e vice-versa, quando parte dos vereadores de sua base aliada, se rebelaram, se aliando à oposição (formada por apenas três vereadores), foi quando o chefe do Executivo não resistiu aos encantos de passar a obedecer aos desejos dos vereadores, cedendo vagas nas pastas mais importantes, como a da SEMECTI.

Pela SEMECTI já passaram dois secretários, inclusive com níveis elevados de conhecimento do Sistema Educacional Brasileiro, comandaram a pasta, a Professora Doutora Deuzimar Serra e por último o professor Paulo Buzar. Os dois possuem algo em comum, entregaram a Secretaria após interferências políticas de vereadores semianalfabetos , que sem ter conhecimento de quase nada, apenas por alimentarem seus desejos pessoais, indicaram o nome do Secretário Ricardo Torres, o qual é competente jurista, porém sem histórico em gestão educacional.

O governo Nagib fadou-se, não terá mais forças para findar e buscar a reeleição sem arranhões, e podemos aqui afirmar que a sonhada revolução na educação ficará para uma nova gestão, pois o modelo político de apadrinhamento de políticos aliados e familiares não deu certo em lugar algum, certamente não dará certo em Codó.

Cargo de Secretário de Educação é entregue a prefeito pela segunda vez após interferência política na pasta

????????????????????????????????????

É tida como lamentável a saída do Professor Paulo Buzar da SEMECTI – Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação da cidade de Codó. Buzar havia sido convidado para assumir a pasta após a  polêmica saída da Professora Doutora Deuzimar Serra,  que deixou o cargo após sofrer interferência política de vereador que não possuía nem o Ensino Médio.

Paulo Buzar já havia manifestado entregar o seu cargo, mas que, a pedido do prefeito Francisco Nagib, o ex-secretário, acabou prolongando sua saída. Os motivos da sua saída não foram diferentes dos da Professora Deuzimar, Paulo não tinha mais autonomia administrativa, não conseguia sequer montar sua equipe de trabalho, pois Nagib foi cedendo aos poucos os cargos estratégicos a vereadores.

Atualmente, às vésperas de um ano eleitoral, Nagib está loteando os cargos para aliados políticos, ou seja, perdeu se a essência do tratar bem a nossa sociedade, passou se o tempo do tecnicismo, agora o que impera é o poder político em todas  as esferas do Executivo municipal. Que vergonha prefeito Francisco Nagib!

Prefeito de Barra do Corda, Eric Costa é acionado na justiça pelo Ministério Público que apontou irregularidades em contratos

Devido a irregularidades em contrato para construção de quatro quadras desportivas em escolas, o Ministério Público do Maranhão propôs, em 23 de maio, Ação Civil Pública por ator de improbidade contra o prefeito de Barra do Corda, Wellryk Oliveira Costa da Silva, conhecido como Eric Costa.

Também são alvos os integrantes da comissão permanente de licitação João Caetano de Sousa, Salatiel Costa dos Santos e Francisco de Assis Fonseca Filho; o ordenador de receita e despesa da Prefeitura, Oilson de Araújo Lima; os empresários Obdias Alves Batista e Obadias Queiroz Batista Júnior, além da empresa Quadrante Construtora LTDA-EPP.

A manifestação ministerial foi ajuizada pelo promotor de justiça Guaracy Martins Figueiredo.

Consta nos autos que o município de Barra do Corda firmou contrato com a empresa Quadrante Construtora LTDA-EPP para a construção de quatro quadras poliesportivas cobertas em escolas no valor estimado de R$ 2.036.013,76, no exercício de 2015. No entanto, análise da Assessoria Técnica do MPMA atestou diversas irregularidades na licitação e no contrato de serviço.

Entre as falhas constatadas estão: ausência de documentos no processo licitatório, desrespeito a prazos legais, assinatura de documentos por pessoas não autorizadas etc.

Além disso, o processo contém um termo de distrato amigável, sem prejuízo à empresa e ao município. Veda ainda que seja pleiteado judicial e extrajudicialmente qualquer direito ou pagamento oriundo do contrato.

A 1ª Promotoria de Justiça de Barra do Corda constatou que houve posterior quebra de contrato.

Ao todo, foram realizados cinco pagamentos: R$ 127.266,07 referente à medição da quadra poliesportiva no povoado Cajazeira; R$ 39 mil pela medição da quadra poliesportiva do povoado Ipiranga e três pagamentos de R$ 88.040,62, referentes às medições dos povoados Nenzim, Três Lagoas do Manduca e Ipiranga.

PEDIDOS

O MPMA requereu a condenação dos envolvidos de acordo com a Lei 8.429/82 (Lei da Improbidade Administrativa), com as seguintes sanções: a indisponibilidade dos bens de todos os requeridos, ressarcimento integral do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, pagamento de multa civil de duas vezes o valor dos danos perpetrados ou de até 100 vezes o valor da remuneração recebida pelo agente público.

Também consta como penalidade a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de cinco anos.

Redação: CCOM-MPMA

Sisu – Segunda etapa de 2019 tem a maior oferta de cursos e vagas para o período na década

As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) iniciam nesta terça-feira, 4 de junho, com os maiores números de vagas e cursos ofertados e de instituições participantes para o período na década. São 59.028, 1.731 e 76 em todo o país, respectivamente. O prazo segue até as 23h59 de 7 de junho. Os interessados devem acessar o site do Sisu.

De acordo com Arnaldo Lima, secretário de educação superior do Ministério da Educação (MEC), as universidades possuem autonomia completa em relação à oferta de vagas. “São eles que planejam a escolha de cursos e quantidade de vagas disponíveis, à luz de uma previsibilidade que a gente sempre tenta deixar no orçamento”, afirmou. “Estamos no pico histórico com a maior quantidade de vagas ofertadas”, ressaltou.

Para concorrer às vagas públicas, os candidatos devem ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 e obtido nota acima de zero na redação.

Em relação ao mesmo período do ano passado, houve crescimento de 11,8% no número de instituições participantes — na edição de 2018 eram 68. Nesta edição, 64 cursos a mais estão disponíveis aos candidatos, o que representa um aumento de 3,8% na comparação com o processo seletivo de 2018, quando havia 1.667.

Em todo o país, Administração, Pedagogia e Ciências Biológicas são cursos com mais opções, com 1.996, 1.989 e 1.748 vagas, respectivamente. A quantidade de vagas aos estudantes também subiu, alcançando 3%. No Sisu do segundo semestre de 2018 foram disponibilizadas 57.271 vagas.

Os estados com mais vagas são Rio de Janeiro (12.937), Minas Gerais (8.479), Bahia (6.745) e Paraíba (5.990). A instituição com maior oportunidade é a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), que oferece 4.388 vagas.

O resultado da chamada regular sai em 10 de junho. As matrículas devem ser realizadas de 12 a 17 de junho. O prazo para manifestar interesse na lista de espera é de 11 a 17 de junho. A convocação ocorre após o dia 19.

Nota de corte – Durante o período de inscrição, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte, que é a menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados.

As notas de corte para cada curso são baseadas no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. O cálculo é usado apenas com uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição e não garante a seleção para a vaga ofertada.

O candidato do Sisu pode solicitar até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas opções em instituição de educação superior participante, com local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência.

Menino que sonha em ser policial convida seus heróis para seu aniversário

Policiais Militares do 17º Batalhão de Polícia Militar realizaram uma surpresa no aniversário do pequeno Matheus Rocha que é fã da Polícia Militar e que sonha em ser policial.
Seus amigos e familiares procuraram a Polícia Militar e pediram para que uma equipe passasse em sua residência durante o aniversário de 10 anos de Matheus, realizado nesta sexta (01/06/19).

O aniversariante ficou muito emocionado ao ver que seus heróis estavam ali. A alegria do pequeno Matheus Rocha é representada nas fotos com seu largo sorriso, completamente maravilhado com a surpresa.

Fato raro em dias de hoje, já  que muitos meninos da idade de Matheus, procuram se espelhar em falsos heróis, principalmente os indicados pela mídia.

ASSCOM 17°BPM

Gabriel Diniz era atração confirmada no Bacabal Folia em 2019

Gabriel Diniz era daqueles artistas que levava para o palco a sua irreverência e alegria estampada em suas canções. Dono de um estilo próprio, o cantor morreu após queda de seu avião, um monomotor que caiu na manhã desta segunda-feira (27), no Povoado Porto do Mato, em Estância, Sergipe.

O artista se apresentaria no Bacabal Folia neste ano, a direção do evento ainda não se manifestou sobre morte do cantor. No ano passado, Gabriel Dinis foi uma das principais atrações do evento.

Inscrições para o Prêmio Professores do Brasil 2019 estão abertas até 31 de maio

Docentes de escolas públicas interessados em participar da 12ª edição do Prêmio Professores do Brasil têm até o dia 31 de maio para realizar a inscrição pela internet.

A iniciativa busca valorizar e reconhecer as melhores ideias de projetos que ajudam na melhoria dos processos de ensino e aprendizagem na Educação Básica.

O concurso possui seis categorias:

• creche;

• pré-escola;

• ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos);

• anos iniciais do Ensino Fundamental (4º e 5º anos);

• anos finais do Ensino Fundamental (6º e 9º anos);

• ensino médio.

Há também uma premiação para temas especiais que contempla:

• esporte como estratégia de aprendizagem;

• uso de tecnologias de informação e comunicação no processo de inovação educacional;

• boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento nos ensinos fundamental e médio;

• práticas inovadoras de educação científica;

• educação empreendedora.

Neste ano, a novidade fica por conta da emissão de um certificado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), aos professores que participarem do curso: “Na trilha das boas práticas de ensino”. Além de certificado, os vencedores recebem prêmios em dinheiro, medalhas e viagens.

Pelo aplicativo PPB, o candidato pode consultar o regulamento e acompanhar o processo de inscrição, seleção e premiação.

Saiba mais em http://premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br/

PM de Codó tira 4 armas de fogo das mãos de criminosos durante final de semana

A Polícia Militar da cidade de Codó, intensificou o trabalho preventivo garantindo maior sensação de segurança à população e como resultado desse trabalho, quatro armas de fogo foram apreendidas na cidade, minimizando o risco de práticas de assaltos e homicídios.
Na sexta feira três homens: Francisco Joel Silva do Nascimento, Ozaniel Costa da Luz e Valber Cabral da Silva, foram presos após terem sido abordados por uma guarnição da Polícia Militar no Povoado Sabiazal. Após realização de buscas pessoais nos suspeitos, foram encontrados três revólveres.
Já no dia seguinte, na Rua Puraquê, em um bar conhecido como “Bar do Guri”, um homem identificado por Gilvan dos Santos Lima, 20 anos, foi encontrado portando um revólver calibre 38, com numeração raspada.
Já no domingo, dois homens:Elias Santos Frazão e Isaías Ramos Frazão foram presos após avistaram a guarnição do Esquadrão Águia, empreenderam fuga, dispersando em via pública uma quantidade de uma substância aparentando ser cocaína. O fato foi levado ao conhecimento da autoridade policial através de boletins de ocorrência para que sejam tomadas as providências necessárias.
ASSCOM 17°BPM

São Raimundo bate São Francisco nos pênaltis e ganha título da Copa de Seleções de Bairros em Codó

A Seleção do Bairro São Raimundo, que faz parte do conjunto de bairros da área da Trizidela em Codó, disputou uma partida com clima tenso contra a Seleção do Bairro São Francisco, que até então, era favorito ao título da competição que contou com a participação de outras dezesseis fortíssimas equipes.

A partida final foi realizada no Estádio Renê Bayma, no último sábado (25/05), tendo recebido um bom público, sendo a maioria dos torcedores do bairro São Francisco.

Após o empate sem gols no tempo regulamentar, a partida foi definida nos pênaltis, o time do São Raimundo ainda desperdiçou duas cobranças seguidas,  mais o time adversário, também não contou com muita sorte e perdeu três cobranças, dando o segundo título da competição ao bairro São Raimundo.

Mesmo ocupando os mesmos espaços nas arquibancadas, o clima foi de muita torcida e respeito entre todos, já que o estádio Renê Bayma não conta com espaços divididos para as torcidas, conforme estabelece o Estatuto do Torcedor, um ponto negativo da final, foi a falta de iluminação na parte interna do estádio, mesmo tendo iniciada a partida antes das 16h, as cobranças de penalidades máximas aconteceram já sem a iluminação natural solar, mesmo diante desse problema, o prefeito Francisco Nagib não se manifestou sobre o problema.

Sem iluminação, outro ponto a ser observado, foi a falta de uma sonorização adequada para o evento. Para divulgar informes e sorteios, foi utilizado um veículo com a logomarca da FC OLIVEIRA, empresa ligada à família do prefeito de Codó, porém não atendendo as necessidades até mesmo para os discursos das autoridades presentes, que diga se de passagem, a prefeitura de Codó tem contrato com uma empresa que é responsável pela parte de sonorização para os eventos da prefeitura de Codó.